sábado, 01 novembro, 2014. 05:20 UTC

Notícias / Angola

Jovens ameaçam manifestações em Luanda

Autoridades continuam a não esclarecer desparecimetno de dois activistas

Kamulingue e Cassule
Kamulingue e Cassule
Manuel José
Sem que haja qualquer resposta das autoridades sobre o desaparecimento de dois activistas, jovens prometem sair ás ruas  de Luanda em novas manifestações.




Com efeito passa já quase um ano desde o desaparecimento dos quando participavam na organização de uma manifestação.

Trata se de Alves Kamulingue e Isaías Kassule que desapareceram em Maio do ano passado, aparentemente raptados.

Agora os jovens que no passado organizaram manifestações anti governamentais querem que o governo de uma resposta ao caso.

O maior partido da oposição, UNITA, promete levantar a questão no parlamento.
O Movimento de Jovens Revolucionários apresentou ao executivo uma carta com um ultimato, para que se esclareça o caso Kamulingue e Cassule.

“Demos um prazo de 15 dias ao executivo,” disse Adolfo Campos.

“Na carta nós só pedimos que eles apresentem Cassule e Kamulingue vivos ou mortos, nós queremos saber onde eles estão,” disse.

Campos disse ainda que se os dois activistas foram mortos as autoridades devem dizer onde foram enterrados “para que se possa fazer um enterro condigno”.

“Se não houver até ao dia 20 de Fevereiro uma resposta do executivo, não restará outra saída aos jovens se não partir para uma manifestação popular, acrescentou.
Adolfo Campos considera que em Angola apenas uma pessoa goza de garantias de segurança

“Neste país nenhum cidadão está seguro, a única pessoa que está segura talvez seja o próprio José Eduardo dos Santos, acrescentou.

O jovem criticou também a actuação da oposição neste caso afirmando que os partidos da oposição não têm qualquer influência por que estão “amarrados” ao sistema.

O líder do grupo parlamentar Raul Danda garante que o assunto Cassule e Kamulingue nao foi esquecido.

“É preciso trazer isto a debate, e nós vamos trazer isso a debate, em nome não só do grupo parlamentar mas em nome do nosso partido e em nome do povo angolano,” disse o parlamentar da UNITA.

“Queremos de facto que os órgãos de justiça se são de facto de justiça esclarecam a questao Cassule e Kamulingue, acrescentou.
O forúm foi encerrado
Comentário
Comentários
     
por: Bento Cacule de: California
15.02.2013 18:53
Novas provocaçoes da UNITA, pois a policia está a vossa espera. Toda a gente já sabe que essa meia duzia de jovens pertence a fileira da UNITA, aquele partido que nunca aceitou a derrota presidencial, assim como Jonas Savimbi. Doi o que doi, o MPLA é o Povo. Aguenta VOA...


por: Joao Bengo de: Florida
15.02.2013 13:03
Jovens da UNITA? Este grupinho recebe Kumbu e instruçoes dos contras- Angola, perseguindo e provocando o Governo. Para terminar, gostaria de perguntar este jornal da UNITA o porque de não noticiar tantas boas coisas que o Governo tem feito para Angola! Queremos conhecer as boas noticias de Angola, please!...


por: prof.Kiluange de: New York City
12.02.2013 19:41
Por mais incrível que pareça, José Eduardo dos Santos governa ,prácticamente, a segunda geração após a Independência...E por mal dos pecados, uma certa parte dessa “nova juventude” aprendeu como "esponja" a avidez pela ambição desenfreada,cultura de impunidade, a corrupção [clientelismo, discriminação , extorsão, favoritismo , fisiologismo, nepotismo, peculato, suborno, etc.], através da teoria de Ivan Petrovich Pavlov professada por Dos Santos – a teoria de condicionamento: salivação condicionada dos cães (Canis lupus familiaris)!E o mais engraçado de tudo isso é que são os próprios “cordeiros da velha guarda” que oferecem os seus filhos,familiares, amigos,etc., `a Dos Santos como «podarok»(em russo, 'presente' em português ) para fazer "caça às bruxas", ou seja reprimir a oposição!Esta gente «parece» não compreender que o estado de terror que implataram em Angola pode(rá) servir de “ricocheta” contra os seus próprios filhos!!!! O desfecho do regime dictatorial e' muito mais violento do que o colonial – disso não tenhamos ilusões!Basta-nos apenas uma leitura minuciosa dos eventos internacionais para compreendermos quem rima contra a maré.Um dia Bashar al-Assad vai compreender as seguintes palavras de Dmitry Medvedev :"Ele deveria ter feito tudo muito mais rápido, atrair parte da oposição moderada, que estava pronta para se sentar à mesa com ele, ao seu lado.Este foi seu erro significativo e possivelmente fatal." …..Assim, o ideal seria a imediata e incondional demissão de José Eduardo dos Santos, dissolução do parlamento, criação de uma comissão permanente (composta por todas as forças vivas da nação),comissão de conciliação e inclusão nacional , renegociação da cláusulas contratuais gerais da criação da China Sonangol International Holding Limited, préstamos contraídos ao governo chinês e tantos outros governos estrangeiros, a presença de mais de 156 (?) mil chinos no nosso território nacional, reestruturação completa do aparelho estatal (econômico, político e jurídico,militar, comunicação social, educação e agricultura) etc, etc,etc.

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Levando a vida no cemitério: Reportagem sobre pobreza persistente em Moçambiquei
X
31.10.2014 18:08
Com as suas ricas reservas de gás natural por explorar, Moçambique poderá tornar-se num dos maiores abastecedores de energia – facto central nas recentes eleições nacionais. Mas nem todos usufruem das riquezas acumuladas. Há uma pobreza persistente, veja como alguns residentes de Maputo sobrevivem
Vídeo

Vídeo Levando a vida no cemitério: Reportagem sobre pobreza persistente em Moçambique

Com as suas ricas reservas de gás natural por explorar, Moçambique poderá tornar-se num dos maiores abastecedores de energia – facto central nas recentes eleições nacionais. Mas nem todos usufruem das riquezas acumuladas. Há uma pobreza persistente, veja como alguns residentes de Maputo sobrevivem
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 31 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 30 Outubro 2014

As principais notícias que marcam a última semana do mês de Outubro, nos Estados Unidos
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 30 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 29 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 28 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 24 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Levados pelo Boko Haram

O mundo espera para ver se a Nigéria consegue negociar a libertação das 219 raparigas da escola de Chibok, raptadas pelo grupo islâmico Boko Haram em Abril. Activistas dizem que o Boko Haram já raptou centenas de jovens rapazes, mulheres e crianças, desde 2009.
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 23 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Mãe Trabalhadora - trailler do filme

O filme explora a dupla responsabilidade das mulheres moçambicanas, como mães e trabalhadoras. Gentilmente cedido pelo Organização Internacional do Trabalho
Mais Vídeos