quarta-feira, 24 setembro, 2014. 04:26 UTC

Notícias / África

Ramaphosa garante moderação na política do ANC - analista sul africano

Novo vice presidente deverá assumir cada vez mais responsabilidade pela governação diária.

Tudo bem. Cyril Ramaphosa (à esquerda) com o presidente Jacob Zuma
Tudo bem. Cyril Ramaphosa (à esquerda) com o presidente Jacob Zuma
João Santa Rita
A escolha de Cyril Ramaphosa para vice presidente do Congresso Nacional Africano da África do Sul, significa que o país vai seguir nos próximos anos uma política moderada, disse á Voz da América o analista André Thomashausen da Universidade da África do Sul.


Ramaphosa foi eleito para aquele posto no passado dia 18 de Dezembro e o Professor Thomashausen descreveu o novo vice líder to ANC como um homem “moderado e pragmático”.

A escolha, acrescentou, deverá agradar aos países ocidentais pois  a África do Sul  pode agora “prometer aos investidores  estrangeiros um política moderada e razoável para pelo menos uma década”.

Ramaphosa, de 60 anos de idade, fez o seu nome como organizador sindical durante a era do “apartheid” quando organizou o poderoso sindicato nacional dos mineiros e ajudou na formação da central sindical do país, COSATU

O actual vice presidente do ANC foi também um dos fundadores da United Democratic Front (UDF) uma força política interna que foi proibida pelo governo sul africano e substituída depois pelo Mass Democratic Movement.

Cyril Ramaphosa jogou um papel fundamental nas negociações que levaram ao fim do apartheid e à adopção da nova constituição mas em Janeiro de 1997 demitiu-se do ANC depois de ter perdido a corrida á presidência a favor de Thabo mbeki. Nessa altura ocupava o cargo de Secretário Geral do partido.

Fez desde então fortuna no sector privado e é considerado um dos homens mais ricos da África do Sul.

O Professor Thomashausen considerou que Ramaphosa deverá nos próximos anos assumir cada vez mais responsabilidade pelo dia a dia da governação enquanto o actual presidente Jacob Zuma passa a ter um papel formal como presidente.

Isso, recordou o professor, aconteceu já no segundo mandato de Nelson Mandela quando Thabo Mbeki assumiu a governação no seu dia-a-dia.

Mandela recebeu alta do hospital onde se encontrava na Quarta-feira.

Nelson Mandela no seu 94 aniversárioNelson Mandela no seu 94 aniversário
x
Nelson Mandela no seu 94 aniversário
Nelson Mandela no seu 94 aniversário
O professor Thomashausen disse que embora Mandela já não tenha qualquer papel activo na cena política permanece “um modelo, exemplo e como orientação” com políticos argumentado se uma determinada posição corresponde ou não á visão de Mandela.

“A influência que Mandela ainda tem é uma influência indirecta e espiritual, é uma influência de inspiração,” disse o Professor Thomashausen.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Americanas 23 Setembro 2014i
|| 0:00:00
...
 
🔇
X
23.09.2014 18:59
Temas da actualidade americana em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 23 Setembro 2014

Temas da actualidade americana em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 23 Setembro 2014

As noticias africanas em video
Vídeo

Vídeo Música de campanha de Aécio Neves

Artistas brasileiros cantam por Aécio Neves
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 19 Setembro 2014

As imagens das noticias de Africa
Vídeo

Vídeo Aniversário Westgate - Ataque terrorista ainda abala as vítimas

Um ano depois do ataque terrorista ao Centro Comercial Westgate em Nairobi, os sobreviventes continuam abalados com a tragédia. A VOA conta a história das vítimas que ainda questionam: “Como é que isto aconteceu?
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 18 Setembro 2014

Noticias de Africa em imagens
Mais Vídeos