sábado, 01 novembro, 2014. 02:27 UTC

Notícias / Angola

Tribunal da Huíla condena ex-intendente da Polícia por crime de homicídio.

O Tribunal Provincial da Huíla condenou a 18 anos de prisão maior o cidadão Tchilongo José, oficial da Polícia, que em Junho passado atirou a matar contra a sua própria esposa.

Vista da cidade do Lubango
Vista da cidade do Lubango
Teodoro Albano
O Tribunal Provincial da Huíla condenou a 18 anos de prisão maior o cidadão Tchilongo José, oficial da Polícia, que em Junho passado atirou a matar contra a sua própria esposa.

A instância judicial em alusão deu provimento à acusação do Ministério Público que na nota acusatória, culpou Tchilongo José do crime de homicídio voluntário simples previsto e punível no artigo 349 do Código Penal Angolano.

Ficou provado em tribunal que o então intendente e comandante da segunda esquadra policial do Lubango, ao ter desferido dois disparos contra Olívia Chaves, agiu com intenção de matá-la tendo em conta a utilização da arma de fogo, os tiros contra a vítima e as regiões do corpo atingidas.

O juiz da causa, Fernando Costa, proferiu a leitura da sentença;

“ Em consequência decide em condenar o réu Tchilongo José na pena de 18 anos de prisão maior, no pagamento de 50 mil kwanzas de taxas de justiça e o pagamento de um milhão e 500 mil kwanzas aos familiares da vítima qualquer que se mostrem com direito a ela. Recolhe o réu à cadeia”.

Insatisfeita com a decisão, a família da vítima promete recorrer da sentença e defende a pena máxima de 24 anos, segundo a irmã, Celeste Chapi;

“ Dezoito anos são pouco, infelizmente é triste até, porque não se admite não se compreende, o mínimo que deviam fazer é condenar este indivíduo a 24 anos, o mínimo”.

A Associação de Defesa dos Direitos Humanos Mãos Livres responsável pela defesa da família da vítima, promete fazer a vontade da família;

“ Não é do nosso agrado, então vamos recorrer”, afirmou Jeremias Simão, da Associação Mãos Livres.

Com a sentença ora ditada pode ter chegado ao fim um dos mais mediáticos casos judiciais que agitou a cidade do Lubango nos últimos meses.

Aos 47 anos de idade Tchilongo José, pai de sete filhos, um dos quais com a malograda Olívia Chaves vai agora passar os próximos 18 anos atrás das grades.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Levando a vida no cemitério: Reportagem sobre pobreza persistente em Moçambiquei
X
31.10.2014 18:08
Com as suas ricas reservas de gás natural por explorar, Moçambique poderá tornar-se num dos maiores abastecedores de energia – facto central nas recentes eleições nacionais. Mas nem todos usufruem das riquezas acumuladas. Há uma pobreza persistente, veja como alguns residentes de Maputo sobrevivem
Vídeo

Vídeo Levando a vida no cemitério: Reportagem sobre pobreza persistente em Moçambique

Com as suas ricas reservas de gás natural por explorar, Moçambique poderá tornar-se num dos maiores abastecedores de energia – facto central nas recentes eleições nacionais. Mas nem todos usufruem das riquezas acumuladas. Há uma pobreza persistente, veja como alguns residentes de Maputo sobrevivem
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 31 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 30 Outubro 2014

As principais notícias que marcam a última semana do mês de Outubro, nos Estados Unidos
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 30 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 29 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 28 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 24 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Levados pelo Boko Haram

O mundo espera para ver se a Nigéria consegue negociar a libertação das 219 raparigas da escola de Chibok, raptadas pelo grupo islâmico Boko Haram em Abril. Activistas dizem que o Boko Haram já raptou centenas de jovens rapazes, mulheres e crianças, desde 2009.
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 23 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Mãe Trabalhadora - trailler do filme

O filme explora a dupla responsabilidade das mulheres moçambicanas, como mães e trabalhadoras. Gentilmente cedido pelo Organização Internacional do Trabalho
Mais Vídeos