domingo, 21 setembro, 2014. 10:05 UTC

Notícias / Angola

Oposição entrega sexta-feira processo eleitoral ao Tribunal Constitucional

Os argumentos da CNE não convencem a CASA-CE

Abel Chivukuvuku num comício da CASA-CE em Luanda
Abel Chivukuvuku num comício da CASA-CE em Luanda
Coque Mukuta
Sexta-feira é a data prevista para entrega dos processos de reclamações das formações políticas indeferidos na plenária extraordinária da CNE.

Estão na base das reclamações a serem apresentadas pela UNITA, CASA-CE e PRS as irregularidades do processo eleitoral de 31 de Agosto, que a CNE já caracterizou como acção de "má-fé" por parte destas formações políticas.


Segundo Alcides Sakala porta-voz do Galo Negro, que já confirmou a recepção da notificação pela CNE e garante que ainda amanhã o seu partido fará chegar ao cartório do Tribunal Constitucional a queixa contra as irregularidades eleitorais “temos o ponto de vista da Comissão Nacional Eleitoral sobre as nossas reclamações, primeiro não concordamos com a posição da Comissão Nacional Eleitoral por isso vamos recorrer ao Tribunal Constitucional e este nosso recurso entra já amanhã no Tribunal Constincional” disse.

Questionado sobre os resultados da contagem do escrutínio paralelo da sua formação política Sakala afirmou ser a base das queixas que farão chegar junto as instâncias judiciais “como nós dizíamos de facto temos um grupo de colegas que trabalhou na contagem paralela, e nós identificamos um conjunto de discrepâncias, tudo isto nós vamos fazer constar das queixas para as instâncias judiciais” afirmou.

Lindo Bernardo Tito Vice-presidente e porta-voz da CASA-CE diz que os argumentos da CNE não convencem a sua formação política e prevê também esta sexta-feira como a data de entrega do contencioso da sua formação política “a Comissão Nacional Eleitoral notificou hoje está manhã a coligação CASA-CE, sobre o indeferimento da nossa reclamação, como sabe para irmos ao TC, temos 48 horas, sendo que o prazo começa a contar deste a entrega da notificação. Então nós podemos levar a nossa notificação até sábado, como sabe recebemos hoje estamos a analisar as posições da CNE, que não nos convencem preliminarmente, depois vamos comunicar a imprensa o dia provavelmente que vamos submeter o nosso recurso ao Tribunal Constitucional, mas tudo indica que amanhã será o dia”disse.

O PRS na voz do seu presidente Eduardo Kuangana prevê também sexta-feira como a data de entrega das suas reclamações “nós recebemos o documento ontem e provavelmente até amanhã nós vamos fazer entre do documento ao Tribunal Constitucional” frisou.
O forúm foi encerrado
Comentário
Comentários
     
por: kelendende ndjidjin de: Angola
14.09.2012 06:44
O grupelho JES/MPLA devem saber que os autoctones já perderam o medo e Angola já não é assim a lavra deles fazerem o que quiserem. Estas eleições vão mostrar que o tempo dos abusos acabou e as batotas começam a ser enfrentadas com a verdade dos factos que CNE/JES/MPLA/MAT pretende a todo custo escamotear. São maldosos e querem se perpetuar no poder para continuarem a roubar a a maltratar este povo.

Na desgraça as pessoas tbm se unem como estamos a ver agora a união da oposição (menos FNLA) defendendo aspectos comuns que sentem lhes prejudicar.

Fustigada com tantas intrigas do regime a FNLA mostra-nos que já tem problemas que sobram para se envovler em mais outros já que conseguiu in extremis dois assentos. Mas a FNLA deve saber que este povo não consegue entender as reais razões da discórdia que não termina, e está a ver o seu posicionamento como bajulação do seu líder favorecido pelo regime. FNLA poderá ser cobrado por este distanciamente do povo que anseia pela mudança e que de bom grado se congratula com a UNITA, CASA-CE e PRS para apresentar denúncias das violações e irregularidades do regime para a fraude eleitoral. Daqui há cinco anos veremos.

A CNE é um dos instrumento do grupo de conspiradores JES/MPLA que tomou de assalto o poder em Angola a mando do regime colonial para esta neocolonização vergonhosa a que o povo angolano autoctone está submetido.

Os recursos do cabeça de lista dos conspiradores JES/MPLA estão a acabar. As mentiras são as mesmas e já desgastadas.

De igual modo os escritores estão a registar a respeito dos sinais destes tempos e tudo será´publicado como agora se vê sobre o fraccionismo que inventaram com ele a incriminar inocentes.

No leito da morte, ANeto entendeu a conspiração envolvente, mas já não foi a tempo nem conseguiu ver o rosto do cabeça que lhe acompanhou sem ser médico. Tudo isso e mais outras mortes de inocentes pela guerra, sexta-feira sangreta, matança silenciosa de pessoas pela fome, miséria, exclusão, tudo isso são razões para se impugnar estas eleições e reverter-se a situação neste país. As bocas de aluguer do regime JES/MPLA devem saber que este povo perdeu o medo das mordomias deles conseguidas pelo roubo das nossas riquezas.

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 19 Setembro 2014i
|| 0:00:00
...
 
🔇
X
19.09.2014 17:49
As imagens das noticias de Africa
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 19 Setembro 2014

As imagens das noticias de Africa
Vídeo

Vídeo Aniversário Westgate - Ataque terrorista ainda abala as vítimas

Um ano depois do ataque terrorista ao Centro Comercial Westgate em Nairobi, os sobreviventes continuam abalados com a tragédia. A VOA conta a história das vítimas que ainda questionam: “Como é que isto aconteceu?
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 18 Setembro 2014

Noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 17 Setembro 2014

As imagens de Africa que fazem noticia
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 16 Setembro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Prostituição infantil em Nairobi

Na favela de Korogocho, em Nairobi, raparigas com apenas 15 anos de idades dedicam-se à prostituição como meio de ganhar a vida. Elas são o alvo de uma organização não-governamental chamada Iniciativa Miss Koch, que tem realizado o trabalho de resgatar essas menores e com resultados positivos.
Mais Vídeos