segunda-feira, 22 setembro, 2014. 10:12 UTC

Notícias / Mundo

Luta contra a corrupção avança na Indonésia

O ministro da juventude e desportos foi acusado de corrupção no âmbito de um projecto desportivo no valor de muitos milhões de dólares.

Ministro indonésio da juventude e desporto,Andi Alfian Mallarangeng
Ministro indonésio da juventude e desporto,Andi Alfian Mallarangeng
Redacção VOA
A luta contra a corrupção na Indonésia está a alargar-se cada vez mais e um ministro foi obrigado a demitir-se do seu cargo sob suspeito de actos ilícitos.

Trata-se da primeira vez que um ministro do governo indonésio foi considerado suspeito pelo organismo anticorrupção do país, o KPK.

De facto, o ministro da juventude e desportos Andi Mallarangeng foi acusado de corrupção no âmbito de um projecto desportivo no valor de muitos milhões de dólares.


Mallarangeng supervisionou a construção daquelas instalações em Java Ocidental que se traduziram pela perda de 25 milhões e dólares para os cofres do estado.
Uma auditoria do governo chegou à conclusão de que se tinham verificado muitas irregularidades.

O ministro anunciou hoje a sua demissão do governo e do partido democrático.
Mallarangeng afirmou que não podia exercer eficazmente as suas funções enquanto decorrem os procedimentos legais. Reiterou contudo a sua inocência e afirmou esperar que a justiça prevalecesse.

Alvo de repetidos ataques por parte da polícia e mesmo do parlamento, este caso constitui uma vitória para o KPK.

O antigo responsável do KPK, Erry Hardjapamekas, afirma que o caso contra um membro do governo constituiu um ponto de viragem, de um caso em que um político reage com honradez perante as suspeitas de corrupção: “Normalmente os políticos estão sempre a negar com desculpas como por exemplo: não sou corrupto ou só estou a desempenhar as minhas funções. Desta feita o ministro assumiu que era suspeito e disse : vou demitir-me do meu cargo para dedicar a atenção ao processo legal. Penso que este pode ser um novo bom hábito.”

Ultimamente a integridade do partido democrático do presidente Susilo Bambang Yudhoyono tem sido a ser posta em causa.

Mallarangeng é o terceiro membro do partido a ser levado a tribunal por causa da construção do complexo desportivo.

O antigo tesoureiro do partido Muhammad Nazaruddin está a cumprir uma pena de prisão pelo seu envolvimento e a sua adjunta Angelina Sondakh está a ser actualmente julgada.

Quanto ao ministro da juventude e desporto poderá ser condenado a 20 anos de prisão se for considerado culpado.

De acordo com a organização “Transparência Internacional”, a Indonésia encontra-se entre o grupo dos países mais corruptos do mundo.
O forúm foi encerrado
Comentário
Comentários
     
por: Wilson
08.12.2012 22:00
Se em Angola também tivesse governantes serios como estes, 1ª a ser casado seria JES dos diabos o dono do peixe e fuba da china.

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 19 Setembro 2014i
|| 0:00:00
...
 
🔇
X
19.09.2014 17:49
As imagens das noticias de Africa
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 19 Setembro 2014

As imagens das noticias de Africa
Vídeo

Vídeo Aniversário Westgate - Ataque terrorista ainda abala as vítimas

Um ano depois do ataque terrorista ao Centro Comercial Westgate em Nairobi, os sobreviventes continuam abalados com a tragédia. A VOA conta a história das vítimas que ainda questionam: “Como é que isto aconteceu?
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 18 Setembro 2014

Noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 17 Setembro 2014

As imagens de Africa que fazem noticia
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 16 Setembro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Prostituição infantil em Nairobi

Na favela de Korogocho, em Nairobi, raparigas com apenas 15 anos de idades dedicam-se à prostituição como meio de ganhar a vida. Elas são o alvo de uma organização não-governamental chamada Iniciativa Miss Koch, que tem realizado o trabalho de resgatar essas menores e com resultados positivos.
Mais Vídeos