sexta-feira, 05 fevereiro, 2016. 22:05 UTC

    Notícias / Angola

    Constituição angolana ainda causa polémica

    Três após ter sido promulgada nova carta fundamental ainda provoca divisões entre juristas

    Manuel José
    Três anos após a sua promulgação a constituição angolana continua a causar controvérsia.




    O jurista Marcolino Moco considera a aprovação dessa constituição como “um golpe de estado” mas outros juristas discordam.

    Por ocasião do 5 de Fevereiro, dia da promulgação da carta magna de Angola, a Voz da América ouviu vários especialistas em matéria de direito.

    Um deles, o antigo primeiro-ministro angolano Marcolino Moco diz que esta constituição representa “um golpe constitucional”.

    O facto do presidente da república ser eleito associado a um partido político e investido de inúmeros poderes é uma das razões que leva o jurista a fazer tal afirmação.

    É “uma constituição em que se prevê a eleição de um presidente de boleia a um partido político, (e) um presidente com excessivos poderes,” disse.

    Moco estabelece um paralelo entre a constituição e os golpes militares que se verificam nalguns países.

    Presidente de Angola, Eduardo dos SantosPresidente de Angola, Eduardo dos Santos
    x
    Presidente de Angola, Eduardo dos Santos
    Presidente de Angola, Eduardo dos Santos
    “Tal como nos golpes militares, os militares tomam conta da comunicação social, aqui temos a comunicação social tomada, tal como nos golpes  militares, os golpistas tomam conta da riqueza do país, aqui em Angola temos a mesma situação,” disse.

    No contraponto, o juiz -conselheiro do Tribunal Constitucional Raul Araújo considera prematuro tirar ilações sobre a eficácia da constituição.

    “O processo de adequação do próprio sistema jurídico à constituição ainda está a ser feito e a adaptação do sistema político e jurídico à nova constituição,” disse.

    Na mesma linha de pensamento, o jurista João Pinto acha normal alguma insatisfação face à actual constituição mas diz ser  necessária alguma ponderação nos julgamentos à mesma.

    “É  preciso humildade porque se formos a julgar todas as acções ou omissões não sei quem é que resta,” disse.

    De opinião contrária o causídico Pedro Caparacata pensa que o pior que aconteceu aos angolanos foi ver aprovar uma constituição que chama de aberrante.

    “Essa constituição foi a pior aberração que nós conhecemos no país porque os professores doutores copiaram pura e simplesmente partes de constituições de diversos países e apresentaram-na ao presidente da república como sendo novidade,” disse Caparacata.
    O forúm foi encerrado
    Comentário
    Comentários
         
    por: joaoa antonio de: lobito angola
    18.02.2013 09:12
    dividir para melhor reinar e o lema dos politicos no poder, quando o dr. marcolino moco diz que esta constituicao aprovada e um golpe constitucional e verdade mais lembrem'se que tambem o processo eleitoral foi um golpe constitucional a constituicao de angola que nao atribuia competencias jurisdicas oas organismos conforme a sua funcao e nest5e caso quem sai do nada para chefe em olhar os meios nao e de dar a minima confianca e consideracao o que esta a faltar e a copia daquilo que putin fez na russia de sair de presidente para ministro e de ministro para presidente ou entao entregar parcialmente e gradualmente os recursos aos seus filho e familiares ou ate aos abutre dos sonhos de agostinho neto

    Siga-nos

    Rádio

    AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

    Sexta 16:30 - 17:30 UTC
     

    AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

    Seg-Qui 17:00 - 18:30 UTC
     

    AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

    Sexta-feira 17:30 UTC
     

    AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

    Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

    Os Nossos Vídeos

    Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
    Manchetes Mundo 5 Fevereiro 2016i
    X
    05.02.2016 18:40
    Vídeo

    Vídeo Filhos de Jonas Savimbi levam empresa de jogo Call of Duty a tribunal

    Em causa está um milhão de dólares de indemnização por danos morais Entrevista dada à AFP
    Vídeo

    Vídeo Como Chegar à Casa Branca II

    O caminho para a Casa Branca depende de muitos factores Um deles é sem dúvida o financiamento - quanto mais dinheiro tiver, melhor para o candidato Este é o 2º vídeo que explica como decorre a campanha presidencial nos Estados Unidos até ao dia da eleição do Presidente
    Mais Vídeos