domingo, 20 abril, 2014. 20:55 UTC

Notícias / Angola

UNITA da Huíla prepara-se para eleições autárquicas

"O Comité Provincial (...) espera que, de agora em diante, as eleições se realizem não mais nas datas convenientes, mas naquelas constitucionalmente previstas”.

Amélia Judith, secretária provincial da UNITA na Huíla (VOA/Teodoro Albano)
Amélia Judith, secretária provincial da UNITA na Huíla (VOA/Teodoro Albano)

Multimédia

Áudio
Tamanho das letras - +
Teodoro Albano
A UNITA na Huíla vai criar um grupo de trabalho com vista a realização de um estudo explorativo dos processos autárquicos.
 
Esta é uma das conclusões saídas da nona reunião ordinária do partido que aprovou ainda o programa de acção para 2013 e avaliou o desempenho da formação política em 2012 ano marcado pela realização de eleições gerais.
 
A reunião saudou o início no país da normalidade constitucional com as eleições de 31 de Agosto que elegeu pela primeira vez ao fim de 37 anos um presidente da república;
 
“O Comité Provincial notou que, pela primeira vez em 37 anos de independência, o país tem agora um presidente da república atípico eleito nos termos da constituição atípica em vigor no país. O Comité Provincial considera, deste modo, que o país iniciou um ciclo de normalidade constitucional esperando que, de agora em diante, as eleições se realizem não mais nas datas convenientes mas naquelas constitucionalmente previstas”, lê-se num comunicado.
 
O encontro "constatou com preocupação, a degradação socioeconómica das populações verificadas pela dificuldade de acesso a água e luz, fragilidade nos sistemas de saúde e educação, elevados índices de corrupção e tomada de assalto do mercado local pelos cidadãos estrangeiros particularmente chineses e vietnamitas".
 
A secretária provincial da UNITA, Amélia Judith, perante o que descreve como quadro sombrio, apela ao trabalho para a mudança;
 
“Com este quadro sombrio devemos trabalhar a partir de agora com os quadros e com todos os huilanos para preparar a vitória inequívoca do nosso partido nas próximas batalhas eleitorais e por essa via trazer para Angola a mudança que há muito se espera”, disse Judith.
 
A não eleição de um deputado sequer pelo círculo local apesar do aumento percentual de votos nas eleições 2012, comparativamente a 2008, é tida como o maior fracasso da UNITA no ano que se apressa a terminar, contrariamente ao MPLA que conseguiu ver eleitos os seus cinco candidatos à casa das leis.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 18 de Abrili
|| 0:00:00
...
 
🔇
X
18.04.2014
Vídeo

Vídeo "Temos muitos problemas na Guiné-Bissau", Abel Incada, candidato presidencial

Os guineenses foram às urnas a 13 de Abril e estão expectantes num novo Governo de paz e estável
Vídeo

Vídeo África do Sul vai a votos a 7 de Maio

Na África do Sul, o ANC está em campanha difícil para segurar o seu domínio no Limpopo, onde ganhou 85 por cento dos votos em 2009.
Vídeo

Vídeo Pistorius está no banco dos réus e a acusação tem sido dura

Os acusadores tentaram descrever o atleta sul-africano Oscar Pistorius como egoísta e abusivo durante o segundo dia de interrogatório no seu julgamento por homicídio.
Mais Vídeos