terça-feira, 16 setembro, 2014. 09:24 UTC

Notícias / Angola

Agricultura em Cabinda a espera de apoios do governo e da banca

Falta de investimentos e pequenos agricultores entregues a sua sorte fazem da agricultura o parente pobre de desenvolvimento na província nortenha de Angola

Produção agrícola continua assente numa agricultura familiar de subsistencia, não mecanizada e dominada também pela presença de mulheres
Produção agrícola continua assente numa agricultura familiar de subsistencia, não mecanizada e dominada também pela presença de mulheres

Multimédia

Áudio
José Manuel
O sector de agricultura em Cabinda é o que menos cresce e está longe de produzir produtos de consumo a população local. Esta situação deve-se a a falta de investimentos e a concessão de creditos aos pequenos agricultores.

Segundo indicadores do sector da agricultura em Cabinda o pouco que se tem investido tem sido canalizado na aquisição de gado que entretanto tem beneficiado uma frange de governantes.

O director provincial de Agricultura pescas e Ambiente disse aos jornalistas existir um grande interesse de investidores em inverter o quadro do sector mas espera que hajam mais financiamentos quer a nivel do governo quer a nivel do sector Bancario.

Tati Luemba avançou igualmente que este ano está prevista a reabilitação das fazendas de cacau e de  cafe   e ao relançamento da agricultura familiar.

Entretanto, os agricultores encaram com preocupação é a invasão de áreas agricolas  por pessoas, principalmente em zonas  reservadas pelo Estado  destinadas à implantação de projectos agropecuários e industriais.

Os agricultores acusam as Administraçoes Municipaias de serem coniventes da situação, por estarem permanentemente a emitir licenças de construção ostentadas pela maioria dos elementos que ocupa ilegalmente os terrenos agricolas.

A invasão está a decorrer sob o olhar silencioso do governo provincial de Cabinda que tem concedido licenças de loteamento de terras em zonas de agricultura familiar com pretexto urbanísticos.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Prostituição infantil em Nairobii
|| 0:00:00
...
 
🔇
X
13.09.2014 03:03
Na favela de Korogocho, em Nairobi, raparigas com apenas 15 anos de idades dedicam-se à prostituição como meio de ganhar a vida. Elas são o alvo de uma organização não-governamental chamada Iniciativa Miss Koch, que tem realizado o trabalho de resgatar essas menores e com resultados positivos.
Vídeo

Vídeo Prostituição infantil em Nairobi

Na favela de Korogocho, em Nairobi, raparigas com apenas 15 anos de idades dedicam-se à prostituição como meio de ganhar a vida. Elas são o alvo de uma organização não-governamental chamada Iniciativa Miss Koch, que tem realizado o trabalho de resgatar essas menores e com resultados positivos.
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 12 Setembro 2014

As noticias de Africa que fazem manchete
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 11 setembro 2014

Noticias da America em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 10 Setembro 2014

As imagens das noticias de Africa
Vídeo

Vídeo Manchetes americanas 9 Setembro 2014

As notícias da America em vídeo
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 9 Setembro 2014

As notícias de África em vídeo
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 8 Setembro 2014

As imagens noticiosas de Africa
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 5 Setembro 2014

O que faz noticia em Africa
Vídeo

Vídeo Chegada de Dhalakama a Maputo

O presidente de Moçambique Armando Guebuza e o líder da Renamo Afonso Dhlakama subscreveram hoje, 5, os documentos que integram o acordo de paz, assinado na semana passada pelo Governo e pelo principal partido da oposição.
Mais Vídeos