segunda-feira, 21 abril, 2014. 12:24 UTC

Notícias / África

Guiné Bissau: Liga dos Direitos Humanos quer inquérito a naufrágio

Pelo menos 24 pessoas morreram quando embarcação "superlotada" se afundou

Tamanho das letras - +
Redacção VOA
A Liga Guineense dos Direitos Humanos quer que seja aberto um inquérito sobre o naufrágio ocorrido Sexta-feira em que morreram pelo menos 24 pessoas.

A lgia que o inquérito é necessário para se apurar as responsabilidades criminais do dono da embarcação e ainda as responsabilidades das autoridades marítimas e portuárias.

A Liga acusa essas autoridades de “inoperância e passividade na fiscalização” das condições de segurança das embarcações.

A embarcação fazia a ligação entra a cidade de Boloma no sul do país e a capital, Bissau.

Fontes oficiais disseram que as buscas são dificultadas pelo facto de não se saber quantas pessoas seguiam na embarcação.

Oficialmente a capitania dos portos de Boloma tem registado 107 pessoas como sendo aquelas que compraram a passagem para a viagem mas os sobreviventes disseram que poderiam estar a bordo entre 150 e 200 pessoas.

As autoridades afirmam que morreram 24 pessoas havendo a registar 74 sobreviventes.
O governo  decretou entretanto dois dias de luto nacional
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 18 de Abrili
|| 0:00:00
...
 
🔇
X
18.04.2014
Vídeo

Vídeo "Temos muitos problemas na Guiné-Bissau", Abel Incada, candidato presidencial

Os guineenses foram às urnas a 13 de Abril e estão expectantes num novo Governo de paz e estável
Vídeo

Vídeo África do Sul vai a votos a 7 de Maio

Na África do Sul, o ANC está em campanha difícil para segurar o seu domínio no Limpopo, onde ganhou 85 por cento dos votos em 2009.
Vídeo

Vídeo Pistorius está no banco dos réus e a acusação tem sido dura

Os acusadores tentaram descrever o atleta sul-africano Oscar Pistorius como egoísta e abusivo durante o segundo dia de interrogatório no seu julgamento por homicídio.
Mais Vídeos