quarta-feira, 30 julho, 2014. 15:08 UTC

Notícias / Angola

Há igrejas ligadas ao branqueamento de capitais e ao terrorismo, diz ministro angolano

UNITA diz que alegações devem ser investigadas

Venâncio Rodrigues
A UNITA considera como sendo “muito grave” a alegação de que igrejas em Angola estão ligadas ao terrorismo conforme declarou no último fim de semana, em Luanda, um alto funcionário governamental.




O porta-voz da UNITA, Alcides Sakala disse à Voz da América que o assunto deve ser acompanhado com toda a responsabilidade.

“São pistas que têm de ser seguidas no sentido de se responsabilizar todos aqueles que estão por detrás destes actos”, disse.

Alcides Sakala admite que angolanos  possam estar envolvidos neste tipo de actuação, de uma forma ou de outra.

O director dos Assuntos Religiosos do Ministério da Justiça, Vitorino Mário, afirmou num programa da rádio estatal angolana que há igrejas em Angola ligadas ao crime organizado e financiamento do terrorismo.

“Temos várias igrejas ligadas à criminalidade organizada transnacional, ao branqueamento de capitais, financiamento do terrorismo e tráfico de seres humanos”, disse Vitorino Mário.

Por seu turno, o representante da Polícia Económica, Paulo de Jesus confirmou que   confissões religiosas que operam em Angola canalizam os proventos  arrecadados, usando métodos criminais mas reconheceu que a legislação é demasiado branda para desenco
O forúm foi encerrado
Comentário
Comentários
     
por: gomes de: alemanha
15.02.2013 22:05
olha nos somos cristao nao pertencemos a cultura arabe nos paises arabes matao o cristao no egipto paquistao nigeria indonesia e demas paises o cristao nao pode construir igreja. porque que tem que construir em angola tem que espulsar essa raca de viboras nos somos cristao e nao mussulmana


por: Jose Rui de: Luanda
14.02.2013 12:21
Antes de mais, gostaria lembrar que o termo igréja esta ligado a religião católica. Na religião Musulmana ou mahometana, os templos chamam-se mesquitas.
Angola sendo um estado laico, a nossa constituição, no seu art. 41º, protege a liberdade de religão e culto, combinado com o art. 25, os estrangeiros gozam dos mesmos direitos, garantias e proteçao do estado que os Angolanos, salvo algumas excepçoes. Concluindo os estrangeiros podem criar as suas Mesquitas em Angola sem nenhuma restrição, embora estejam sujeitos aos mesmos procedimentos administrativos que a abertura de igrejas.
Apenas temos que refletir sobre o impacto social a longo prazo....porque como é de conhecimento os Musulmanos, tem uma politica expansionista, e conservadora..não devemos nos esquecer que filho de Musulmano é Musulmano, não é como na religião Católica em que os filhos não são obrigados a praticar a religiao dos pais, e gozam de liberdade de consciencia.
Exponencialmente, em poucos anos teremos milhoes de Angolanos Musulmanos, a reclamarem pelo seu espaço, podendo criar conflitos sociais grave podendo mesmo levar a desintegraçao do nosso estado.


por: Matrindindi de: Lubango
14.02.2013 10:52
Meus senhores! quem se cala diante do mal, concente que tal aconteça. Os nossos governantes angolanos alguns deles tbem são terrorristas. Porque ficou fechado Aerosfram e quem são os governantes socios destas empresas.

Quem anda com o ladrão tambem é ladrão, deixemos de comer o pão amassado pelo diabo, denuciando estes malfeitores.

a CIA e a KGB devem ajudar a SISE e aos angolanos descobrir estes lacaios e manda-los ir embora. NDAPITAAAAAAAAAAA


por: holder leio de: Alemanhá
13.02.2013 16:31
Nós os Angolanos, nunca entendemos até hoje, o porque razáo, os Musulmanos,podem criar suas igrejas na nossa terra!-o Governo e o povo Angolano sabe muito bem de que este Igreja, é o Braco directo do Terrorismo Mundia.a igreja Mana, sáo Lavadores de Dinheiro e traficantes de capitais e Orgáo Humanos.Agora, queremos saber, o porque é que os Angolanos náo manifestam contra este malfeitores e gente de Má fé contra a Humanidade!-Angola, como Pais do terceiro Mundo e com mais problemas interno,náo tem Capacidade suficiénte para suportar este peso.por isso, aconselhamos o Governo para que repátria todos estes Musulmanos fora do nosso Pais.agente vive aqui na europa, vimos como eles se comportam.é um povo muito brutal em todas as suas maneira.
por favor, peco mais uma vez para que eles deixam Angola em paz o mais rápido possivel!!!

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Vilma Nhambi - Participante Yalii
X
30.07.2014 12:56
Vilma Nhambi - Participante Yali. Veio de Moçambique e tem um projecto com mulheres e adolescentes nas zonas rurais.
Vídeo

Vídeo Vilma Nhambi - Participante Yali

Vilma Nhambi - Participante Yali. Veio de Moçambique e tem um projecto com mulheres e adolescentes nas zonas rurais.
Vídeo

Vídeo Selma Neves - Participante Yali

Selma Neves - Participante Yali, veio de Cabo Verde. É Presidente da Incubadora, uma cooperativa de empoderamento de mulheres e fica por mais dois meses para um estágio em Nova Iorque
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 29 Julho 2014

Os principais assuntos que fazem a actualidade dos Estados Unidos da América, com Bruna Ladeira
Vídeo

Vídeo Majo Joseph - Participante Yali

Majo Joseph - Participante Yali veio de Moçambique e a sua área de acção é a sociedade civil e seu empoderamento
Vídeo

Vídeo Akiules Neto - Participante Yali

Akiules Neto - Participante Yali. Veio de Angola e a sua vida são os números
Vídeo

Vídeo Mamografias 3D revolucionam detecção do cancro da mama

Durante anos as mamografias desempenharam um papel vital na detecção do cancro da mama. Mas nem sempre conseguem identificar tumores perigosos. A tecnologia a três dimensões pode revolucionar a triagem e salvar vidas
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 25 Julho 2014

Os títulos que encerraram a semana no continente africano. Dos ataques do Boko Haram à expansão do vírus do ébola
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 24 Julho 2014

Os principais acontecimentos que marcam a actualidade americana na penúltima semana do mês de Julho
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 24 Julho 2014

Os principais títulos que marcam a actualidade de África nesta Quinta-feira
Mais Vídeos