sexta-feira, 24 outubro, 2014. 15:22 UTC

Notícias / Angola

CASA-CE diz que parecer de jurista português sobre Fundo Soberano visa pressionar Tribunal Constiutucional

CASA-CE: Parecer produzido por solicitação do FSDEA, pago com dinheiros públicos, "não passa de uma opinião inconsistente e confusa exprimida por uma personalidade portuguesa".

Plataforma petrolifera em Cabinda (Novo Jornal)
Plataforma petrolifera em Cabinda (Novo Jornal)
Manuel José
A CASA-CE, de Abel Chivukuvuku, desvalorizou um parecer do jurista português Jorge Miranda, que se pronuncia pela constitucionalidade da criação do Fundo Soberano de Angola (FSDEA). O parecer, em versão sumária, e não na sua versão integral, foi divulgado em comunicado do FSDEA.


Aquele partido, que suscitou, no Tribunal Constitucional angolano, a apreciação da constitucionalidade do Fundo, considera que "a publicação deste parecer apenas visa exercer pressão psicológica sobre o Tribunal Constitucional, por ter sido publicado exactamente, no momento em que o Tribunal Constitucional esta a apreciar o requerimento de impugnação da CASA-CE.".

Adianta o comunicado:

Este parecer foi produzido pelo académico Jorge Miranda, de nacionalidade portuguesa, mediante uma solicitação do Conselho de Administração do Fundo Petrolífero, pago com dinheiros públicos retirados do mesmo Fundo Petrolífero.
 
A CASA-CE, considera que este parecer não passa de uma opinião inconsistente e confusa exprimida por uma personalidade portuguesa, um parecer  que não  chega se quer a esbate os fundamentos jurídicos das alegações da CASA-CE apresentadas ao Tribunal Constitucional.
 
Nota-se que em todo o  parecer, de uma página e meia, há  apenas suposições e presunções, que a Constituição angolana proíbe nos termos do artº 117º, ao consagrar expressamente a não presunção das competências do Presidente da República.
 
Outrossim, o parecer em momento algum refere-se, em concreto, à uma competência do Presidente da República sobre a criação de Fundos sem autorização parlamentar, ficando numa indicação genérica do artº 120º da Constituição. O parecer em quastão foi incapaz de referir de forma inequívoca qual das competências constitucionais, enquanto Titular de Poder Executivo lhe atribui poderes para criação de fundos.
 
Outra imprecisão do parecer é a referência às Leis Orçamentais dos anos anteriores, sem no entanto, indicar em concreto a qual delas se refere e muito menos os artigos que concedem tal autorização.
 
A contradição profunda deste parecer reside no facto de admitir que a Assembleia Nacional autorizou através dos orçamentos anteriores a criação do fundo petrolífero, sem contudo, em concreto,  mencionar a norma.  Afinal o Presidente da República pode ou não criar o fundo após autorização parlamentar?
 
A CASA-CE alerta a opinião púbica nacional sobre o exercício maquiavélico em curso que apenas visa o branqueamento dos actos inconstitucionais praticados pelo Presidente da República como Titular do Poder Executivo.
 
A CASA-CE lamenta que ainda existam angolanos com a mentalidade de subserviência voluntária de colonizado, que atribui carácter de verdade absoluta e peso de lei, aos pronunciamento dos antigos colonizadores.
 
A CASA-CE exprime com reserva a sua esperança de que e o Tribunal Constitucional assuma as  suas responsabilidades com base na verdade material dos factos, a si requerido, nas normas constitucionais, e com patriotismo, para o bem da nação.
O forúm foi encerrado
Comentário
Comentários
     
por: Anónimo
02.02.2013 12:58
os portugueses sao a base da desgraca , confusao , entriga , de angola , eles ainda nao se conveceram q sao miseraveis q sobrevivem gracas a unoa europeia . o gov portugues orientou os miseraveis de portugueses de imigrarem o mais possivel para evitarem o estavamento por causa da crise europeia, 80% imigraram para angola em fuga de nao pagarem impostos europeus e pensam q sao mais angolanos q os proprios angolanos .a corrupcao do MPLA foi reforcada pelos esses miseraveis de portugueses .

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 23 Outubro 2014i
|| 0:00:00
...
 
🔇
X
23.10.2014 18:54
As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 23 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Mãe Trabalhadora - trailler do filme

O filme explora a dupla responsabilidade das mulheres moçambicanas, como mães e trabalhadoras. Gentilmente cedido pelo Organização Internacional do Trabalho
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 22 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Ébola e os órfãos da Serra Leoa

Centenas de crianças ficaram órfãos na Serra Leoa devido ao surto do vírus do Ébola, são vítimas do estigma e da rejeição. Os familiares não querem saber deles. A Serra Leoa abriu o primeiro orfanato de vítimas do Ébola no distrito de Kailahun.
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 21 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Ébola: Um Poema para os Vivos

O filme da Chocolate Moose é uma animação desmistificando o Ébola, explicando a doença através do caso de um menino infectado. A VOA fez a dobragem do vídeo original na voz de Mayra de Lassalette. Saiba mais no link http://tinyurl.com/l7vgtjv
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 17 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Nascimentos na Libéria em tempos de Ébola

O hospital JFK na Libéria tinha encerrado a maternidade, devido ao Ébola, mas urge agora reabrir o serviço que já fez 93 partos desde que voltou a abrir
Mais Vídeos