quinta-feira, 18 setembro, 2014. 11:39 UTC

Notícias / Angola

Professores apelam a manisfestação Sábado no Lubango

Docentes exigem do governo melhorias salariais e de condições de trabalho

Sala de aulas em Lubango, cidade da Huíla
Sala de aulas em Lubango, cidade da Huíla

Multimédia

Áudio
Teodoro Albano
Professores do ensino geral na provincia da Huíla, voltam a manifestar-se neste Sábado nas ruas da cidade do Lubango para protestar contra aquilo que chamam de injustiças da entidade empregadora.

Em causa está o pagamento dos subsídios de atavio, transporte, alimentação e docência. A estes juntam-se os subsídios de dedicação exclusiva e de exposição indirecta aos agentes biológicos e químicos. Todos aprovados em decreto conjunto do executivo nº 12 de 8 de Março de 1996.

Na base da manifestação estará também algumas dívidas do executivo que incluem colaborações de 2001 a 2010, abono familiar, subsídios de exames para algumas escolas e de direcção e chefia.

Os professores agastados com a ausência de resposta positiva do executivo, socorrem-se dos meios legais disponíveis para virem satisfeitas as suas reivindicações.

O professor Paulo Jamba apela a organização dos colegas e critica a desvalorização do governo para com os docentes.

“Nós devemos nos mostrar organizados porque para as pessoas terem noção de conhecimento noção de conceito saber ler e escrever nós é que lhes fizemos iniciar. Mesmo em democracia nós é que temos que ensinar novamente esses indivíduos porque o ensino gera desenvolvimento”.

A marcha de sábado deve ser a segunda no espaço de um mês. O secretário do sindicato de professores no Lubango, Osvaldo Congo, não descarta a hipótese de se avançar caso não haja sinais positivos para uma greve-geral. Em marcha está a elaboração de um caderno reivindicativo.

“A partir de segunda-feira trabalha-se o caderno reivindicativo e a mobilização para que dia 2 realiza-se a primeira manifestação do mês de Março."

A actualização de categoria dos professores em tempo oportuno e o não pagamento dos subsídios de férias tão logo se inicia a licença disciplinar são outras das reivindicações dos docentes na Huíla.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 17 Setembro 2014i
|| 0:00:00
...
 
🔇
X
17.09.2014 18:25
As imagens de Africa que fazem noticia
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 17 Setembro 2014

As imagens de Africa que fazem noticia
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 16 Setembro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Prostituição infantil em Nairobi

Na favela de Korogocho, em Nairobi, raparigas com apenas 15 anos de idades dedicam-se à prostituição como meio de ganhar a vida. Elas são o alvo de uma organização não-governamental chamada Iniciativa Miss Koch, que tem realizado o trabalho de resgatar essas menores e com resultados positivos.
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 12 Setembro 2014

As noticias de Africa que fazem manchete
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 11 setembro 2014

Noticias da America em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 10 Setembro 2014

As imagens das noticias de Africa
Vídeo

Vídeo Manchetes americanas 9 Setembro 2014

As notícias da America em vídeo
Mais Vídeos