quinta-feira, 23 outubro, 2014. 15:45 UTC

Notícias / Angola

Novo ano lectivo em Angola com menos alunos por turma

Governo diz que não pode haver aulas com mais de 45 alunos

Não pode haver mais de 45 em cada sala.
Não pode haver mais de 45 em cada sala.
Arão Ndipa
O sindicato nacional dos professores de Angola disse que ainda não foram cumpridos muitos dos compromissos assumidos pelo governo para colmatar as insuficiências no sistema de educação do país.

O governo disse no entanto que para o presente ano lectivo foi resolvida a questão dos jovens que ficam de fora do sistema de ensino uma vez que foram construídas em 2012 o número suficiente de escolas. 

O governo anunciou por outro lado que para este ano lectivo o número de alunos por turma não deve ultrapassar os 45, tanto para o ensino publico como privado.

Luísa Grilo, secretária de estado para o ensino geral, avisou que a constituição de turmas vai ser fiscalizada pelo governo e as direcções da escolas foram avisadas para observarem  esta orientação.

“Em termos ideais seriam bom que cada turma, sobretudo no ensino primário não tivesse mais de 35 alunos,” disse Luísa Grilo acrescentando contudo que o governo está ciente que isso não é possível porque não há escolas suficientes para atender à demanda.

“ O que é humanamente possível é que haja 45 alunos por turma,” acrescentou.

O secretário-geral adjunto do sindicato nacional dos professores, Manuel Victória Pereira, disse que é preciso aguardar para ver se a directiva vai ser implementada.

Apoiou contudo a medida afirmando que o bom ensino não pode ser feito em turmas superlotadas.

Ouça entrevistas com Luisa grilo, Manuel Pereira e ainda com o presidente da Associação Nacional para o ensino particular, António Pacavira.

O forúm foi encerrado
Comentário
Comentários
     
por: valentim de: Benguela - Balombo
03.02.2013 09:49
O problelema dos nossos dirigentes é de resolver as coisas à nível deles. Sobre esta lei o mais prejudicado é o filho do camponês. Nas aldeias até aqui há falta de professores e escolas, se tem professores ele nunca lá está porque é filho do chefe fulano.


por: valentim de: Benguela - balombo
02.02.2013 16:22
O grande problema dos nossos dirigentes, resolvem as coisas com a realidade deles. Nunca a do povo. De tantos concursos públicos, sempre há défice de professores em algumas aldeias. De tantas construções de Escolas definitivas conforme chamam, em que algumas não apetrechadas por totalidade ainda também há grau maior de falta salas definitivas. Por isso a reforma não tem lugar no nosso País. Esta medida só veio pra prejudicar o camponês. Em que na aldeia o professor nunca lá está, sé está não tem uma estrutura com digna.

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Mãe Trabalhadora - trailler do filmei
X
22.10.2014 18:29
O filme explora a dupla responsabilidade das mulheres moçambicanas, como mães e trabalhadoras. Gentilmente cedido pelo Organização Internacional do Trabalho
Vídeo

Vídeo Mãe Trabalhadora - trailler do filme

O filme explora a dupla responsabilidade das mulheres moçambicanas, como mães e trabalhadoras. Gentilmente cedido pelo Organização Internacional do Trabalho
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 22 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Ébola e os órfãos da Serra Leoa

Centenas de crianças ficaram órfãos na Serra Leoa devido ao surto do vírus do Ébola, são vítimas do estigma e da rejeição. Os familiares não querem saber deles. A Serra Leoa abriu o primeiro orfanato de vítimas do Ébola no distrito de Kailahun.
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 21 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Ébola: Um Poema para os Vivos

O filme da Chocolate Moose é uma animação desmistificando o Ébola, explicando a doença através do caso de um menino infectado. A VOA fez a dobragem do vídeo original na voz de Mayra de Lassalette. Saiba mais no link http://tinyurl.com/l7vgtjv
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 17 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Nascimentos na Libéria em tempos de Ébola

O hospital JFK na Libéria tinha encerrado a maternidade, devido ao Ébola, mas urge agora reabrir o serviço que já fez 93 partos desde que voltou a abrir
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 15 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Mais Vídeos