quinta-feira, 17 abril, 2014. 15:36 UTC

Notícias / África

2013: Desporto em destaque no início do ano em Cabo Verde

Cabo Verde inicia participação na CAN-2013 defrontando a África do Sul a 19 de Janeiro, Marrocos a 23 e Angola, a 27 deste mês.

Ilha do Fogo, Cabo Verde
Ilha do Fogo, Cabo Verde
Tamanho das letras - +
Eugénio Teixeira
Em 2013 logo no mês de Janeiro, assinala-se a primeira participação de Cabo Verde numa Copa África das Nações, a maior montra do futebol a nível do continente africano. A selecção do arquipélago está inserida no grupo A, juntamente com a África do Sul, o país anfitrião, Angola e Marrocos.

Cabo Verde inicia a participação na CAN-2013, defrontando África do Sul no dia 19 de Janeiro, joga com Marrocos dia 23 e mede forças com Angola, a 27 de Janeiro.
2013, será o ano de aplicação dos projectos financiados no âmbito do 2º compacto do MCA, no valor de 66 milhões de dólares.


Também o país terá mais barragens, com a inauguração de algumas obras em curso
Em termos políticos, 2013 será o ano de eleição da nova liderança do MPD. Carlos Veiga actual líder do principal partido da oposição já disse que não será candidato, fala-se da entrada na corrida de Ulisses Correia actual presidente da Câmara municipal da Praia e de Fernando Ilisio líder da bancada parlamentar, tidos como possíveis sucessores de Veiga.

Também o PAICV irá realizar um congresso, falando-se que José Maria Neves actual presidente do partido da estrela negra e primeiro-ministro será candidato para mais um mandato no partido, mas Neves já disse que não vai ser candidato a chefia do Governo nas eleições legislativas de 2016.

Possivelmente a UCID também vai realizar congresso, António Monteiro presidente desse partido pode voltar a entrar na corrida.
Prevê-se também a instalação do Tribunal Constitucional, reivindicado por extractos de sociedade, com incidência para o principal partido da oposição, que no parlamento tem insistido nessa matéria.

Ainda em 2013 está prevista a inauguração do estádio nacional, infra-estrutura financiada pela cooperação chinesa, que irá acolher jogos de futebol, pista de atletismo para oito corredores, outras disciplinas do atletismo, lojas e outros espaços. O estádio nacional terá capacidade para 15 mil espectadores.

Alguns analistas prevêem o ano de 2013 como difícil, já que a crise internacional não dá grandes sinais de abrandamento, situação que irá complicar ainda mais, a vida de muitas famílias cabo-verdianas.

Antevendo um ano difícil, o Presidente da república, Jorge Carlos Fonseca, chama atenção para a necessidade de se apertar cinto, numa clara alusão à redução de gastos, sobretudo das despesas públicas.

Já o Primeiro-ministro, José Maria Neves, pede para os cabo-verdianos encararem o futuro com esperança, afirmando que Cabo Verde sempre foi um país de dificuldades e que os cidadãos do arquipélago souberem ultrapassar os problemas com determinação.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 16 de Abrili
|| 0:00:00
...
 
🔇
X
16.04.2014
Vídeo

Vídeo "Temos muitos problemas na Guiné-Bissau", Abel Incada, candidato presidencial

Os guineenses foram às urnas a 13 de Abril e estão expectantes num novo Governo de paz e estável
Vídeo

Vídeo África do Sul vai a votos a 7 de Maio

Na África do Sul, o ANC está em campanha difícil para segurar o seu domínio no Limpopo, onde ganhou 85 por cento dos votos em 2009.
Vídeo

Vídeo Pistorius está no banco dos réus e a acusação tem sido dura

Os acusadores tentaram descrever o atleta sul-africano Oscar Pistorius como egoísta e abusivo durante o segundo dia de interrogatório no seu julgamento por homicídio.
Vídeo

Vídeo A luta dos medicamentos baratos

O Governo da África do Sul vai aprovar reformas sobre propriedade intelectual – incluindo patentes de medicamentos – que para activistas de saúde poderão permitir que mais sul-africanos possam ter acesso a medicamentos genéricos,
Mais Vídeos