terça-feira, 21 outubro, 2014. 18:20 UTC

Notícias / Angola

Primeiro destruíram-lhes as casas e agora vão para a prisão

Habitantes do Cacuaco submetidos a julgamento por habitação ilegal

Helson Hossi pai of José Mambuco Kuenha e irmãoPaulo Abreu com os "custos" judiciais.Helson Hossi pai of José Mambuco Kuenha e irmãoPaulo Abreu com os "custos" judiciais.
x
Helson Hossi pai of José Mambuco Kuenha e irmãoPaulo Abreu com os "custos" judiciais.
Helson Hossi pai of José Mambuco Kuenha e irmãoPaulo Abreu com os "custos" judiciais.
Coque Mukuta
Dezenas de pessoas que  viram as suas casas destruídas pelas autoridades nos arredores de Luanda fazem face agora a penas de prisão por terem habitação ilegal na zona.



Familiares de presos disseram à Voz da América que os julgamentos se têm processado de modo sumário, sendo os réus condenados a prisão e ao pagamento de multas.

Conforme a Voz da América  noticiou dezenas de habitações foram recentemente destruídas pelas autoridades no Cacuaco numa operação envolvendo forte dispositivo policial.

Segundo os moradores do bairro Mayombe mais de cinco dezenas de cidadãos encontram-se detidos em diversas cadeias de Luanda e Caxito acusados de ocupação ilegal terras.

Helson Hossi pai de José Mambuco Kuenha um dos réus disse à nossa reportagem que os julgamentos são dirigidos pelo juiz Manuel Paixão Ferreira e que nesses julgamentos o juíz se limita a perguntar onde o réu vivia.

Com a resposta confirmando o Cacuaco o réu é imediatamente condenado a prisão e/ou multa.

Ordem do tribunalOrdem do tribunal
x
Ordem do tribunal
Ordem do tribunal
Paulo Abreu parente do réu Agostinho Massessi denunciou que o tribunal havia cobrado um taxa para 74.000 kwanzas como custos judiciais para as solturas dos seus familiares mas mesmo assim continuam presos.

A Administradora Municipal do Cacuaco, Rosa Janota dos Santos, tinha anteriormente afirmado à  Voz da America que as demolições em curso não são um plano municipal mas sim nacional acrescentando que já se está a trabalhar no reassentamento dos desalojados.

As demolições, disse ela,  visam a colocação de uma vista turística naquela zona
Mais de trezentas famílias continuam ao relento nos bairros Mayombe, Baixa de Cassange, Sequele 1 e 2.
O forúm foi encerrado
Comentário
Comentários
     
por: Prof.Kiluange de: new York City
20.02.2013 23:09
Vumby,
Espero que tudo vai bem ai p'ro teu lado.... aqui vai mais um artigo

Operativos da nossa contra Inteligência confirmam que amigos e indivíduos pertencentes à família de José Eduardo dos Santos,General Helder Viera Dias “Kopelipa”, Manuel Domingos,etc.,terão comprado ao governo angolano terras públicas (rurais, principalmente) `a preços acessíveis.Essas terras localizadas em Benguela, Bié, Cunene, Cabinda,Huambo,Kuando-Kubango, Kwanza-Norte, Kwanza- Sul, Lunda-Norte, Lunda-Sul, Malange, Namibe, Moxico, Namibe,Uíge e Zaire foram posteriormente vendidas aos estrangeiros (chineses, maioritariamente) 125% mais do que o preço inicial... O caso é ainda mais perverso em Luanda, onde as demolições arbitrárias e "apropriações selváticas" das terras públicas tornaram-se numa horrenda afronta à dignidade humana!!! Dos Santos esteve sempre envolvido directamente com negócios de terras públicas...em Novembro de 2010, segundo a vozpopuli.com, o seu ministro de transporte terá-lhe apresentado um projecto de 7 mil casas pré-fabricadas a preço de 250 milhões, que deveria ser financiado por Wen Hai Ye Wang, (Luis Ye)...Dos Santos deu o seu aval de imediato, mas o projecto nunca se concretizou... Ye Wang tinha adquirido os fundos ilicitamente na espanha, onde está em contas com a justiça local...Os operativos confirmam também que a nova burguesia angolana (leia-se parasitas deliquentes) tem optando muito no negócio internacional de troca directa (barter)...é assim, fulano de Luanda precisa X de Lisboa e contacta o cicrano nessa cidade que precisa de Y em Luanda...ora, o valor de X é igual a Y, sem alguma troca monetária directa!Fazem-no também os estrangeiros residentes em Angola , congoleses, brazileiros, malianos, portgueses,senegales,vietnamitas etc.,... mas são chineses os mais perigosos entre os quais!!!Empresas chinesas subsidiadas pelo seu governo financiam os cidadãos chineses a comprarem bens imóveis e fixarem residência em Angola.Companhias brazileiras, por exemplo, preferem ir buscar mão de obra barata apartir da china,em detrimento da nossa força de trabalho.E tudo isso tudo isso só é possível graças à cumplicidade de José Eduardo dos Santos e seus comparsas locais...Se os 265 mil chineses não se retirarem de Angola ,dentro de 10 anos teremos 3 `a 5 milhões seus descendentes, isso sem contar com os portugueses e cubanos que aos poucos vão exterminando os autóctones no centro e sul da nossa terra.O melhor que nos resta, e se essa for a vontade de interpertarmos a realidade!,é a reforma imediata e compulsiva de José Eduardo dos Santos, criação de uma comissão de transição, retirada dos chineses, reestruturação do sistema jurídico, dissolução do parlamento, renegociação da dívida com governos estrangeiros, etc.etc, etc.


Referência bibliográfica :
Por: Ó. López-Fonseca
LA LUCHA CONTRA EL CRIMEN ORGANIZADO
http://www.vozpopuli.com/nacional/16173-un-jefe-mafioso-chino-invirtio-en-angola-decenas-de-millones-de-euros-evadidos-de-espana

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 21 Outubro 2014i
|| 0:00:00
...
 
🔇
X
21.10.2014 18:07
As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 21 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Ébola: Um Poema para os Vivos

O filme da Chocolate Moose é uma animação desmistificando o Ébola, explicando a doença através do caso de um menino infectado. A VOA fez a dobragem do vídeo original na voz de Mayra de Lassalette. Saiba mais no link http://tinyurl.com/l7vgtjv
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 17 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Nascimentos na Libéria em tempos de Ébola

O hospital JFK na Libéria tinha encerrado a maternidade, devido ao Ébola, mas urge agora reabrir o serviço que já fez 93 partos desde que voltou a abrir
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 15 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Libéria: Os bravos que recolhem os corpos das vítimas de Ébola

Na Monróvia, capital da Libéria, uma jovem não aceitou ir para o hospital quando os técnicos de saúde assim o solicitaram. E a comunidade em que vivia também não. A jovem morreu e muitos da comunidade estão infectados com Ébola e isto já começa a ser uma história comum na Libéria
Vídeo

Vídeo Qual é o significado estratégico de Kobani?

Kobani continua a ser palco de intensos combates entre militantes do grupo Estado Islâmico (ISIS ou ISIL) e forças curdas. Os EUA levaram a cabo mais ataques aéreos. A ONU adverte para o possível massacre de centenas de civis se a cidade cair totalmente nas mãos dos extremistas islâmicos.
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 13 Outubro 2014

As noticias de Africa em video.
Mais Vídeos