sábado, 30 maio, 2015. 10:23 UTC

Notícias / África

Liga dos Direitos Humanos saúda escolha de Ramos Horta para representar ONU na Guiné-Bissau

O Nobel da Paz esteve na Guiné-Bissau em várias crises políticas o que o torna uma figura apreciadora da realidade política e social guineense.

José Ramos-Horta, ex-Presidente de Timor-Leste
José Ramos-Horta, ex-Presidente de Timor-Leste
Lassana Casamá
Foi uma escolha feliz do Secretário-geral da ONU. É assim que a Liga Guineense dos Direitos Humanos, uma notável e reputada voz da sociedade guineense, qualificou a escolha de Ramos Horta para dirigir o escritório das Nações Unidas na Guiné-Bissau, em substituição do Ruandês Joseph Mutaboba.

A figura de Ramos Horta pode não corresponder a vontade de algumas correntes das actuais autoridades de transição.


Enfim, na entrevista a Voz de América, o Presidente da Liga Guineense dos Direitos Humanos, acredita que o aparente incidente de comunicação entre as autoridades militares e o Nobel de Paz, aquando do golpe de Estado de 12 de Abril, estaria longe de um reflexo pessimista entre Horta o poder de Transição.

O Presidente da Liga, Luís Vaz Martins, reagiu a nomeação de Ramos Horta para o cargo do Representante Especial do Secretário-geral das Nações Unidas para a Guiné-Bissau.

O Nobel de Paz esteve na Guiné-Bissau em várias crises políticas, o que lhe torna uma figura apreciadora da realidade política e social guineense. Nestas ocasiões, Ramos Horta dirigiu as negociações, mediou os conflitos e fez ultrapassar os problemas.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Qui 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sexta-feira 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Passadeira Vermelha #17: Sylvester Stallone em Bollywood e Johnny Depp preso por ter cãoi
X
30.05.2015 07:11
Emily Blunt "cascou" no festival de Cannes e saiba porquê que J Depp pode ser preso por 10 anos. Sylvester Stallone também tem novidades para nós. Confira o vídeo!
Vídeo

Vídeo Passadeira Vermelha #17: Sylvester Stallone em Bollywood e Johnny Depp preso por ter cão

Emily Blunt "cascou" no festival de Cannes e saiba porquê que J Depp pode ser preso por 10 anos. Sylvester Stallone também tem novidades para nós. Confira o vídeo!
Vídeo

Vídeo Sakala: "Huambo é caso para tribunal internacional; Cabinda devia ser região autónoma"

Alcides Sakala, porta-voz da UNITA, principal partido da oposição em Angola, fala do caso Kalupeteka (dezenas de pessoas morreram de forma misteriosa), considerando-o o ponto mais alto das violações dos direitos humanos. Cabinda por seu lado devia ser autónoma como a Madeira. Entrevista a 22 de Maio
Vídeo

Vídeo Protestos em Bujumbura

O ambiente em Bujumbura continua sob muita tensao. Hoje foi dia de protestos na capital do Burundi
Mais Vídeos