terça-feira, 09 fevereiro, 2016. 07:30 UTC

    Notícias / África e Mundo

    PALOP entre os mais e menos corruptos de África

    Cabo Verde é o segundo melhor em África, depois do Botswana. Angola e a Guiné-Bissau entre os 25% mais mal cotados, mas Angola melhorou nove lugares e Bissau apenas quatro.

    Índice de percepções de corrupção no mundo publicado pela organização Transparência Internacional
    Índice de percepções de corrupção no mundo publicado pela organização Transparência Internacional

    Multimédia

    Áudio
    Redacção VOA
    Os países lusófonos estão entre os que são considerados mais corruptos e menos corruptos em África.

    Moçambique foi o único onde pioraram as percepções de corrupção. São Tomé é aquele que, desde o ano passado, fez mais progresso. Cabo Verde é o segundo menos corrupto de África e Angola tem a cotação mais baixa dos PALOP.

    Os dados são do índice de percepções sobre a corrupção no Mundo, para 2012, da organização Transparência Internacional.

    Entre os mais de 200 países e territórios cotados, Angola é o PALOP mais mal classificado, em 157º lugar. Apesar disso, melhorou nove lugares desde o ano passado, quando estava em 168º.

    A Guiné-Bissau vem a seguir, em 150º, o que representa uma ligeira melhoria – subiu três lugares desde 2011.

    A seguir vem São Tomé e Príncipe em 72º lugar – mas com uma melhoria dramática, pois no ano passado estava em 100º lugar.

    Cabo Verde continua a ser o PALOP com menos problemas de corrupção: melhorou três posições e vem cotado em 39º lugar – o segundo melhor em África depois, apenas, do Botswana em 33º e mais bem cotado do que países como Israel e a Coreia do Sul.

    Em geral, com excepção de Moçambique que desceu da posição 120 para a 123, todos os PALOP melhoraram – mas as melhorias individuais são assimétricas.

    Angola e a Guiné-Bissau continuam entre os 25% mais mal cotados, mas Angola melhorou nove lugares e Bissau apenas quatro.

    São Tomé, como já notamos, registou uma subida dramática de 28 lugares para se colocar acima do meio da tabela e Timor-Leste saltou 20 lugares para a posição 113ª.

    O Brasil também melhorou da 73ª para a 69ª posição, ao passo que Portugal piorou e desceu um lugar para o 33º posto.
    O forúm foi encerrado
    Comentário
    Comentários
         
    por: Silvério Marques
    06.12.2012 15:00
    Os autores da classificação não conhecem a realidade cabo verdiana e guiaram-se por informações pouco isentas. Ou então a corrupção só existe quando em causa estão acima de 1 milhão de euros.

    Siga-nos

    Rádio

    AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

    Sexta 16:30 - 17:30 UTC
     

    AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

    Seg-Qui 17:00 - 18:30 UTC
     

    AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

    Sexta-feira 17:30 UTC
     

    AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

    Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

    Os Nossos Vídeos

    Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
    Manchetes Mundo 8 Fevereiro 2016i
    X
    08.02.2016 20:00
    Mais Vídeos