terça-feira, 28 julho, 2015. 01:25 UTC

Notícias / Angola

Igreja Católica angolana quer expansão da Ecclésia em 2013

"Eu nem sequer mesmo sei qual é o problema. Nos dão a resposta de que não se pode ter o sinal da rádio Ecclesia pelo território porque a lei de imprensa não está ainda regulamentada. Esse trabalho não me parece que demore anos”, disse Dom Gabriel Mbilingui

Instalações da Rádio Ecclesia em Benguela, aguardam o início das emissões (VOA / A. Capalandanda)
Instalações da Rádio Ecclesia em Benguela, aguardam o início das emissões (VOA / A. Capalandanda)

Multimédia

Áudio
Teodoro Albano
A igreja católica espera que 2013 de acordo com o arcebispo metropolitano do Lubango Dom Gabriel Mbilingui.
 
O também presidente da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé, CEAST, disse esperar que todos os problemas que até aqui impediram a emissão da emissora católica no país sejam ultrapassados.
 
Dom Gabriel Mbilingui foi mais longe e questionou-se mesmo das razões que estão na base do impedimento da expansão do sinal da Rádio Ecclesia em Angola;
 
“Eu até para dizer a verdade nem sequer mesmo sei qual é o problema. Quando eu por exemplo vejo que a nós nos dão a resposta de que não se pode ter o sinal da rádio Ecclesia pelo território porque a lei de imprensa não está ainda regulamentada e sua regulamentação agora devia ser ajustada a constituição, esse trabalho não me parece que demore anos”, disse o prelado
 
Dom Gabriel Mbilingui reiterou que a não expansão do sinal da Ecclesia no país constitui uma violação dos direitos dos cidadãos e que a igreja não está preparara para receber mais um chumbo nas emissões da emissora católica em 2013.
 
O prelado diz acreditar no bom senso da liderança angolana para a resolução deste diferendo, porque "temos dirigentes com bom senso. Eu fui claro em dizer que considerava violação dos direitos dos cidadãos, sim, esta é uma violação sistemática eu disse já em Novembro e repito agora, eu penso que os dirigentes que temos têm bom senso, eles querem que de facto as populações sejam defendidas naquilo que são os seus direitos que são obrigados a promover e a defender e um deles é este”.
 
Emissora católica de Angola quer emitir para todo o país em 2013. A Voz da América sabe que a iniciativa pode passar pela abertura das chamadas rádios diocesanas, uma espécie de emissoras provinciais.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Qui 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sexta-feira 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 27 Julho 2015i
|| 0:00:00
...  
🔇
X
27.07.2015 17:46
Vídeo

Vídeo Marvel Comics lança um novo Homem-Aranha: Miles Morales

Seja em quadradinhos ou na tela do cinema, fãs estão acostumados a ver Peter Parker por trás do Homem-Aranha. Mas isto está a mudar. A Marvel Comics lançou Miles Morales para substituir Peter Parker em uma nova série de quadradinhos. Ele é metade latino e metado afro-americano e já é bem popular.
Vídeo

Vídeo Procuradoras mulheres da Somália para fazer a diferença

Numa nação marcada por um longo conflito, corrupção e impunidade, o governo da Somália espera reconstruir o sistema de justiça do país e pela primeira vez trouxe seis procuradoras mulheres ao processo
Vídeo

Vídeo Jornalista cego da Somália

Apesar da melhoria de segurança, nos últimos anos, Somália continua um dos países mais perigosos para ser jornalista, pior para que não tem a capacidade de ver. Abdifatah Hassan Kalgacal têm reportado na última década a partir da capital daquele país. É cego
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 23 Julho 2015

As imagens noticiosas de Africa
Vídeo

Vídeo Obama: visita inédita a Kogelo

O Presidente americano, Barack Obama, vai visitar a terra do seu pai, pela primeira vez desde que é Presidente. Em Kogelo, no Quénia, Mohammed Yusuf foi saber quais as vantagens dos seus residentes por terem uma ligação com o Presidente Obama
Mais Vídeos