sexta-feira, 31 outubro, 2014. 22:05 UTC

Notícias / Angola

Luandenses dizem que só pagariam 60 mil dólares por apartamentos do Kilamba

Baixos salários não permitem à maioria dos angolanos sonhar em viver um dia, no novo bairro onde até o presidente José Eduardo dos Santos se queixou do alto preço dos condomínios

Coque Mukuta
Várias são as opiniões dos populares de Luandenses em relação aos preços que seriam estipulados para os apartamentos na cidade do Kilamba.

Os interlocutores da VOA apontam 20 mil a 60 mil dólares como valor máximo para a comercialização dos apartamentos do Kilamba.


Um valor não superior a 30 mil dólares para cada apartamento na centralidade do Kilamba é a sugestão dos nossos entrevistados.

Entre eles estão zungueiros, pedreiros e elementos de proteção física, que segundo sugeriram ser o mais acessível “para mim, pelo valor que ganho, a casa tinha que custar 20 ou 15 mil dólares” disse.

“Eu mesmo não acho que as casas tenham que custar preços superiores a 25 mil dólares” frisou. "É muito” insistiu o cidadão.

Outros, também ouvidos pela nossa reportagem, entre eles jornalistas e juristas sugerem 60 dólares como tecto máximo para cada apartamento daquela cidade.

“Eu não posso pagar superior a 50 mil dólares” rebateu outro interlocutor.

Angola tem como salario mínimo 12 mil kwanzas o que corresponde a 120 dólares.
O forúm foi encerrado
Comentário
Comentários
     
por: Anónimo
13.11.2012 15:16
O POVO NAO DEVE PREOCUPAR-SE TANTO PORQ NOS OS COMBATENTES DA LIBERDADE QUANDO ENTERRARMOS O JOSE EDUARDO DOS SANTOS NO SAO TOME ESTAS CASAS SERAO O BENEFICIO DO POVO CONTRA A TIRANIA COMUNISTA E PROLETARIADA , E RESISTENCIA CONTRA O ERGUER DO SISTEMA DE CORRUPCAO DE VAMPIROS PROCEDENTES DA ANTIGA BABILONIA.

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Levando a vida no cemitério: Reportagem sobre pobreza persistente em Moçambiquei
X
31.10.2014 18:08
Com as suas ricas reservas de gás natural por explorar, Moçambique poderá tornar-se num dos maiores abastecedores de energia – facto central nas recentes eleições nacionais. Mas nem todos usufruem das riquezas acumuladas. Há uma pobreza persistente, veja como alguns residentes de Maputo sobrevivem
Vídeo

Vídeo Levando a vida no cemitério: Reportagem sobre pobreza persistente em Moçambique

Com as suas ricas reservas de gás natural por explorar, Moçambique poderá tornar-se num dos maiores abastecedores de energia – facto central nas recentes eleições nacionais. Mas nem todos usufruem das riquezas acumuladas. Há uma pobreza persistente, veja como alguns residentes de Maputo sobrevivem
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 31 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 30 Outubro 2014

As principais notícias que marcam a última semana do mês de Outubro, nos Estados Unidos
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 30 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 29 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 28 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 24 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Levados pelo Boko Haram

O mundo espera para ver se a Nigéria consegue negociar a libertação das 219 raparigas da escola de Chibok, raptadas pelo grupo islâmico Boko Haram em Abril. Activistas dizem que o Boko Haram já raptou centenas de jovens rapazes, mulheres e crianças, desde 2009.
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 23 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Mãe Trabalhadora - trailler do filme

O filme explora a dupla responsabilidade das mulheres moçambicanas, como mães e trabalhadoras. Gentilmente cedido pelo Organização Internacional do Trabalho
Mais Vídeos