quinta-feira, 30 julho, 2015. 08:08 UTC

Programas Especiais / A Sua Saúde

Campanha em curso para vacinar raparigas contra Papiloma Humano

Está em curso nos países em desenvolvimento uma campanha de vacinação para proteger 180 mil raparigas do cancro cervical.

x
Uma campanha levada a cabo pela GVAI, uma parceria público/privada especializada em maior acesso à vacinação em países em desenvolvimento.
A maior parte deste tipo de cancro é provocado por várias estirpes do vírus papiloma humano, ou HPV.

Um vírus que se transmite através do sexo.

Estima-se que uma mulher morra a cada dois minutos de cancro cervical. Ou seja este tipo de cancro mata mais mulheres do que problemas ao dar à luz.
Estima-se que cerca de 275 mil mulheres morram deste cancro anualmente – das quais 85% no mundo em desenvolvimento.

Assim sem uma intervenção o número poderá quase que duplicar até 2030.
Todavia há alguns mitos sobre o cancro que é preciso referir.
Uma é que o cancro não é uma doença transmissível.

Apesar de ser uma doença causada por questões genéticas e outras anormalidades, uma grande parte dos cancros é infeccioso.

Outro mito é que o cancro não é doença apenas do mundo desenvolvido como há também muitos no mundo em desenvolvimento.

Muitas outras vacinas são dadas a bebés ou às crianças. Por exemplo a vacina HPV é ministrada às raparigas entre os 9 e os 13 anos e só é eficaz antes da infecção viral que provoca o cancro cervical.

Mas um teste como o papa Nicolau pode ajudar a detectar mudanças que se verificam quando uma jovem rapariga está infectada com este vírus – o papiloma humano.

O melhor teste, para este caso, em que se recolhem amostras das células da cérvix pode não estar disponível em muitos países em desenvolvimento.
A vacina HPV vai ser agora administrada no Gana, Quénia, Madagáscar, Malawi, Níger, Serra Leoa e Tanzânia (isto na África subsaariana) e ainda no Laos, o único pais asiático a participar.

Serão vacinadas, primeiramente, 180 mil raparigas. A vacina será dada nas escolas, mas será feito um esforço para vacinar as raparigas que não vão à escola.
O objectivo vai ser o de até 2015 se vacinar raparigas em mais de 20 países, cerca de um milhão, e em 2020 espera-se que sejam já 40 países e 30 milhões de raparigas.

Agora a parceria está em conversações com as farmacêuticas sobre o custo de cada dose da vacina HPV.

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Qui 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sexta-feira 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Americanas 29 de Julho 2015i
|| 0:00:00
...  
🔇
X
29.07.2015 18:46
Vídeo

Vídeo Amy Winehouse - o filme

No documentário, Amy, o realizador Asif Kapadia conta a história do nascimento e queda da super estrela do jazz Amy Winehouse. Usando filmes caseiros feitos por amigos e produtores de Amy, concertos, entrevistas públicas e sessões de gravações, Kapadia criou um retrato fantástico da cantora
Vídeo

Vídeo Sudão: música salva pessoas da morte

Em 2012 o realizador sudanês Hajooj Kuka realizou um documentário entre os refugiados da Guerra civil no Nilo Azul, Sudão, e na região montanhosa de Nuba. E surpreendeu-se com o que ali viu – a música estava a ajudar a salvar pessoas que estavam a ser alvo de ataques aéreos do seu próprio governo
Vídeo

Vídeo Marvel Comics lança um novo Homem-Aranha: Miles Morales

Seja em quadradinhos ou na tela do cinema, fãs estão acostumados a ver Peter Parker por trás do Homem-Aranha. Mas isto está a mudar. A Marvel Comics lançou Miles Morales para substituir Peter Parker em uma nova série de quadradinhos. Ele é metade latino e metado afro-americano e já é bem popular.
Mais Vídeos