segunda-feira, 20 outubro, 2014. 11:19 UTC

Notícias / Angola

Oficial da polícia do Menongue acusado de matar motoqueiro e fugir (com fotos)

Testemunhas dizem à VOA que o comandante da Polícia de Trânsito mandou parar um motoqueiro o qual não obedeceu e fugiu. O inspector perseguiu-o na sua viatura e atropelou-o mortalmente na rua do aeroporto.

Motoqueiro, ou "kupapata", atropelado mortalmente pelo comandante da Polícia de Trânsito do Menongue (foto tirada por populares antes de chegar a polícia)
Motoqueiro, ou "kupapata", atropelado mortalmente pelo comandante da Polícia de Trânsito do Menongue (foto tirada por populares antes de chegar a polícia)

Multimédia

Áudio
Está em parte incerta o comandante da Polícia de Trânsito do Menongue, província do Kuando Kubango, o inspector João Manuel Guilherme - acusado acusado de matar um motoqueiro com um carro de patrulha.

Testemunhas disseram à Voz da América que o incidente ocorreu na passada quarta-feira, dia 27, por volta das 14 horas, quando o inspector em causa mandou parar um motoqueiro vulgo kupapata o qual não obedeceu e fugiu. O inspector começou persegui-lo com a sua viatura e atropelou-o mortalmente na rua do aeroporto, segundo relataram testemunhas à Voz da América.

Segundo testemunhas que solicitaram anonimato por recearem represálias, o comandante da polícia fugiu após o atropelamento e minutos depois a Polícia de Intervenção Rápida (PIR) afluiu ao local, colocando um cordão de segurança, evitando desta maneira a aproximação de qualquer cidadão.

Dois cidadãos que tentaram captar algumas imagens do cadáver foram detidos pelos polícias e desconhece-se paradeiro dos mesmos. O corpo da vítima foi removido pelos agentes policiais e só foi encontrado hoje, dia 28, no hospital central de Menongue.

O clima é tensão na cidade de Menongue. As autoridades locais colocaram na cidade vários agentes da polícia antimotim como medida preventiva.

A perseguição desses kupapatas decorre à um mês, de acordo com motoqueiros e em alguns casos a Polícia faz tiros com armas de fogo contra os moto taxistas.

Os motoqueiros têm demostrado resistência a uma medida das autoridades locais que proíbe os serviços de moto táxi dentro da cidade de Menongue. A VOA tentou sem sucesso ouvir o comando provincial da polícia no Kuando Kubango.
Motoqueiro, ou "kupapata", atropelado mortalmente pelo comandante da Polícia de Trânsito do Menongue (foto cedida por populares)Motoqueiro, ou "kupapata", atropelado mortalmente pelo comandante da Polícia de Trânsito do Menongue (foto cedida por populares)
x
Motoqueiro, ou "kupapata", atropelado mortalmente pelo comandante da Polícia de Trânsito do Menongue (foto cedida por populares)
Motoqueiro, ou "kupapata", atropelado mortalmente pelo comandante da Polícia de Trânsito do Menongue (foto cedida por populares)















Viatura do comandante da Polícia de Trânsito do Menongue após o atropelamento do motoqueiro (foto cedida por populares)Viatura do comandante da Polícia de Trânsito do Menongue após o atropelamento do motoqueiro (foto cedida por populares)
x
Viatura do comandante da Polícia de Trânsito do Menongue após o atropelamento do motoqueiro (foto cedida por populares)
Viatura do comandante da Polícia de Trânsito do Menongue após o atropelamento do motoqueiro (foto cedida por populares)














Mota do "kupapata" atropelado mortalmente no Menongue (foto cedida por populares)Mota do "kupapata" atropelado mortalmente no Menongue (foto cedida por populares)
x
Mota do "kupapata" atropelado mortalmente no Menongue (foto cedida por populares)
Mota do "kupapata" atropelado mortalmente no Menongue (foto cedida por populares)
O forúm foi encerrado
Comentário
Comentários
     
por: nañga ya fina de: cabinda
19.01.2013 15:33
Estamos armados como Deus da terra. Mais não esqueças que quem mata com atropelamento com ele morrerá. assacinos.Deus proverá.


por: nañga ya fina de: cabinda
19.01.2013 15:33
Estamos armados como Deus da terra. Mais não esqueças que quem mata com atropelamento com ele morrerá. assacinos.Deus proverá.


por: nañga ya fina de: cabinda
19.01.2013 15:33
Estamos armados como Deus da terra. Mais não esqueças que quem mata com atropelamento com ele morrerá. assacinos.Deus proverá.


por: Agostinho Bambelo Sacato de: Caala
04.01.2013 14:47
Se o tal governo proibe matar animas na selva, entao nao pode proibir tambem aos seus homens para deixarem de nos matar?temos apenas uma e unica terra que e esta onde vivemos!Eles pelomenos teem outras,Sao tome,guine caboverde de la onde vierao.E ali esta a razao de nos matarem desta forma.Logo ao terinar do ano,a policia mata no K.Kubango,mata no Soyo mata no Lubango e nao imginam o que acontece em Luanda sete jovens foram barbaramente assacinados e,encontrados algemados aaaa...
que dor.Nos fizemos cupapata porque nao temos acesso a trabalhar nas empresas petroliferas nem nas empresas diamantiferas por isso denzerrascamos do nosso geito.Vendemos agua,lenha zungamos pasteis ,rebocados e bolachas.


por: Cambinda Ndala de: Cuchi
02.01.2013 20:42
isto , ta mal muito mal , ate parece um curral sem dono .... A populacao grita socorro ,e me perguntem quem agride.... !! Os Famosos PIRS !!! que disparam sem dor nem piedade , contra o citadino de menongue , tudo isso por uma ordem vinda de um serto comandante que usa do puder para sufocar a quem nao representa nenhum perigo. Mato , o pulicia Agente regulador de tranzito matou com o carro de patrulha ..... que pena , quem nos defendia morreuuu sinto a sua falta Irmao Savimbe.


por: Ntiyuma de: Luanda
01.01.2013 23:50
enquanto os dirigentes critam : viva a paz..... arealidade que se vive ....... quando Angola vivera em paz? que pecado os angolanos cometeram...... queremos que que a justica seja feita desta vez, porque deve estar acima da lei, queremos uma reforma no sistema judicial de angola .... no qual a lei deve exitir para todos e nao apenas para os campones e seus filhos.....


por: nganguela de: menongue
30.12.2012 22:01
é inconcebível o que está acontecer na nossa vila de Menongue, por um lado propala-se a paz a tranquilidade e o respeito pelo bem maior que transcende o material q é a vida, por outro a policia sobretudo a pir, espanca, dispara contra os indefesos, até parece q os nossos pirs são automatos q nao sabeem o seu papel....


por: Jeff Brown de: USA
29.12.2012 00:54
É preciso educar a polícia. A vida Humana é mais importante do que qualquer outra coisa, e os kupapatas apenas têm estado a tentar sobreviver.

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Ébola: Um Poema para os Vivosi
X
17.10.2014 18:57
O filme da Chocolate Moose é uma animação desmistificando o Ébola, explicando a doença através do caso de um menino infectado. A VOA fez a dobragem do vídeo original na voz de Mayra de Lassalette. Saiba mais no link http://tinyurl.com/l7vgtjv
Vídeo

Vídeo Ébola: Um Poema para os Vivos

O filme da Chocolate Moose é uma animação desmistificando o Ébola, explicando a doença através do caso de um menino infectado. A VOA fez a dobragem do vídeo original na voz de Mayra de Lassalette. Saiba mais no link http://tinyurl.com/l7vgtjv
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 17 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Nascimentos na Libéria em tempos de Ébola

O hospital JFK na Libéria tinha encerrado a maternidade, devido ao Ébola, mas urge agora reabrir o serviço que já fez 93 partos desde que voltou a abrir
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 15 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Libéria: Os bravos que recolhem os corpos das vítimas de Ébola

Na Monróvia, capital da Libéria, uma jovem não aceitou ir para o hospital quando os técnicos de saúde assim o solicitaram. E a comunidade em que vivia também não. A jovem morreu e muitos da comunidade estão infectados com Ébola e isto já começa a ser uma história comum na Libéria
Vídeo

Vídeo Qual é o significado estratégico de Kobani?

Kobani continua a ser palco de intensos combates entre militantes do grupo Estado Islâmico (ISIS ou ISIL) e forças curdas. Os EUA levaram a cabo mais ataques aéreos. A ONU adverte para o possível massacre de centenas de civis se a cidade cair totalmente nas mãos dos extremistas islâmicos.
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 13 Outubro 2014

As noticias de Africa em video.
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 9 Outubro 2014

A noticias da America em video
Mais Vídeos