segunda-feira, 28 julho, 2014. 22:29 UTC

Notícias / Moçambique

Aumentam as mortes causadas por chuvas em Moçambique

Mais de 14.000 pessoas afectadas

Cheias em Moçambique (Foto SAPO)
Cheias em Moçambique (Foto SAPO)
William Mapote
Subiu para 12 o número de vítimas mortais oficialmente confirmadas, como resultado das chuvas e inundações que desde o início do ano caem um pouco por todo o país.




Segundo os novos dados, divulgados nesta quarta-feira pela Comissão Técnica da Gestão de Calamidades os novos óbitos foram registados nas cidades de Maputo e Milange (Zambézia) e no distrito de Macossa (Manica) e aconteceram todas dentro desta semana.

A cidade do Maputo é a que registou o maior número de óbitos, todas ocorridas na terça-feira, enquanto que Milange e Macossa registaram apenas uma morte cada.
A estes números junta-se as seis vítimas confirmadas que haviam sido anunciadas na passada segunda-feira.

Afectados

De acordo com Rita Almeida, Porta-voz da Comissão Técnica da Gestão de Calamidades, o número de afectadados pelas intempéries está agora em 14.364, sendo as províncias de Manica (11580), Zambézia (1914) e Inhambane (775) as que registam maior número de famílias afectadas, grande parte, em situação de desalojados).

A cidade do Maputo, regista perto de 400 famílias desalojadas e igual número de casas destruídas, como resultado, apenas da chuva caída nesta terça-feira.

Apesar de ter, em termos numéricos, um número relativamente reduzido de afectados, em relação as três províncias supracitadas, a cidade do Maputo apresenta-se como sendo a que maior realce merece.

“Em termos comparativos, a situação dos danos da cidade do Maputo é que merecem maior realce, uma vez que todas as habitações destruídas eram de construção convencional, enquanto que nas restantes regiões do país, trata-se de casas de material precário” disse Almeida.

Dados do Instituto Nacional de Metereologia indicam que num espaço de apenas duas horas, níveis de precipitação registados em Maputo foram na ordem de150 milímetros, o equivalente a um terço do volume registado no ano 2000, período das maiores cheias de que há memória no país.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Akiules Neto - Participante Yalii
X
28.07.2014 20:21
Akiules Neto - Participante Yali. Veio de Angola e a sua vida sao os numeros
Vídeo

Vídeo Akiules Neto - Participante Yali

Akiules Neto - Participante Yali. Veio de Angola e a sua vida sao os numeros
Vídeo

Vídeo Mamografias 3D revolucionam detecção do cancro da mama

Durante anos as mamografias desempenharam um papel vital na detecção do cancro da mama. Mas nem sempre conseguem identificar tumores perigosos. A tecnologia a três dimensões pode revolucionar a triagem e salvar vidas
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 25 Julho 2014

Os títulos que encerraram a semana no continente africano. Dos ataques do Boko Haram à expansão do vírus do ébola
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 24 Julho 2014

Os principais acontecimentos que marcam a actualidade americana na penúltima semana do mês de Julho
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 24 Julho 2014

Os principais títulos que marcam a actualidade de África nesta Quinta-feira
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 23 Julho 2014

Os principais títulos que marcam a actualidade de África
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 22 Julho 2014

Os principais acontecimentos de 22 de Julho no continente africano
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 17 Julho 2014

Os principais acontecimentos que marcaram a actualidade desta Quinta-feira
Mais Vídeos