domingo, 07 fevereiro, 2016. 10:12 UTC

    Notícias / Angola

    Novo ano lectivo em Angola com menos alunos por turma

    Governo diz que não pode haver aulas com mais de 45 alunos

    Não pode haver mais de 45 em cada sala.
    Não pode haver mais de 45 em cada sala.
    Arão Ndipa
    O sindicato nacional dos professores de Angola disse que ainda não foram cumpridos muitos dos compromissos assumidos pelo governo para colmatar as insuficiências no sistema de educação do país.

    O governo disse no entanto que para o presente ano lectivo foi resolvida a questão dos jovens que ficam de fora do sistema de ensino uma vez que foram construídas em 2012 o número suficiente de escolas. 

    O governo anunciou por outro lado que para este ano lectivo o número de alunos por turma não deve ultrapassar os 45, tanto para o ensino publico como privado.

    Luísa Grilo, secretária de estado para o ensino geral, avisou que a constituição de turmas vai ser fiscalizada pelo governo e as direcções da escolas foram avisadas para observarem  esta orientação.

    “Em termos ideais seriam bom que cada turma, sobretudo no ensino primário não tivesse mais de 35 alunos,” disse Luísa Grilo acrescentando contudo que o governo está ciente que isso não é possível porque não há escolas suficientes para atender à demanda.

    “ O que é humanamente possível é que haja 45 alunos por turma,” acrescentou.

    O secretário-geral adjunto do sindicato nacional dos professores, Manuel Victória Pereira, disse que é preciso aguardar para ver se a directiva vai ser implementada.

    Apoiou contudo a medida afirmando que o bom ensino não pode ser feito em turmas superlotadas.

    Ouça entrevistas com Luisa grilo, Manuel Pereira e ainda com o presidente da Associação Nacional para o ensino particular, António Pacavira.

    O forúm foi encerrado
    Comentário
    Comentários
         
    por: valentim de: Benguela - Balombo
    03.02.2013 09:49
    O problelema dos nossos dirigentes é de resolver as coisas à nível deles. Sobre esta lei o mais prejudicado é o filho do camponês. Nas aldeias até aqui há falta de professores e escolas, se tem professores ele nunca lá está porque é filho do chefe fulano.


    por: valentim de: Benguela - balombo
    02.02.2013 16:22
    O grande problema dos nossos dirigentes, resolvem as coisas com a realidade deles. Nunca a do povo. De tantos concursos públicos, sempre há défice de professores em algumas aldeias. De tantas construções de Escolas definitivas conforme chamam, em que algumas não apetrechadas por totalidade ainda também há grau maior de falta salas definitivas. Por isso a reforma não tem lugar no nosso País. Esta medida só veio pra prejudicar o camponês. Em que na aldeia o professor nunca lá está, sé está não tem uma estrutura com digna.

    Siga-nos

    Rádio

    AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

    Sexta 16:30 - 17:30 UTC
     

    AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

    Seg-Qui 17:00 - 18:30 UTC
     

    AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

    Sexta-feira 17:30 UTC
     

    AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

    Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

    Os Nossos Vídeos

    Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
    Acesso à Internet em Maputo: Mulheres vs Homens - Que soluções?i
    || 0:00:00
    ...  
     
    X
    07.02.2016 06:49
    Fernanda Lobato aponta as dificuldades que as mulheres moçambicanas enfrentam no acesso à tecnologia, à saúde, a bens essenciais
    Vídeo

    Vídeo Acesso à Internet em Maputo: Mulheres vs Homens - Que soluções?

    Fernanda Lobato aponta as dificuldades que as mulheres moçambicanas enfrentam no acesso à tecnologia, à saúde, a bens essenciais
    Vídeo

    Vídeo Filhos de Jonas Savimbi levam empresa de jogo Call of Duty a tribunal

    Em causa está um milhão de dólares de indemnização por danos morais Entrevista dada à AFP
    Vídeo

    Vídeo Como Chegar à Casa Branca II

    O caminho para a Casa Branca depende de muitos factores Um deles é sem dúvida o financiamento - quanto mais dinheiro tiver, melhor para o candidato Este é o 2º vídeo que explica como decorre a campanha presidencial nos Estados Unidos até ao dia da eleição do Presidente
    Mais Vídeos