quarta-feira, 20 agosto, 2014. 16:30 UTC

Notícias / Angola

Huíla precisa de mais informações sobre HIV/Sida

ONG financiada pelos Estados Unidos diz que para além de insuficiências há também fragilidades nos programas de sensibilização, apoio e combate ao Sida

Multimédia

Áudio
Teodoro Albano
O projecto de prevenção e combate do VIH/Sida defendeu mais meios e apoios de sensibilização para preparar as comunidades nas zonas mais distantes na província da Huíla na luta contra a pandemia do século.




Trata-se de uma constatação do coordenador do projecto Proactivo em matéria de VIH/Sida desenvolvido nos municípios do Lubango e Chibia pela Acção de Solidariedade e Desenvolvimento ASD, financiado pelo serviço internacional para a população PSI através da USAID.

Elias Amaral sustenta que a extensão da província que conta 14 municípios justifica mais projectos virados para a sensibilização das comunidades sobre os cuidados relativos a doença. Para ele, durante a implementação do projecto que tem como grupo alvo camionistas, trabalhadoras do sexo e seus clientes se tem notado algumas fragilidades de funcionamento dos centros de aconselhamento e testagem voluntária.

“Um dos primeiros problemas que o grupo alvo tem apresentado é mesmo a insuficiência dos serviços de ATV porque normalmente quando nós pegamos os nossos utentes para encaminharmos no centro de saúde para fazer o teste voluntário, normalmente o técnico não está ou se está não pode atender ou se atender é um número acima da média que um o técnico de saúde tem que fazer, porque normalmente um técnico de saúde por dia tem que fazer cinco testes de VIH e nos aparece mais de cinco testes de VHI num só dia e me pergunto será que tem existido o pré e o pós aconselhamento? Ou só tem existido a testagem voluntária?”

Elias Amaral afirmou que o volume de informação nos principais centros urbanos contrasta com a falta dela em outras zonas nas quais o grau de vulnerabilidade para a doença é maior, situação que levanta preocupação.

“Os projectos normalmente têm sido muito focalizados ao município do Lubango e este em termos de informação está acima de todos, mas não tem em vista as áreas mais críticas por exemplo temos a Matala temos Quilengues também é um município de trânsito temos Caluquembe temos a Jamba e normalmente as campanhas de testagem só com acontecem quando existe alguma efeméride.”

O projecto Proactivo que tem a duração de nove meses e se estende até Junho de 2013 está avaliado em 60 mil dólares.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Americanas 19 Agosto 2014i
|| 0:00:00
...
 
🔇
X
19.08.2014 18:04
Noticias da America
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 19 Agosto 2014

E se uma aplicação lhe dissesse qual o seu valor como noiva? Pois já existe!
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 18 Agosto 2014

As notícias que marcam o início da penúltima semana de Agosto, no continente africano
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 15 Agosto 2014

As notícias de África em 60 segundos
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 14 Agosto 2014

Os assuntos que marcam a actualidade africana em apenas 60 segundos
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 13 Agosto 2014

As principais notícias que marcam a actualidade do continente africano
Vídeo

Vídeo "É preciso criar financiamento para mulheres no negócio informal", Lígia Fonseca

Entrevista nos estúdios da VOA com Lígia Fonseca, primeira-dama de Cabo Verde e advogada de profissão, que esteve em Washington, por ocasião da cimeira EUA/ África. Agosto 2014 ......
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 12 Agosto 2014

A actualidade africana em 60 segundos
Vídeo

Vídeo "Convite de Michelle Obama: certeza de que podemos estabelecer parcerias"

Na entrevista para a VOA, a primeira-dama de Cabo Verde, Dra. Lígia Fonseca, comentou a importância do convite da primeira-dama americana, Michelle Obama, e analisou a condição da mulher cabo-verdiana. Lígia Fonseca esteve em Washington, por ocasião da cimeira EUA/ África
Mais Vídeos