sábado, 02 agosto, 2014. 04:30 UTC

Notícias / Angola

Sul de Angola poderá estancar a malária

País precisa de milhões de redes mosquiteiras

Angola: Malária é a primeira causa de mortalidade no país
Angola: Malária é a primeira causa de mortalidade no país
Armando Chicoca
As autoridades centrais de saúde em Angola afirmam que existe a possibilidade de se estancar a malária no país, nos próximos 5 anos, começando pela região sul de Angola, segundo disse o membro da equipa técnica do programa nacional de luta contra a malária, Dr Nelson Saraiva.




O Dr Saraiva disse que a malária continua a ser endémica no país mas que a prevalência não é homogénea.

Há características diferentes em três zonas do país mas as particularidades de cada uma das três zonas do pais, permitem adoptar medidas que visem um combate sério e travar a mortalidade por malária.

Aquele responsável, descreveu a zona norte a mais preocupante, portanto cinzenta, a do centro estável, enquanto que a região sul de Angola caracterizada como sendo cíclica e com maior probabilidade de erradicação da doença nos próximos 5 anos.

A equipa técnica do programa nacional de luta contra malária, constatou que os níveis da malária na Província do Namibe abaixaram consideravelmente, fruto das medidas de prevenção em curso nesta região sul de Angola, no âmbito do projecto pré-eliminação da malária em curso.

O Município do Tombwa é apontado como sendo satélite e por via disso, aconselha-se um trabalho árduo na educação das comunidade sobre a doença, o controlo dos agentes da malária, e também em consonância com outros sectores, trabalhar na melhoria do saneamento básico.

O programa de luta contra a malária necessita de oito milhões  de mosquiteiros para a população em risco, avaliada em 80%, no âmbito do programa de prevenção da doença, encontrando-se já no país, neste momento, quatro milhões mosquiteiros.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 1 Agosto 2014i
X
01.08.2014 20:33
Os títulos que marcaram o início do mês de Agosto
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 1 Agosto 2014

Os títulos que marcaram o início do mês de Agosto
Vídeo

Vídeo Ivan Collinson - Participante Yali

Ivan Collinson - Participante Yali. Veio de Moçambique e é director adjunto do registo académico da Universidade Eduardo Mondlane. Ivan sente-se mais africano depois de participar na Iniciativa Jovens Líderes Africanos nos EUA
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 31 Julho 2014

Câmara dos Representantes indicia processo contra Presidente Barack Obama
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 31Julho 2014

Da propagação do vírus do ébola, aos ataques do Boko Haram. Os títulos que marcam a actualidade de África
Vídeo

Vídeo Cadija Mané - Participante Yali

Cadija Mané - Participante Yali. Veio da Guiné-Bissau, onde trabalha como coordenadora da Casa dos Direitos. Regressa para a Guiné com mais determinação e força de vontade para mudar as coisas
Vídeo

Vídeo Vilma Nhambi - Participante Yali

Vilma Nhambi - Participante Yali. Veio de Moçambique e tem um projecto com mulheres e adolescentes nas zonas rurais.
Vídeo

Vídeo Selma Neves - Participante Yali

Selma Neves - Participante Yali, veio de Cabo Verde. É Presidente da Incubadora, uma cooperativa de empoderamento de mulheres e fica por mais dois meses para um estágio em Nova Iorque
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 29 Julho 2014

Os principais assuntos que fazem a actualidade dos Estados Unidos da América, com Bruna Ladeira
Vídeo

Vídeo Majo Joseph - Participante Yali

Majo Joseph - Participante Yali veio de Moçambique e a sua área de acção é a sociedade civil e seu empoderamento
Vídeo

Vídeo Akiules Neto - Participante Yali

Akiules Neto - Participante Yali. Veio de Angola e a sua vida são os números
Mais Vídeos