sábado, 01 novembro, 2014. 01:45 UTC

Notícias / Angola

"Quem tem muito deve ajudar quem tem pouco", diz Eduardo dos Santos na mensagem de Ano Novo

"O Estado deve adoptar políticas de serviço social e resgatar o espírito de solidariedade que sempre caracterizou o nosso povo"

José Eduardo dos Santos, Presidente de Angola (JA)
José Eduardo dos Santos, Presidente de Angola (JA)

Multimédia

Áudio
Venâncio Rodrigues
Os apelos à solidariedade com os mais desfavorecidos, à estabilidade no seio das famílias e o reconhecimento da força e do empenho da juventude angolana, constituem os destaques da curta mensagem de fim de ano do Presidente da República.   

Não é a primeira vez que Eduardo dos Santos apela para ajuda aos mais desfavorecidos, mas desta vez fê-lo aparentemente convencido de que, como afirmou, a solidariedade fortalece a coesão social.

"Quem tem muito deve ajudar aqueles que têm muito pouco ou quase nada, tendo presente na sua consciência que a solidariedade fortalece a coesão social", defendeu José Eduardo dos Santos na cerimónia realizada no Jardim da Cidade Alta.

O Presidente angolano justificou a brevidade  da sua intervenção, com alegação de que eram "sobejamente conhecidas" as promessas eleitorais feitas pelo seu partido nas eleições gerais de Agosto passado.

José Eduardo dos Santos precisou que tais promessas estavam reflectidas "na proposta de orçamento de Estado para 2013 onde  o sector social registou um acréscimo de verbas de cerca de 50% relativamente ao OGE de 2012".
 
"No mundo actual, e mesmo na nossa sociedade, em que o valor da vida começa infelizmente a ser avaliado por considerações puramente utilitárias e materialistas, o Estado deve adoptar políticas de serviço social e resgatar o espírito de solidariedade que sempre caracterizou o nosso povo", defendeu.

José Eduardo dos Santos disse que o país conta com o papel da juventude angolana para vencer os desafios do presente e do futuro e manifestou a necessidade do Estado e a sociedade combaterem a violência doméstica e atenderem às preocupações das crianças, das mulheres, dos portadores de deficiência, dos ex-militares deficientes e dos antigos combatentes e veteranos de guerra.
O forúm foi encerrado
Comentário
Comentários
     
por: invisivel de: angola
03.01.2013 07:21
Com que dinheiro podemos ajudar, ele deveria dizer no seu palacio e a porta fechada que deveriam deixar de roubar ou dividir o roubo pelo necesitados.


por: osvaldo de: luanda
31.12.2012 11:38
Obrigado P.R ate 2016 ou 2017 estarei com tigo.


por: Mwangolé de: N'gola kiá Samba
29.12.2012 22:40
Para apelar aos angolanos para serem solidários, não precisa dirigir-se à nação, mas sim ter uma conversa lá em casa, pois os que têm muito em Angola são um grupo bem restrito...
Os restantes dos angolanos são solidários, há sempre algo para mais alguém que aparece com fome, ou doente. Sensibilize por favor a este grupo restrito.


por: Francis
29.12.2012 17:46
SR. J.E.S. COM OS MELHORES RESPEITOS DO POVO DE ANGOLA, SUAS PALAVRAS SAO BONITAS E TALVEZ UMA BOA MENSAGEM PARA O SR. APELAR E EDUACAR PRIMEIRO AS SUAS FILHAS E OS SEUS FILHOS QUE ESTAO USURPANDO AS RIQUEZAS DO PAIS.

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Levando a vida no cemitério: Reportagem sobre pobreza persistente em Moçambiquei
X
31.10.2014 18:08
Com as suas ricas reservas de gás natural por explorar, Moçambique poderá tornar-se num dos maiores abastecedores de energia – facto central nas recentes eleições nacionais. Mas nem todos usufruem das riquezas acumuladas. Há uma pobreza persistente, veja como alguns residentes de Maputo sobrevivem
Vídeo

Vídeo Levando a vida no cemitério: Reportagem sobre pobreza persistente em Moçambique

Com as suas ricas reservas de gás natural por explorar, Moçambique poderá tornar-se num dos maiores abastecedores de energia – facto central nas recentes eleições nacionais. Mas nem todos usufruem das riquezas acumuladas. Há uma pobreza persistente, veja como alguns residentes de Maputo sobrevivem
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 31 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 30 Outubro 2014

As principais notícias que marcam a última semana do mês de Outubro, nos Estados Unidos
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 30 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 29 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 28 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 24 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Levados pelo Boko Haram

O mundo espera para ver se a Nigéria consegue negociar a libertação das 219 raparigas da escola de Chibok, raptadas pelo grupo islâmico Boko Haram em Abril. Activistas dizem que o Boko Haram já raptou centenas de jovens rapazes, mulheres e crianças, desde 2009.
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 23 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Mãe Trabalhadora - trailler do filme

O filme explora a dupla responsabilidade das mulheres moçambicanas, como mães e trabalhadoras. Gentilmente cedido pelo Organização Internacional do Trabalho
Mais Vídeos