sexta-feira, 04 setembro, 2015. 01:29 UTC

Notícias / Moçambique

Vice-ministro chinês dos negócios estrangeiros deve avistar-se com o presidente Guebuza

Zhai Jun está em Maputo para o reforço das relações bilaterais, ao mesmo tempo que os intresses privados chineses vão ganhando terreno com milhões de doláres de investimentos

Sector de energia está em expansão em Moçambique e os chineses não querem ficar de fora no jogo em curso entre as grandes companhias internacionais
Sector de energia está em expansão em Moçambique e os chineses não querem ficar de fora no jogo em curso entre as grandes companhias internacionais

Multimédia

Áudio
Simião Pongoane
Moçambique e China avaliam o estágio das suas relações de cooperação em Maputo na presença do Vice-Ministro Chinês dos Negócios Estrangeiros, Zhai Jun, numa altura em que em Pequim há mudança de liderança na segunda maior economia do Mundo, depois dos Estados Unidos da América.

Em Moçambique, a China é o segundo maior investidor Estrangeiro depois da poderosa vizinha África do Sul.

Os chineses pegaram o sector de construção civil das obras públicas, tendo já construído ou reabilitado os edifícios do parlamento, do Ministério dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Centro Internacional de Conferências, Estádio Nacional de Futebol, por sinal o primeiro construído depois da independência nacional proclamada há 37 anos.

Neste momento há dois grandes projectos em curso: construção de cinco mil casas na província de Maputo e mobilização de meios materiais para a construção da ponte entre Maputo e Catembe.

Os chineses estão igualmente envolvidos na agricultura, sobretudo na produção de cereais, com destaque para arroz. Na província de Gaza, no Sul do País, uma empresa chinesa está a desenvolver um projecto de 250 milhões de dólares para a produção de arroz.

O Presidente Armando Guebuza visitou há duas semanas o projecto da empresa chinesa em Gaza e ficou impressionado com o trabalho em curso. Os chineses têm 20 mil hectares cedidos pelo governo para a produção de arroz no Regadio do Baixo Limpopo.

Durante três dias da visita do Vice-Ministro Chinês, as delegações dos dois países vão analisar igualmente a implementação dos resultados da quinta conferência ministerial do fórum sobre a cooperação sino-áfrica realizada em Junho último na China.

No final da visita, o dirigente chinês vai ser recebido pelo Presidente da República, Armando Emílio Guebuza.

Há muita expectativa sobre o futuro das relações entre Moçambique e China, na sequência das mudança em Pequim.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Qui 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sexta-feira 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Mundo 3 Setembro 2015i
X
03.09.2015 15:18
Vídeo

Vídeo Diário de um YALI (III): Joel Almeida perdido em Nova Iorque

Desafiámos o Joel a contar-nos os seus dias e cada dia que passa é uma aventura. Perder-se em Nova Iorque tem sido uma constante. O Joel está na cidade da grande maçã para um estágio de 2 meses dentro do programa Young African Leaders Initiave, criado por Barack Obama
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 1 Setembro 2015

Milahres dançam no festival tradicional suazi
Vídeo

Vídeo Manchetes americanas 1 Setembro 2015

Ben Carson, um novo Obama?
Vídeo

Vídeo Diário de um YALI (II): Joel Almeida e a visita à Estátua da Liberdade

Esta é a 2ª partilha de Joel e como seria de esperar Nova Iorque não é um lugar fácil. A ida à estátua da Liberdade provou ao Joel que um GPS pode ser tudo na vida.
Mais Vídeos