sábado, 30 maio, 2015. 04:20 UTC

Notícias / Angola

Polícia vai intensificar vigilância fronteiriça em Cabinda

O comando provincial da polícia nacional vai aumentar os níveis de operacionalidade em Cabinda para reforçar o programa de combate à criminalidade.

Patrulha em Cabinda (foto de arquivo)
Patrulha em Cabinda (foto de arquivo)
José Manuel
O comando provincial da polícia nacional vai aumentar os níveis de operacionalidade em Cabinda para reforçar o programa de combate à criminalidade.

De acordo com o comandante provincial da polícia, comissário Eusébio Almeida e Costa, apesar de se ter minimizado os níveis dos crimes violentos ao longo do ano que está a terminar, a polícia vai trabalhar com outros órgãos de defesa e segurança para se acabar com os bandos criminosos.

Cabinda tem vivido um período anormal com a emigração. Sobre este particular Eusébio de Almeida e Costa disse que o Ministério do Interior vai reforçar o controlo das fronteiras e intensificar o combate à imigração ilegal e à inviolabilidade das fronteiras.

O comando da polícia quer estreitar o relacionamento com a população mediante a realização de trabalhos de sensibilização por via de programas radiofónicos, palestras em locais de maior concentração para a prevenção dos índices de sinistralidade rodoviária.

Eusébio de Almeida e Costa apelou aos efectivos da polícia em Cabinda a estarem de mãos dadas com a população para a consolidação do sentimento de segurança.

É propósito do alto comando da polícia em Cabinda melhorar a actuação dos órgãos operativos no tratamento de informações e na instrução processual.

Para a passagem do ano o comando provincial da polícia nacional vai colocar a rua mais de 3 mil polícias para garantirem a ordem e tranquilidade públicas e no asseguramento dos locais de maior concentração da população.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Qui 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sexta-feira 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Sakala: "Huambo é caso para tribunal internacional; Cabinda devia ser região autónoma"i
X
29.05.2015 15:05
Alcides Sakala, porta-voz da UNITA, principal partido da oposição em Angola, fala do caso Kalupeteka (dezenas de pessoas morreram de forma misteriosa), considerando-o o ponto mais alto das violações dos direitos humanos. Cabinda por seu lado devia ser autónoma como a Madeira. Entrevista a 22 de Maio
Vídeo

Vídeo Sakala: "Huambo é caso para tribunal internacional; Cabinda devia ser região autónoma"

Alcides Sakala, porta-voz da UNITA, principal partido da oposição em Angola, fala do caso Kalupeteka (dezenas de pessoas morreram de forma misteriosa), considerando-o o ponto mais alto das violações dos direitos humanos. Cabinda por seu lado devia ser autónoma como a Madeira. Entrevista a 22 de Maio
Vídeo

Vídeo Protestos em Bujumbura

O ambiente em Bujumbura continua sob muita tensao. Hoje foi dia de protestos na capital do Burundi
Vídeo

Vídeo Manchetes do Mundo 25 de Maio 2015

As imagens noticiosas do mundo
Mais Vídeos