quinta-feira, 27 novembro, 2014. 11:36 UTC

Notícias / África

Mali: Grupos rebeldes cada vez mais pressionados

Os grupos rebeldes apoderaram-se de 3 regiões do Norte do Mali em Abril passado na sequência de um golpe de estado.

Membros das forças governamentais malianas treinam a 600 Km a nordeste de Bamako
Membros das forças governamentais malianas treinam a 600 Km a nordeste de Bamako
Redacção VOA
A crise no norte do Mali entra numa nova fase esta semana. De facto, entidades oficiais malianas deverão reunir-se com delegações de dois grupos rebeldes enquanto o Conselho de Segurança da ONU se prepara para tomar em consideração o plano para uma intervenção militar regional no Mali.

Os grupos rebeldes apoderaram-se de 3 regiões do Norte do Mali em Abril passado na sequência de um golpe de estado.

O ministro maliano dos negócios estrangeiros encontra-se em Ouagadougou onde deverá reunir-se com delegações de dois dos grupos armados: a seita islâmica Ansar Dine e o movimento separatista tuaregue MNLA.

Tratar-se-ão das primeiras conversações directas entre as autoridades malianas e os dois grupos rebeldes desde o início da crise. Ambas as organizações concordaram em participar nas conversações mediadas pela CEDEAO para encontrar uma solução pacífica para a crise.

Contudo muitos analistas consideram que a força será necessária no que diz respeito a um terceiro grupo, os combatentes estrangeiros da Al kaida do Norte de África.

Na quarta-feira o Conselho de Segurança da ONU vai analisar os planos da União Africana e da CEDEAO para constituir uma força regional de 3.300 homens para ajudar o governo maliano a reconquistar o norte do país. Os líderes africanos pretendem uma intervenção com um mandato da União Africana.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon deu o seu aval a uma missão de um ano da União Africana no Mali, mas, no seu relatório na semana passada, afirmou que os líderes africanos devem primeiro estudar logísticas adicionais para a missão e que a constituição dessa força devia ser considerada como um último recurso.

O presidente interino do Mali, Diouncounda  Traoré, reuniu-se ontem com o presidente do Níger, Mahamadou Issoufou em Niamei.

O presidente Issoufou, um defensor da intervenção militar, disse que os países africanos devem agir rapidamente.

Issoufou declarou ainda que se os rebeldes conseguirem fixar-se no norte do Mali irão depois atacar os países vizinhos. Disse ainda que estava confiante que o Conselho de Segurança iria dar o seu aval ao plano de intervenção.

A ONU poderá dar luz verde a essa força até ao final do ano mas observadores regionais dizem que, a verificar-se, a ofensiva no norte do Mali não deverá começar antes da segunda metade do ano que vem.
O forúm foi encerrado
Comentário
Comentários
     
por: Rui Manuel da Costa de: Bissau
04.12.2012 08:53
Malianos do norte estão a sofrer demais , por isso deve haver uma intervenção bem concerta da CEDEAO e da UA.
estes rebeldes estão a cometr duplas crimes: destruiram monumentos, lugares históricos saquiram bens de populações.
Ban Ki-moon vivendo no luxo querendo redar intervenção militar para expulsar os rebeldes.

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Qui 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sexta-feira 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 26 Novembro 2014i
|| 0:00:00
...  
🔇
X
26.11.2014 20:12
As imagens das noticias de Africa
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 26 Novembro 2014

As imagens das noticias de Africa
Vídeo

Vídeo A Voz da América nas manifestações em Ferguson

O polícia que matou Michael Brown não será acusado.
Vídeo

Vídeo Protestos violentos causam caos em Ferguson, Estados Unidos

Uma decisão de um Grande Júri no Misssouri de não indiciar o policia branco Darren Wilson pela morte a tiro do jovem africano-americano Michael Brown resultou em mais violência e destruição em Ferguson. Isto apesar dos apelos a manifestações pacíficas por parte dos lideres comunitário
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 24 Novembro 2014

As imagens das noticias de Africa
Vídeo

Vídeo Mama Sarah Obama, única avó viva do Presidente americano

A mulher do avô de Barack Obama está nos Estados Unidos para angariar fundos para a construção de uma escola e de um centro hospitalar no valor de 12 milhões de dólares, em Kogelo, no Quénia. Foi homenageada no Dia das Mulheres Empreendedoras nas Nações Unidas
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 21 Novembro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 20 Novembro 2014

As notícias que marcam a actualidade do país liderado por Barack Obama
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 20 Novembro 2014

As imagens das noticias africanas
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 19 de Novembro 2014

Actualidade do continente africano em 60 segundos
Mais Vídeos