quinta-feira, 17 abril, 2014. 01:07 UTC

Notícias / Angola

Delta Imobiliária responde a Raul Danda

Empresa exige a deputado da UNITA que prove irregularidades no Kilamba ou apresente desculpas.

Kilamba Kiaxi, Luanda
Kilamba Kiaxi, Luanda
Tamanho das letras - +
A propósito da notícia "UNITA denuncia 17 mil dólares de gasosa para facilitar inscrição no Kilamba", divulgada pela VOA, recebemos da administração da Delta Imobiliária, a carta que passamos a transcrever:

A Voz da América publicou uma noticia com o título – Unita denuncia 17 mil dólares de “gasosa” para facilitar a inscrição no Kilamba – esta referida noticia foi publicada no vosso site www.voaportugues.com precisamente no dia de hoje dia 30/01/2013.
Em primeiro lugar gostava de saudar todos os que são jornalistas e a liberdade de imprensa, contudo o direito à indignação e ao esclarecimento da verdade é tão ou mais importante do que a noticia em si mesmo. Depois deste intróito, gostaria de passar a explicar a V. Exas. como começou todo o processo na Cidade do Kilamba até à data de hoje e pedir para que publicassem o nosso desmentido a essa noticia de forma a repor a verdade dos acontecimentos que é apenas isso que a nossa Empresa pretende.
A Delta Imobiliária a 8 de Agosto de 2011 deu início a um processo de cadastramento de potenciais interessados nos apartamentos da Cidade do Kilamba, este trabalho foi solicitado pelo nosso Cliente SONIP – Sonangol e Propriedades Limitada onde registamos mais de 77.000 pessoas.
No ano de 2012, fomos contactados pelo FFH – Fundo Fomento Habitacional, para proceder ao processo de “venda através de renda resolúvel” de 3.500 apartamentos, esse trabalho foi feito e praticamente concluído.
Os beneficiários foram-nos todos indicados pelo próprio FFH (em listagens que nos foram enviadas pelos próprio, FFH referente a beneficiários de órgãos do Estado - Ministérios, Assembleia Nacional, Forças Armadas entre outros).
Assim sendo, não entendemos em que momento entram as chamadas inscrições que o Exmo. Sr. Dr. Raúl Danda (ilustre Deputado à Assembleia Nacional), aliás também beneficiário de um apartamento na referida Cidade e onde  presenciou e assinou o seu próprio contrato.
Contudo e porque as Empresas são constituídas por “Pessoas”, desde já agradecíamos ao Sr. Deputado Dr. Raúl Danda, que em primeira mão fizesse a fineza de informar a Delta Imobiliária de alguma irregularidade que tenha presenciado para podermos agir em conformidade com os processos legais que estão inerentes a este tipo de situações.
Caso não existam essas tais irregularidades que o Exmo. Sr. Deputado menciona que faça um desmentido público para não prejudicar a imagem da Empresa Delta que em todo o processo sempre actuou com a máxima lisura e transparência.

Cumprimentos,

Paulo Cascão
Administrador
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 16 de Abrili
|| 0:00:00
...
 
🔇
X
16.04.2014
Vídeo

Vídeo "Temos muitos problemas na Guiné-Bissau", Abel Incada, candidato presidencial

Os guineenses foram às urnas a 13 de Abril e estão expectantes num novo Governo de paz e estável
Vídeo

Vídeo África do Sul vai a votos a 7 de Maio

Na África do Sul, o ANC está em campanha difícil para segurar o seu domínio no Limpopo, onde ganhou 85 por cento dos votos em 2009.
Vídeo

Vídeo Pistorius está no banco dos réus e a acusação tem sido dura

Os acusadores tentaram descrever o atleta sul-africano Oscar Pistorius como egoísta e abusivo durante o segundo dia de interrogatório no seu julgamento por homicídio.
Vídeo

Vídeo A luta dos medicamentos baratos

O Governo da África do Sul vai aprovar reformas sobre propriedade intelectual – incluindo patentes de medicamentos – que para activistas de saúde poderão permitir que mais sul-africanos possam ter acesso a medicamentos genéricos,
Mais Vídeos