domingo, 20 abril, 2014. 06:00 UTC

Notícias / África

Quénia: Repressão sobre população étnica somali

A recente repressão policial sobre a população étnica somali, com o objectivo de erradicar células suspeitas da al-Shabab, tem alienado uma das maiores comunidades minoritárias do Quénia.

Confrontos em Eastleigh, Nairobi
Confrontos em Eastleigh, Nairobi
Tamanho das letras - +
A Polícia queniana efectuou rusgas no bairro somali de Eastleigh, em Nairobi, depois de uma bomba ter destruído no passado domingo um mini-autocarro, matando sete pessoas e ferindo dezenas de outras. A recente repressão policial sobre a população étnica somali, com o objectivo de erradicar células suspeitas da al-Shabab, tem alienado uma das maiores comunidades minoritárias do Quénia.

Na quinta-feira, uma caravana de políticos quenianos deslocou-se lentamente pelas ruas esburacadas de Eastleigh, um subúrbio de Nairobi, para realizar um comício pela paz no bairro somali.

O primeiro-ministro Raila Odinga proclamou no encontro que os quenianos estão unidos na diversidade, o que os fortalece.

No princípio da semana irromperam confrontos entre jovens somalis e quenianos, despoletados pela explosão de domingo. A Polícia queniana interveio, disparando balas de borracha e granadas de gás lacrimogénio para dispersar as pessoas.

Ataques frequentes com granadas e bombas têm ocorrido no Quénia desde que invadiu a Somália em Outubro do ano passado. O governo de Nairobi responsabiliza a al-Shaba pela insegurança e a Polícia queniana respondeu através de rusgas regulares em Eastleigh em busca de apoiantes do grupo islâmico somali. 

Otsieno Namwaya, da Human Rights Watch, disse que a Polícia queniana está a ter mão mais pesada:

“Mesmo quenianos somalis com papéis, como sejam bilhetes de identidade, estão a ser detidos, o que significa para um queniano somali que um bilhete de identidade deixou de ser uma garantia de que será tratado como um queniano.”

Namwaya disse estar a aumentar o número de detenções arbitrárias:

“A Polícia queniana não se dá ao trabalho de investigar para determinar quem está por detrás, dizem apenas que é a al-Shabab, mas quando se lhe pergunta quais são as provas de que se trata da al-Shabab e não apenas de criminosos comuns, não mostra quaisquer provas.”

Não foi possível obter uma reacção da Polícia queniana embora no passado ela tenha sido vaga no que diz respeito às suas operações em Eastleigh. Residentes estimam que centenas de pessoas foram presas durante as incursões esta semana.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 18 de Abrili
|| 0:00:00
...
 
🔇
X
18.04.2014
Vídeo

Vídeo "Temos muitos problemas na Guiné-Bissau", Abel Incada, candidato presidencial

Os guineenses foram às urnas a 13 de Abril e estão expectantes num novo Governo de paz e estável
Vídeo

Vídeo África do Sul vai a votos a 7 de Maio

Na África do Sul, o ANC está em campanha difícil para segurar o seu domínio no Limpopo, onde ganhou 85 por cento dos votos em 2009.
Vídeo

Vídeo Pistorius está no banco dos réus e a acusação tem sido dura

Os acusadores tentaram descrever o atleta sul-africano Oscar Pistorius como egoísta e abusivo durante o segundo dia de interrogatório no seu julgamento por homicídio.
Mais Vídeos