sexta-feira, 31 outubro, 2014. 14:07 UTC

Notícias / Angola

Angola: Detidos na manifestação de sábado vão a tribunal

Informações indicam que seis pessoas foram presas

Avenida 4 de Fevereiro, antiga Avenida Marginal em Luanda
Avenida 4 de Fevereiro, antiga Avenida Marginal em Luanda
Redacção VOA
Várias pessoas detidas durante uma manifestação em Luanda no sábado poderão comparecer segunda-feira em tribunal.

Inicialmente foi noticiado que quatro pessoas tinham sido presas nessa manifestação mas há notícias que na realidade seis pessoas foram detidas.

A manifestação tinha sido convocada para protestar contra o desaparecimento de Alves Kamulingue e Isaías Kassule, raptados por desconhecidos nos dias 27 e 29 de Maio quando tentavam organizar uma manifestação de ex militares.

A manifestação tinha decorrido sem incidentes desde o seu início na Praça da Independência mas eclodiram confrontos com a polícia na zona central da capital, no Largo da Maianga, quando algumas dezenas de manifestantes tentaram progredir em direcção ao ministério da justiça.

O caso tem suscitado protestos  e já este mês o ministro do Interior Ângelo Tavares reuniu-se com os familiares dos desaparecidos.

Horácio Etuvi tio de Alves Kamolingue, que esteve presente na reunião
com membros do Executivo, disse à Voz da América não ter saído esclarecido do encontro por não terem sido informados do verdadeiro paradeiro dos seus parentes.

“Eles nos disseram que nós não temos conhecimento, como é que não tem conhecimento desde 27 de Maio até hoje?”, questionou o tio de Alves Kamulingue.

Para Alcides Sakala, porta-Voz da UNITA, ao realizar a reunião com a família, o executivo respondeu à pressão da sociedade civil e à visita efectuada ppel presidente da UNITA  Isaías Samakuva a casa dos parentes dos desaparecidos.

Considera, ainda, irresponsáveis os pronunciamentos segundo as quais nunca tinham sido informados sobre o desaparecimento de Kamulingue e Cassule.

O forúm foi encerrado
Comentário
Comentários
     
por: joao antonio de: lobito
27.12.2012 08:06
que digam esta autoridades se o direito a manifestacao pacifica esta ou nao consagrada na constituicao da republica e se nao entao que declarem este estado de totalitario e facista e ponto final

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Americanas 30 Outubro 2014i
X
30.10.2014 21:02
As principais notícias que marcam a última semana do mês de Outubro, nos Estados Unidos
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 30 Outubro 2014

As principais notícias que marcam a última semana do mês de Outubro, nos Estados Unidos
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 30 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 29 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 28 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 24 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Levados pelo Boko Haram

O mundo espera para ver se a Nigéria consegue negociar a libertação das 219 raparigas da escola de Chibok, raptadas pelo grupo islâmico Boko Haram em Abril. Activistas dizem que o Boko Haram já raptou centenas de jovens rapazes, mulheres e crianças, desde 2009.
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 23 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Mãe Trabalhadora - trailler do filme

O filme explora a dupla responsabilidade das mulheres moçambicanas, como mães e trabalhadoras. Gentilmente cedido pelo Organização Internacional do Trabalho
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 22 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Ébola e os órfãos da Serra Leoa

Centenas de crianças ficaram órfãos na Serra Leoa devido ao surto do vírus do Ébola, são vítimas do estigma e da rejeição. Os familiares não querem saber deles. A Serra Leoa abriu o primeiro orfanato de vítimas do Ébola no distrito de Kailahun.
Mais Vídeos