domingo, 20 abril, 2014. 06:00 UTC

Notícias / Mundo

PAIGC regressa ao parlamento e preenche as vacaturas da mesa da Assembleia

Líder parlamentar diz que estão também em curso negociações para o partido integrar o governo de transição

Carlos Gomes Júnior líder do PAIGC continua exilado em Lisboa onde se tem assumido como crítico ao actual governo
Carlos Gomes Júnior líder do PAIGC continua exilado em Lisboa onde se tem assumido como crítico ao actual governo
Tamanho das letras - +
Redacção VOA
O Partido Africano para Independencia da Guiné e Cabo-Verde - PAIGC - através da sua maioria parlamentar elegeu os membros que deverão preencher as vacaturas ao nível da mesa da Assembleia Nacional Popular guineense.

O também partido maioritário cedeu a presidência do parlamento ao Partido da Renovação Social - PRS - e apontou para as restantes posições de vice-presidentes e secretários de mesa 4 dos seus membros.

O líder parlamentar do PAIGC, Rui Biam de Sousa disse a Voz da América que a posição do seu partido no actual contexto de crise política está evoluindo, e que a medida agora assumida reflecte um compromisso pela salvaguarda da democracia.

"Nós mais uma vez para salvar a democracia na Guiné-Bissau, dissemos que não obstante de assistirnos o direito de quem vai ser o presidente da Assembleia Nacional Popular nós abdicamos em nome da democracia, em nome de superiores interesses da Guiné-Bissau. Porque defendemos sempre e sempre estão a cima de tudo os superiores interesses da Guiné-Bissau..."

Questionado se o PAIGC vai igualmente exigir a sua inclusão e liderança do governo de transição, Rui Biam de Sousa disse que acham que a viabilização do processo de transição deve ser inclusivo.

"Nesse processo de transição todos têm a sua palavra, para que de facto possamos limar as arestas provavelmente existentes, desbravar o caminho p'ra irmos para as eleições e que sair das eleições vencedor, governar esse paísem total tranquilidade."

O líder parlamentar do PAIGC não confirmou se o seu partido está a exigir ou não a liderança do governo de transição no quadro de um governo inclusivo. Também disse não haver um timing definido para as negociações actualmente em curso.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 18 de Abrili
|| 0:00:00
...
 
🔇
X
18.04.2014
Vídeo

Vídeo "Temos muitos problemas na Guiné-Bissau", Abel Incada, candidato presidencial

Os guineenses foram às urnas a 13 de Abril e estão expectantes num novo Governo de paz e estável
Vídeo

Vídeo África do Sul vai a votos a 7 de Maio

Na África do Sul, o ANC está em campanha difícil para segurar o seu domínio no Limpopo, onde ganhou 85 por cento dos votos em 2009.
Vídeo

Vídeo Pistorius está no banco dos réus e a acusação tem sido dura

Os acusadores tentaram descrever o atleta sul-africano Oscar Pistorius como egoísta e abusivo durante o segundo dia de interrogatório no seu julgamento por homicídio.
Mais Vídeos