domingo, 25 janeiro, 2015. 10:14 UTC

Notícias / Angola

Angola: Procurador geral deve demitir-se, diz PRS.

Jornal português diz que Joao Maria Sousa esteve envolvido em "fraude e branqueamento de capitais"

Estátua da justiça. Procurador devia afastar-se, diz PRSEstátua da justiça. Procurador devia afastar-se, diz PRS
x
Estátua da justiça. Procurador devia afastar-se, diz PRS
Estátua da justiça. Procurador devia afastar-se, diz PRS
Redacção VOA
O procurador geral de Angola devia colocar o seu lugar à disposição enquanto decorrem as investigações na justiça portuguesa sobre actividades ilegais em que ele esteve alegadamente envolvido,  considera o PRS.




A declaração deste partido segue-se à publicação de uma notícia em Portugal segundo a qual o Procurador João Maria Sousa estava a ser investigado pelas autoridades portuguesas por alegado envolvimento em “fraude e  branqueamento de capitais”.

A procuradoria angola respondeu num comunicado de impressa publicado pela imprensa estatal angolana considerando como sendo “despudorada” e “desavergonhada” a forma como o segredo de justiça é “sistemàticamente” violado em Portugal em casos relativos a “honrados” cidadãos angolanos.

O Partido de Renovação Social considera que o Procurador Geral de República  devia ao invés de se insurgir contra a comunicação social daquele país europeu devia suspender as suas actividades enquanto decorrem as investigações.

O pensamento do PRS foi expresso à   Voz da América pelo seu porta-voz Joaquim Nafoia.

“Ele devia demitir-se e colocar-se à disposição da Justiça portuguesa e não escudar-se por detrás das instituições angolanas para esconder os seus crimes”, disse.


A   PGR de Angola classificou a notícia como “vexatória” e considera que peca por “falta de ética, profissionalismo e objectividade por parte de quem violou o segredo de justiça e de quem, de má-fé a veiculou”.

Joaquim Nafoia disse que, com esta atitude,  a PGR fez um papel ridículo e recordou que o procurador já teve envolvido anteriormente em outras controvérsias.
O forúm foi encerrado
Comentário
Comentários
     
por: joao antonio de: lobito angola
02.03.2013 09:43
o pgr tem que escolher ou ser caixeiro viajante do regime ou prestar fidelidade a lei , portugal tem um sistema juridico independente e integro pois tais incompactibilidades inconstitucionais nao passam nem no paqrlamento,nem na justica e nem o povo portugues aceita compactuar com esse trafico de influencias corruptivas que vizam o empobrecimento da nacao que se que redimir junto aos povos que fez sofrer durante anos. para o pgr deste pais digo que de a cesar o que e de cesar e a deus o que e de deus

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Qui 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sexta-feira 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Prisioneiros do Quenia Batalha pela reintegraçãoi
|| 0:00:00
...  
🔇
X
23.01.2015 20:54
Depois de ter estado na prisao é difícil encontrar trabalho e ser aceite na cidade. Um grupo de ex-presos em Nairobi querem provar que ha vida depois do crime. (Janeiro 2015)
Vídeo

Vídeo Prisioneiros do Quenia Batalha pela reintegração

Depois de ter estado na prisao é difícil encontrar trabalho e ser aceite na cidade. Um grupo de ex-presos em Nairobi querem provar que ha vida depois do crime. (Janeiro 2015)
Vídeo

Vídeo Vacinas para o Ebola

A pior crise do Ebola na historia do mundo entrou no segundo ano. Os cientistas estao a desenvolver uma vacina contra este virus mortal. (Janeiro 2015)
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 23 Janeiro 2015

As imagens das noticias de Africa
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 22 Janeiro 2015

As imagens das noticias africanas
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 21 Janeiro 2015

Imagens noticiosas afrcianas
Vídeo

Vídeo American Sniper: A história de um atirador americano que matou mais de 160 pessoas

Nomeado para o Oscar de Melhor Drama, o filme de Clint Eastwood baseia-se na história real de Chris Kyle, um oficial da Marinha americana que serviu no Iraque por quatro vezes como atirador profissional. O filme explora o efeito da guerra na psique humana
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 20 Janeiro 2015

As imagens noticiosas de Africa
Mais Vídeos