terça-feira, 27 janeiro, 2015. 16:53 UTC

Notícias / Mundo

China: Poluição atinge níveis alarmantes

A poluição em Pequim continua a atingir valores considerados como perigosos sendo recomendável o uso de máscaras.

Redacção VOA
Vastas regiões da China estão sob o efeito de uma massa de ar estagnada altamente poluída.

A poluição, misturada com nevoeiro, conhecida por “smog”, estende-se de norte a sul contribuindo para atrasos nos aviões, para o encerramento de escolas e para o aumento dos casos de doenças respiratórias.


Apesar de ter diminuído ligeiramente o nível de poluição do ar na capital chinesa, Pequim, continua a atingir valores considerados como perigosos sendo recomendável o uso de máscaras.

Nas zonas mais afectadas como Pequim, Hebei, Tianjin, Henan e Shandong a visibilidade não chegava a atingir um quilómetro e nalguns casos não ultrapassava os 200 metros. Essa falta de visibilidade obrigou ao encerramento de estradas, ao cancelamento de voos e ao adiamento de provas desportivas.

No sábado passado a estação de controlo de ar da embaixada americana em Pequim detectou uma concentração de partículas poluentes de 900 microgramas por metro cúbico. De acordo com a Organização Mundial de Saúde o valor máximo recomendável é de apenas 20 microgramas.

As partículas em questão são provenientes de muitas fontes incluindo centrais de energia eléctrica alimentadas a carvão, construção civil e escapes de automóveis.
Muitas pessoas decidiram assim passar o fim-de-semana em casa para tentar fugir ao ar poluído.

Ontem e hoje a situação melhorou ligeiramente mas muitos residentes de Pequim queixavam-se de que não conseguiam encontrar o mercado mascaras antipoluição.
Para tentar controlar a situação, o governo chinês ordenou o encerramento de dezenas de estaleiros de construção e obrigou muitas empresas a diminuírem a emissão de gazes poluentes.

De acordo com os meteorologistas a situação foi agravada nestes últimos dias pelo facto de se registar uma baixa pressão atmosférica, pela falta de vento  e pela elevada humidade, factores que fizeram com que a poluição ficasse retida nas camadas mais baixas da atmosfera.

A capital chinesa tem vindo a fazer tentativas repetidas para tentar reduzir a poluição obrigando muitas fabricas a mudarem-se para fora da zona urbana. Mas mesmo assim os níveis de poluição mantem-se elevados e os líderes chineses admitem que a poluição constitui um grande desafio.

Num discurso proferido perante os líderes do partido comunista chinês no ano passado, o presidente cessante Hu Jintao afirmou que o país precisa urgentemente de inverter a deterioração ecológica.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Qui 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sexta-feira 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 26 Janeiro 2015i
|| 0:00:00
...  
🔇
X
26.01.2015 19:54
As imagens das noticias africanas
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 26 Janeiro 2015

As imagens das noticias africanas
Vídeo

Vídeo Prisioneiros do Quenia Batalha pela reintegração

Depois de ter estado na prisao é difícil encontrar trabalho e ser aceite na cidade. Um grupo de ex-presos em Nairobi querem provar que ha vida depois do crime. (Janeiro 2015)
Vídeo

Vídeo Vacinas para o Ebola

A pior crise do Ebola na historia do mundo entrou no segundo ano. Os cientistas estao a desenvolver uma vacina contra este virus mortal. (Janeiro 2015)
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 23 Janeiro 2015

As imagens das noticias de Africa
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 22 Janeiro 2015

As imagens das noticias africanas
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 21 Janeiro 2015

Imagens noticiosas afrcianas
Vídeo

Vídeo American Sniper: A história de um atirador americano que matou mais de 160 pessoas

Nomeado para o Oscar de Melhor Drama, o filme de Clint Eastwood baseia-se na história real de Chris Kyle, um oficial da Marinha americana que serviu no Iraque por quatro vezes como atirador profissional. O filme explora o efeito da guerra na psique humana
Mais Vídeos