quinta-feira, 28 maio, 2015. 09:52 UTC

Notícias / Angola

Fome na Huíla

Governo tenta acudir às populações afectadas mas alguns dizem não ser suficiente.

Teodoro Albano
A fome que grassa muitas zonas da província da Huíla derivada a estiagem do ano agrícola 2011/12 está a deixar em dificuldades as autoridades municipais que se desdobram em apelos para a acudir a situação de centenas de famílias.




Depois dos Gambos no sul da província onde o governo começou a distribuir bens alimentares, é agora a vez de Quipungo a 120 quilómetros do Lubango onde mais de trezentas famílias padecem de fome.

Os apoios do governo para minimizar a fome têm-se revelado poucos, segundo a responsável do sector Social de Quipungo Ana Bela.

“ Temos recebido alguns bens a partir da direcção provincial do MINARS, apesar de que, as vezes não chegam, mas tem ajudado bastante,” disse

A directora provincial da assistência e reinserção social, Catarina Manuel, admitiu o momento de dificuldade de algumas regiões por força da estiagem do último ano agrícola. Sem falar em quantidades a responsável assegura condições para acudir a crise.

“A nível do governo as condições estão criadas, temos alimentação para acudir a situação destas famílias,” disse

Desconhece-se o número efectivo de famílias afectadas pela fome, mas os relatos de crise vêm de quase toda a província.

O padre Jacinto Pio Wakussanga, da Associação Construindo Comunidades, ACC, louva o gesto do executivo em distribuir comida para acudir a miséria das populações carentes, mas adverte que só isto não resolve o problema.

“ Levar comida é uma coisa provisória, mas é preciso envolver as comunidades numa espécie de soluções duradoiras,” disse.

“Estou lembrado que a anos atras a ADRA fez uma experiência de mandioca e batata-doce naquela região, que deu muito bem, quem sabe incentivar-se certo tipo de culturas complementares para se poderem enriquecer a dieta alimentar e se aumentar os níveis de segurança alimentar poderia ser uma das soluções,” acrescentou.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Qui 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sexta-feira 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Mundo 27 Maio 2015i
X
27.05.2015 18:02
Mais Vídeos