sexta-feira, 28 novembro, 2014. 22:41 UTC

Notícias / África

São Tomé: Revisão constitucional não é prioridade - Presidente da Assembleia Nacional

Alcino Pinto diz que não pode haver debate antes do regresso dos deputados da ADI

Rua de Moçambique na cidade de São Tomé
Rua de Moçambique na cidade de São Tomé
Óscar Medeiros
O Presidente da Assembleia Nacional de São Tomé e Príncipe, Alcino Pinto, disse que a revisão constitucional não é por enquanto uma questão prioritária.

“Não quer com isso dizer que não se deve fazer a revisão constitucional mas temos uma situação particular na nossa assembleia e eu considero que neste momento o principal desafio que temos é harmonizar a nossa assembleia para crias condições plenas para que essa discussão se faça,” disse Pinto.

O Presidente da Assembleia referia-se ao boicote do parlamento pelos deputados da ADI

Alcino Pinto apelou aos 26 parlamentares desse partido para regressarem ao parlamento porque caso contrário não haver condições para uma discussão da revisão constitucional.

A Assembleia nacional tem sobre a mesa duas propostas de revisão que visam o reforço dos poderes do Presidente da República.




Numa conferência sobre a questão a porta voz da ordem dos Advogados, defendeu o regime presidencial como oque confere mais estabilidade política a São Tome e Príncipe.

A porta voz recordou a instabilidade política que o país tem sempre atravessado mesmo com maiorias parlamentares.

Mas o constitucionalista português Jorge Miranda cSão Tomeonsiderado o “pai” da actual constituição” disse opor-se a um sistema presidencialista pode abrir as portas a regimes ditatoriais ou quase ditatoriais.

Contudo a julgar pelas declarações de Alcino Pointo isto é um debate que terá que esperar pela resolução do problema político causado pelo boicote da ADI ao parlamento.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Qui 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sexta-feira 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Perseguição aos vendedores de ruai
X
28.11.2014 20:08
O Conselho municipal de Nairobi, no Quénia, foi acusado de brutalidade na forma como trata os vendedores de rua no distrito central de negócios – por forma a impedir que eles vendam ilegalmente a sua mercadoria nas ruas.
Vídeo

Vídeo Perseguição aos vendedores de rua

O Conselho municipal de Nairobi, no Quénia, foi acusado de brutalidade na forma como trata os vendedores de rua no distrito central de negócios – por forma a impedir que eles vendam ilegalmente a sua mercadoria nas ruas.
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 28 Novembro 2014

A actualidade africana em apenas 60 segundos
Vídeo

Vídeo Branca de Neve e os 7 Anões em Luanda

Estúdio de Actores de Mel Gamboa apresenta Branca de Neve e os 7 Anões em Luanda, no Elinga Teatro.
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 27 Novembro 2014

A actualidade noticiosa do continente africano
Vídeo

Vídeo Bobby Smith o benfeitor

No dia de Acção de Graças nos Estados Unidos, agradece-se as bênçãos recebidas ao longo do ano. Bobby Smith, imigrante nos EUA, vindo da Serra Leoa, criou uma pequena organização de voluntários Hope for Lives in Sierra Leone, para ajudar os desfavorecidos na sua terra Natal
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 26 Novembro 2014

As imagens das noticias de Africa
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 25 Novembro 2014

A actualidade americana num minuto!
Vídeo

Vídeo A Voz da América nas manifestações em Ferguson

O polícia que matou Michael Brown não será acusado.
Vídeo

Vídeo Protestos violentos causam caos em Ferguson, Estados Unidos

Uma decisão de um Grande Júri no Misssouri de não indiciar o policia branco Darren Wilson pela morte a tiro do jovem africano-americano Michael Brown resultou em mais violência e destruição em Ferguson. Isto apesar dos apelos a manifestações pacíficas por parte dos lideres comunitário
Mais Vídeos