sexta-feira, 25 julho, 2014. 22:14 UTC

Notícias / Angola

Direcção da UNITA rejeita pressões para Congresso extraordinário

"Comissão Política deliberou por maioria qualificada que (...) não há necessidade de se realizar um Congresso extraordinário". Condenou, também, o desparecimento de Kamulingue e Kassule.

Isaías Samakuva, presidente da UNITA, em Luanda (foto de arquivo)
Isaías Samakuva, presidente da UNITA, em Luanda (foto de arquivo)

Multimédia

Áudio
Coque Mukuta
— O presidente da UNITA, Isaías Samakuva, sobreviveu a mais um desafio à sua liderança.

O porta-voz do Galo Negro, Alcides Sakala, reconheceu ter havido ao longo da II Reunião da Comissão Política do partido, pressões de militantes para a realização de um Congresso extraordinário.

Sakala disse à Voz da América que as exigências de alguns militantes se deviam a, no entender daqueles, não se ter conseguido nas eleições de 31 de Agosto resultados positivos.

“A Comissão Política achou que não é razão para se realizar o Congresso extraordinário na medida em que as questões que se o levantaram para essa iniciativa, podem e muito bem e foram, discutidas por esta mesma Comissão Política” disse.

Num comunicado no final da reunião a UNITA anuncia que "após discussão de uma proposta de convocação de um Congresso Extraordinário, a Comissão política deliberou por maioria qualificada que, mesmo perante a indefinição do calendário para as eleições autárquicas e o ciclo de fraudes, não há necessidade de se realizar um Congresso extraordinário nem de se antecipar o Congresso previsto para 2015".

Sakala disse não ter conhecimento da existência uma carta pedindo a demissão do actual presidente, Isaías Samakuva, ou a realização de congresso antes de 2015.

“O que ocorreu foi ter-se levantando esta questão durante os debates e no quadro daquilo que são os princípios da UNITA de aprofundar o diálogo a questão foi discutida com toda profundidade” frisou o porta-voz.

Questionado sobre para quando a realização do congresso ordinário Sakala disse estar o mesmo marcado estatutariamente para 2015.

No princípio do ano, o líder da UNITA derrotou uma tentativa de "renovação  interna" protagonizada pelo influente militante Abel Chivukuvuku, e que levou este último a sair para fundar a CASA-CE.

O comunicado final da reunião da Comissão Política condena, ainda, o desaparecimento de dois manifestantes em Maio deste ano, dizendo "denunciar a insensibilidade do executivo de José Eduardo dos Santos, em relação ao sofrimento dos angolanos e a manifesta incapacidade para combater a corrupção e resolver os problemas essenciais, como a falta de água potável, electricidade, saúde, educação, habitação, salário condigno e respeito às convenções internacionais por si subscritas de que destacamos o direito à vida, sendo graves exemplos os desaparecimentos, até hoje, de Álves Kamulingi e Isaías Kassule".

O partido do Galo Negro denunciou, ainda, "a perseguição à que estão sujeitas as comunidades que votaram à favor da UNITA, suprimindo-as do acesso a benefícios de vária índole e ameaçando retirar os salários aos respectivos Sobas".
 
Alerta, também, o executivo angolano "para a necessidade urgente de garantir os direitos primários aos seus próprios cidadãos, preteridos em favor de cidadãos estrangeiros, a quem se dá a primazia no acesso aos meios de produção e a riqueza, o que constitui uma evidente ameaça à segurança nacional. Nesta conformidade a Comissão Política da UNITA exorta os angolanos a vigilância com vista a denunciar e repudiar as relações contratuais, injustas, entre o Executivo angolano e certos Governos e Empresas estrangeiras para impedir a neocolonização de Angola".
O forúm foi encerrado
Comentário
Comentários
     
por: E ndongo
12.12.2012 08:14
O governo é a principal preocupação é proteger e conduzir as pessoas em que maneiras que satisfazem o seu povo, ao contrário do revoltar-se contra. Portanto, sua revolta deve custar sua garganta cortada de forma desumana (como PIDE ect.), que foi um elemento de opressão durante o período colonial. Este acto de tipo do governo precisa ser condenado e meu Conselho está reconhecendo uma vida uma pessoa como um presente agradável de Deus e tolerância. Partidos políticos de vontade de estar Unidos para a finalidade, evitar facção e interesse pessoal. Ser olhar para as brechas e oportunista que quer reunir seu interesse para destruir a sua existência...


por: Bento&Bento de: Luanda
07.12.2012 14:33
A Unita nunca será a mesma. aconselho-vos a desistir deste projecto porque a rotina está cansando os angolanos genuinos.


por: Prof.Kiluange de: New York City-Manhattan
07.12.2012 03:27
No tempo colonial, vi com os meus próprios olhos o sr. Manuel Pedro Pacavira a ser espanqueado pelos algozes da PIDE/DGS ali na rua 5 do Bairro indígena...Os tipos, como se fossem proprietários da terra, vinham sempre e a qualquer hora!.. e gritavam, mas gritavam: tragam-me esse terrorista pr'a aqui!!! ... Os bastardos por alguns instantes apavoravam a vizinhança , e sempre o sr. Pacavira sempre firme!?... o meu coração infantil palpitava sem força, clamando por justiça!E as vozes dos algozes ecoavam primeiro nos meus timpanos e depois no hipotálamo: tragam-me esse terrorista pr'a aqui!!!... Confesso que foi a primeira vez ter visto um “homem grande”a ser desumanamente maltratado e humilhado publicamente...Eram os degregados portugueses que infligiam dor ao proprietário da terra. Mas, hoje os terroristas de outro hora practicam o terrorismo de estado encoberto contra os seus próprios “supostos” irmãos?!...Mas afinal de contas que raios de animais somos?


por: Matrindindi de: Portugal
06.12.2012 20:19
ISAIAS SAMAKUVA NAO TEM VERGONHA NA CARA, deixa de acusar Abel Chivukuvuku, o soberano da boa vontade dos angolanos que apostam na mudança. So um cego nao consegue ver que a UNITA morreu com o Dr. Savimbi. JA ERA TEMPO DE sAMAKUVA DEMITIR~SE, MAS COMO PENSE TAL COMO O JES, A unita VAI MORRENDO.


por: Anónimo
06.12.2012 19:15
Não é esta a unita do velho Jonas Savimbi. lamento muito mas pelo que parece Samakuva nao difere muito de JES pois ficou bem claro agora o porque Abel tinha de sair da Unita pois estava ao lado de um senhor egoista que pensa que só ele pod
e, só ele é capaz. se o objectivo é de tirar o angolano da indigência o porquê não fazem abertura de oportunidades de todos militantes que estejam em condiçoes concorrerem para a presidência do partido? os que tentaram foram afastados e isto todos sabemos, pois até mesmo áqueles que apoiaram samakuva para ser presidente da unita foram afastado por divergirem com Ele. o que se espera de um partido com um lider assim? desculpem mas vao mase dar tantas curvas ...pois Eu acho ser um claro comodismo por parte de Samakuva;

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Mamografias 3D revolucionam detecção do cancro da mamai
X
25.07.2014 18:44
Durante anos as mamografias desempenharam um papel vital na detecção do cancro da mama. Mas nem sempre conseguem identificar tumores perigosos. A tecnologia a três dimensões pode revolucionar a triagem e salvar vidas
Vídeo

Vídeo Mamografias 3D revolucionam detecção do cancro da mama

Durante anos as mamografias desempenharam um papel vital na detecção do cancro da mama. Mas nem sempre conseguem identificar tumores perigosos. A tecnologia a três dimensões pode revolucionar a triagem e salvar vidas
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 25 Julho 2014

Os títulos que encerraram a semana no continente africano. Dos ataques do Boko Haram à expansão do vírus do ébola
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 24 Julho 2014

Os principais acontecimentos que marcam a actualidade americana na penúltima semana do mês de Julho
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 24 Julho 2014

Os principais títulos que marcam a actualidade de África nesta Quinta-feira
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 23 Julho 2014

Os principais títulos que marcam a actualidade de África
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 22 Julho 2014

Os principais acontecimentos de 22 de Julho no continente africano
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 17 Julho 2014

Os principais acontecimentos que marcaram a actualidade desta Quinta-feira
Mais Vídeos