sábado, 30 maio, 2015. 20:29 UTC

Notícias / Mundo

Presidente do Gana re-eleito por entre protestos da oposição

John Dramani Mahama obteve 50,70 por cento dos votos, o seu adversário acusa a Comissão Eleitoral e o governo de fraude, mas apela a calma

John Dramani Mahama em campanha eleitoral
John Dramani Mahama em campanha eleitoral

Multimédia

Áudio
Redacção VOA
O presidente cessante do Gana, John Dramani Mahama foi declarado vencedor das eleições presidenciais de ontem, com 50,70 por cento dos votos, anunciou a Comissão Eleitoral.

O seu opositor, Nana Akufo-Addo, obteve 47,74 por cento dos escrutínios. O seu partido NPP – Novo Partido Patriótico rejeitou os resultados oficiais, mas apelou aos seus militantes a manterem a calma.

O presidente Mahama reagiu-se por seu lado, apelando aos responsáveis políticos a respeitarem a voz do povo. Os resultados das eleições no Gana foram anunciados na noite de Domingo. De acordo com a Comissão Eleitoral, o presidente cessante, John Dramani Mahama foi reeleito, mas o seu adversário não reconheceu a derrota.

Forças de segurança com tanques e artilharia pesada protegiam a Comissão Eleitoral, horas antes do anúncio dos resultados. O presidente desse órgão, Kwadwo Afari-Gyan fez o anúncio as 10 da noite, e o vencedor era John Dramani Mahama do Congresso Democrático Nacional.

“Os resultados das eleições presidenciais de 2012 são os seguintes: John Dramani Mahama do NDC: 5574761 votos representando 50,7 por cento do total dos votos válidos. Nana Addo Dankwah Akufo-Addo do NPP: 5248898, representando 47,74 por cento do total dos votos válidos espresssos.”

Depois de ler outros resultados dos outros 6 candidatos que obtiveram no total cerca de 3 por cento dos votos, Afari-Gyan declarou:

“Senhoras e senhores, com base nos resultados conhecidos, eu declaro John Dramani Mahama presidente eleito.”

Apoiantes de Mahama celebraram a vitória nas ruas, mas o ambiente na capital manteve-se calmo. Observadores internacionais disseram que a votação pareceu ter sido transparente e pacífica, embora o escrutínio tivesse continuado num segundo dia, no Sábado, por causa de problemas logísticos e técnicos.

A seguir ao anúncio da Comissão Eleitoral, o Novo Partido Patriótico publicou um comunicado afirmando que o seu candidato Akufo-Addo não reconhecia a derrota por ter havido fraude do partido no poder e da comissão eleitoral. O mesmo partido adiantou ainda que iria reunir os seus membros na Terça-feira para decidir o que fazer.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Qui 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sexta-feira 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Passadeira Vermelha #17: Sylvester Stallone em Bollywood e Johnny Depp preso por ter cãoi
X
30.05.2015 07:11
Emily Blunt "cascou" no festival de Cannes e saiba porquê que J Depp pode ser preso por 10 anos. Sylvester Stallone também tem novidades para nós. Confira o vídeo!
Vídeo

Vídeo Passadeira Vermelha #17: Sylvester Stallone em Bollywood e Johnny Depp preso por ter cão

Emily Blunt "cascou" no festival de Cannes e saiba porquê que J Depp pode ser preso por 10 anos. Sylvester Stallone também tem novidades para nós. Confira o vídeo!
Vídeo

Vídeo Sakala: "Huambo é caso para tribunal internacional; Cabinda devia ser região autónoma"

Alcides Sakala, porta-voz da UNITA, principal partido da oposição em Angola, fala do caso Kalupeteka (dezenas de pessoas morreram de forma misteriosa), considerando-o o ponto mais alto das violações dos direitos humanos. Cabinda por seu lado devia ser autónoma como a Madeira. Entrevista a 22 de Maio
Vídeo

Vídeo Protestos em Bujumbura

O ambiente em Bujumbura continua sob muita tensao. Hoje foi dia de protestos na capital do Burundi
Mais Vídeos