segunda-feira, 08 fevereiro, 2016. 16:40 UTC

    Notícias / Angola

    Governo de Cabinda deve 82 milhões de dólares a empresas locais

    Muitas empresas estão endividadas e com atrasos na regulação de impostos e no pagamento de salários aos trabalhadores

    Plataforma petrolifera em Cabinda (Novo Jornal)
    Plataforma petrolifera em Cabinda (Novo Jornal)
    José Manuel
    O governo da província de Cabinda deve mais de 82 milhões de dólares a empresas do ramo de prestação de serviços no enclave.

    A dívida já remonta à governação de Aníbal Rocha em 2009, e se arrastou ao executivo de Mwet João Baptista que foi entretanto acusado por empresários, num documento tornado publico em meados deste ano, de ter asfixiado o empresariado local por alegadas questões politicas.

    O não pagamento da divida, segundo alguns empresários interpelados pela Voz da América, está a contribuir para o empobrecimento da classe e a levar algumas empresas a declararem, prematuramente, a sua falência.


    Entretanto, o governo central, nas vésperas das eleições gerais, anunciou o pagamento da dívida.

    A promessa já não se efectivou por alegada falta de capitalização no tesouro nacional, devido à contradição de dados entre o valor real da dívida e o valor autorizado na altura pela presidência da República, para se resolver o diferendo.
    O forúm foi encerrado
    Comentário
    Comentários
         
    por: Filho de Cabinda de: Tchiowa
    27.11.2012 20:41
    O MPLA, nunca se interexou pelo povo de Cabinda,82 milhoes, como acabar com crise em Cabinda? paralem dixo, vamos ao Campo Petrolifero do Malongo, saber o salario de miseria que 1 Cabinda recebe (usd290), faz sentido?


    por: Anónimo
    23.11.2012 15:13
    MAIS UMA FINTA VINDA NA ......ORDEMS SUPERIORES...

    Resposta

    por: Babakakua de: Paris (França)
    29.11.2012 06:48
    Esse comportamento, já conhecido do povo do enclave, há-de trazer as suas consequências em tempo próprio pois, a cada fase pré-eleitoral, o mpla faz promessas ao poovo de cabinda apenas para fins eleitoralistas; tal foi o caso do porto há mais de 20 anos, um tal fundo FICA desde 2008, e agora estradas modernas, outra vez o porto, e o pagamento da dívida de quase 82 milhões de usd. O povo deixou de ser aquele dos anos 60, e o silêncio não deve continuar a ser visto como um acto de medo, mas por vezes de reflexão. A seguir. . . . . . . .

    Siga-nos

    Rádio

    AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

    Sexta 16:30 - 17:30 UTC
     

    AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

    Seg-Qui 17:00 - 18:30 UTC
     

    AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

    Sexta-feira 17:30 UTC
     

    AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

    Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

    Os Nossos Vídeos

    Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
    Acesso à Internet em Maputo: Mulheres vs Homens - Que soluções?i
    || 0:00:00
    ...  
     
    X
    07.02.2016 06:49
    Fernanda Lobato aponta as dificuldades que as mulheres moçambicanas enfrentam no acesso à tecnologia, à saúde, a bens essenciais
    Vídeo

    Vídeo Acesso à Internet em Maputo: Mulheres vs Homens - Que soluções?

    Fernanda Lobato aponta as dificuldades que as mulheres moçambicanas enfrentam no acesso à tecnologia, à saúde, a bens essenciais
    Vídeo

    Vídeo Filhos de Jonas Savimbi levam empresa de jogo Call of Duty a tribunal

    Em causa está um milhão de dólares de indemnização por danos morais Entrevista dada à AFP
    Vídeo

    Vídeo Como Chegar à Casa Branca II

    O caminho para a Casa Branca depende de muitos factores Um deles é sem dúvida o financiamento - quanto mais dinheiro tiver, melhor para o candidato Este é o 2º vídeo que explica como decorre a campanha presidencial nos Estados Unidos até ao dia da eleição do Presidente
    Mais Vídeos