segunda-feira, 22 setembro, 2014. 06:11 UTC

Notícias

China ajuda Moçambique no combate à pobreza

Moçambique vai beneficiar da ajuda da República Popular da China para a definição de novas fórmulas e políticas para combater a pobreza, que afecta mais do que a metade dos moçambicanos.

Multimédia

Áudio
William Mapote

China ajuda Moçambique no combate à pobreza

Moçambique vai beneficiar da ajuda da República Popular da China para a definição de novas fórmulas e políticas para combater a pobreza, que afecta mais do que a metade dos moçambicanos.

Com base nos acordos bilaterais de cooperação, os dois países lançaram nesta segunda-feira um Centro para a Cooperação na Redução da Pobreza, uma unidade cuja missão será a elaboração de pesquisas e recomendações de políticas para combater a pobreza.

“Com o apoio da companhia Kingho, uma empresa chinesa que tem participações aqui no país, o centro vai tratar de questões ligadas a investigação e pesquisa e propor medidas concretas para  a redução da pobreza”, disse o Ministro da Planificação e Desenvolvimento, Aiuba Cuereneia, durante a cerimónia que marcou o lançamento do centro.

Nos últimos dez anos, o governo já implementou duas versões de estratégias de redução da pobreza, contudo, os resultados continuam a ser questionados.

É que apesar dos altos níveis de crescimento económico, considerados exemplares ao nível mundial, em muitos pontos do país ainda há pessoas com problemas de comida, habitação e assistência médica básica.

O Conselheiro do Estado da República Popular da China ao nível do Gabinete de Combate a Pobreza, Fan Xiaojian, disse que o seu país vai trazer a Moçambique, as experiências do seu país, baseadas nos resultados já alcançados, como resultado das estratégias e políticas para a redução da pobreza rural.

“Nós lutamos com uma dureza extraordinária e conseguimos encontrar um caminho para a redução da pobreza nas áreas rurais e é isso que queremos partilhar com Moçambique”, disse o representante do governo chinês, na abertura de um “Seminário sobre as Políticas de Redução da Pobreza em Moçambique e na China”.

A China tem sido o principal parceiro económico de Moçambique dos últimos anos, e só nos últimos dez dias já anunciou a disponibilização de créditos acima de dois milhões de dólares, maioritariamente, para financiamento de infra-estruturas.

O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 19 Setembro 2014i
|| 0:00:00
...
 
🔇
X
19.09.2014 17:49
As imagens das noticias de Africa
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 19 Setembro 2014

As imagens das noticias de Africa
Vídeo

Vídeo Aniversário Westgate - Ataque terrorista ainda abala as vítimas

Um ano depois do ataque terrorista ao Centro Comercial Westgate em Nairobi, os sobreviventes continuam abalados com a tragédia. A VOA conta a história das vítimas que ainda questionam: “Como é que isto aconteceu?
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 18 Setembro 2014

Noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 17 Setembro 2014

As imagens de Africa que fazem noticia
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 16 Setembro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Prostituição infantil em Nairobi

Na favela de Korogocho, em Nairobi, raparigas com apenas 15 anos de idades dedicam-se à prostituição como meio de ganhar a vida. Elas são o alvo de uma organização não-governamental chamada Iniciativa Miss Koch, que tem realizado o trabalho de resgatar essas menores e com resultados positivos.
Mais Vídeos