segunda-feira, 22 dezembro, 2014. 23:25 UTC

Brasil

Oscar Niemeyer: A despedida de um dos maiores nomes da arquitectura mundial

Arquitecto brasileiro assinou projectos importantes nos EUA, Europa e África

Oscar Niemeyer
Oscar Niemeyer
Maria Cláudia Santos
O corpo do arquitecto brasileiro Óscar Niemeyer será enterrado nesta sexta-feira (7), no Rio de Janeiro, depois de ser velado na cidade que é o cartão postal do Brasil e também na capital, Brasília, que ele projectou.

A despedida do ícone da arquitectura acontece sob um clima de comoção que toma conta do Brasil inteiro. A história e importância do arquitecto são lembradas pela imprensa, por autoridades em vários eventos e até nas rodas informais de conversas. 

O prefeito Eduardo Paes decretou, hoje, luto oficial de três dias, no Rio de Janeiro, pela morte do arquitecto. Niemeyer morreu na noite desta quinta-feira, 5, aos 104 anos, vítima de infecção respiratória, depois de ser hospitalizado várias vezes este ano.

Apontado como o maior arquitecto da história brasileira e um dos maiores e mais conhecidos do mundo, Niemeyer foi considerado um génio e um revolucionário na actividade que exercia. Como afirmou a presidente brasileira Dilma Rousseff, a história do arquitecto não cabe nas pranchetas e poucos sonharam tão intensamente como ele.

Para o ministro Joaquim Barbosa, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) as obras de Niemeyer, unindo arquitectura e poesia, expressaram os limites elevados da genialidade brasileira e ajudaram a projectar o nome do Brasil no exterior.

Óscar Niemeyer nasceu no dia 15 de Dezembro de 1907, no Rio de Janeiro. Em 2007, quando completou 100 anos, o homem que desafiou o traço recto da arquitectura, demonstrou com bom humor que desconhecia o motivo da longevidade. “Nem sei porque durei tanto...”

O brasileiro Óscar Niemeyer começou a carreira de grande destaque ao projectar os pontos turísticos da cidade de Belo Horizonte, em Minas Gerais. O arquitecto fez o conhecido complexo da “Pampulha”, formado pela Igreja de São Francisco de Assis, a Casa do Baile, o Casino e o Iate Clube.

Com linhas originais, Niemeyer fez da Pampulha um dos maiores exemplos da arquitectura modernista brasileira. O governador de Minas Gerais, António Augusto Anastásia, lembrou que no Estado, mais do que em qualquer outro lugar, Niemeyer nunca será esquecido. 

Depois de começar a se destacar em Belo Horizonte, Niemeyer deixou sua marca em cartões portais de outras partes do país. As obras mais conhecidas estão em Brasília, onde desenhou o Palácio da Alvorada, o Congresso Nacional, o Palácio do Planalto e a Catedral Metropolitana de Brasília.

Em São Paulo, projectou o Parque do Ibirapuera e o Memorial da América Latina. Em Curitiba, o Museu Óscar Niemeyer. No Estado do Rio de Janeiro, o Museu de Arte Contemporânea de Niterói e o Sambódromo da Marquês de Sapucaí, palco do carnaval, na cidade do Rio de Janeiro.

No exterior, estão entre as obras do brasileiro que devem ser destacadas a sede das Nações Unidas, em Nova Iorque, a sede do Partido Comunista Francês, em Paris, além do projecto da Universidade Constantine, na Argélia.

O arquitecto brasileiro Óscar Niemeyer sempre uniu arquitectura e poesia, sendo, por isso, chamado por muitos de “poeta das curvas”. A sensibilidade da alma desse brasileiro, que conquistou o mundo, era observada em várias de suas declarações, uma delas é muito lembrada no Brasil nessa despedida ao arquitecto: foi quando ele disse que “a vida é um sopro”.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Qui 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sexta-feira 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 22 Dezembro 2014i
X
22.12.2014 20:36
As princesas africanas
Vídeo

Vídeo Medo na América em 2014

A América faz o flashback de 2014 e neste vídeo estão alguns dos temas que mais aterrorizaram os Estado Unidos este ano
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 19 Dezembro 2014

As imagens noticiosas de Africa
Vídeo

Vídeo Gozar com Kim Jong Un é assunto sério

O filme " A Entrevista" com James Franco e Seth Rogen foi realizado, mas a Sony Pictures Entertainment cancelou a sua estreia. O que prometia ser um sucesso de bilheteiras para Hollywood tornou-se num pesadelo entre ameaças da Coreia do Norte aos Estados a ataques de pirataria à Sony Pictures.
Vídeo

Vídeo Presidente Obama fala aos cubanos

"Ao povo cubano, os EUA estendem a sua mão de amizade"
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 18 Dezembro 2014

As imagens noticiosas de Africa
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 17 Dezembro 2014

As imagens das noticias de Africa
Mais Vídeos