sábado, 19 abril, 2014. 14:30 UTC

Notícias / Mundo

Luta contra a corrupção avança na Indonésia

O ministro da juventude e desportos foi acusado de corrupção no âmbito de um projecto desportivo no valor de muitos milhões de dólares.

Ministro indonésio da juventude e desporto,Andi Alfian Mallarangeng
Ministro indonésio da juventude e desporto,Andi Alfian Mallarangeng
Tamanho das letras - +
Redacção VOA
A luta contra a corrupção na Indonésia está a alargar-se cada vez mais e um ministro foi obrigado a demitir-se do seu cargo sob suspeito de actos ilícitos.

Trata-se da primeira vez que um ministro do governo indonésio foi considerado suspeito pelo organismo anticorrupção do país, o KPK.

De facto, o ministro da juventude e desportos Andi Mallarangeng foi acusado de corrupção no âmbito de um projecto desportivo no valor de muitos milhões de dólares.


Mallarangeng supervisionou a construção daquelas instalações em Java Ocidental que se traduziram pela perda de 25 milhões e dólares para os cofres do estado.
Uma auditoria do governo chegou à conclusão de que se tinham verificado muitas irregularidades.

O ministro anunciou hoje a sua demissão do governo e do partido democrático.
Mallarangeng afirmou que não podia exercer eficazmente as suas funções enquanto decorrem os procedimentos legais. Reiterou contudo a sua inocência e afirmou esperar que a justiça prevalecesse.

Alvo de repetidos ataques por parte da polícia e mesmo do parlamento, este caso constitui uma vitória para o KPK.

O antigo responsável do KPK, Erry Hardjapamekas, afirma que o caso contra um membro do governo constituiu um ponto de viragem, de um caso em que um político reage com honradez perante as suspeitas de corrupção: “Normalmente os políticos estão sempre a negar com desculpas como por exemplo: não sou corrupto ou só estou a desempenhar as minhas funções. Desta feita o ministro assumiu que era suspeito e disse : vou demitir-me do meu cargo para dedicar a atenção ao processo legal. Penso que este pode ser um novo bom hábito.”

Ultimamente a integridade do partido democrático do presidente Susilo Bambang Yudhoyono tem sido a ser posta em causa.

Mallarangeng é o terceiro membro do partido a ser levado a tribunal por causa da construção do complexo desportivo.

O antigo tesoureiro do partido Muhammad Nazaruddin está a cumprir uma pena de prisão pelo seu envolvimento e a sua adjunta Angelina Sondakh está a ser actualmente julgada.

Quanto ao ministro da juventude e desporto poderá ser condenado a 20 anos de prisão se for considerado culpado.

De acordo com a organização “Transparência Internacional”, a Indonésia encontra-se entre o grupo dos países mais corruptos do mundo.
O forúm foi encerrado
Comentário
Comentários
     
por: Wilson
08.12.2012 22:00
Se em Angola também tivesse governantes serios como estes, 1ª a ser casado seria JES dos diabos o dono do peixe e fuba da china.

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 18 de Abrili
|| 0:00:00
...
 
🔇
X
18.04.2014
Vídeo

Vídeo "Temos muitos problemas na Guiné-Bissau", Abel Incada, candidato presidencial

Os guineenses foram às urnas a 13 de Abril e estão expectantes num novo Governo de paz e estável
Vídeo

Vídeo África do Sul vai a votos a 7 de Maio

Na África do Sul, o ANC está em campanha difícil para segurar o seu domínio no Limpopo, onde ganhou 85 por cento dos votos em 2009.
Vídeo

Vídeo Pistorius está no banco dos réus e a acusação tem sido dura

Os acusadores tentaram descrever o atleta sul-africano Oscar Pistorius como egoísta e abusivo durante o segundo dia de interrogatório no seu julgamento por homicídio.
Mais Vídeos