segunda-feira, 01 setembro, 2014. 11:14 UTC

Notícias

Kwanza-Sul: Tribunal condena director da Saúde por crime de peculato

O Tribunal Provincial do Kwanza-Sul condenou no dia 27 de Junho do ano em curso o até então director provincial da Saúde, Adão Castelo António, na pena máxima de oito anos de prisão maior por ter sido indiciado no crime de peculato.

Kwanza-Sul: Tribunal condena director da Saúde por crime de peculato
Kwanza-Sul: Tribunal condena director da Saúde por crime de peculato

Multimédia

Áudio

Kwanza-Sul: Tribunal condena director da Saúde por crime de peculato

O Tribunal Provincial do Kwanza-Sul condenou no dia 27 de Junho do ano em curso o até então director provincial da Saúde, Adão Castelo António, na pena máxima de oito anos de prisão maior por ter sido indiciado no crime de peculato.

O réu deverá devolver ao Estado angolano mais de 65 milhões de Kwanzas, o equivalente a 600 mil dólares americanos que de forma sorrateira retirou dos cofres da direcção e gastou em benefício próprio.

O tribunal deu como inocentes os outros três réus que no mesmo processo foram tidos como comparsas de Castelo ao que se chegou a conclusão de que tanto José Caionda, Guilherme Júlio e Maria Pedro António estavam isentos de culpas como dita o acórdão lido pelo juiz presidente do tribunal local Fernando Eduardo Masculino:

«Os acórdãos deste tribunal julgam procedentes por provada a douta acusação

pública e em nome do povo acordam e absolver Maria Pedro António, José Caionda e Guilherme Júlio José do crime em que foram acusados e pronunciados por não terem cometido qualquer crime em obediência ao princípio “In Dúbil Pró Reu”. Condenar o réu Adão Castelo António com os demais sinais de identificação nos Autos, como autor material de um crime de peculato, previsto e punível pela conjugação dos Artigos 313º, 437º e número 5 do Artigo 421º todos do Código Penal na pena de 8 anos de prisão maior, no pagamento de 200.000 kwanzas de taxa de justiça e devendo devolver ao Estado um montante de 65.184.500 kwanzas que indevida e injustificadamente retirou dos cofres do Estado. Conduza o réu a cadeia. Remeta o boletim ao registo criminal. Notifique-se».

Ouvíamos a leitura do acórdão do Tribunal Provincial do Kwanza-Sul na voz do juiz presidente Fernando Eduardo Masculino, na audiência que marcou a sentença do então director provincial da Saúde Adão Castelo a oito ano de prisão maior por crime de peculato, este que ainda vai pagar 200 mil Kwanzas de emolumentos e taxas de justiça e a devolução ao Estado do equivalente a 65 mil dólares que gastou em benefício próprio.

De recordar que apesar das provas mais que evidentes a que chegaram os órgãos de justiça, o Ministério Público através do Procurador Provincial Adjunto Fernando Paulo interpôs recurso por inconformismo com a sentença.

Os valores ora desaparecidos cujo culpado é Adão Castelo continuam a penalizar o sector e os trabalhadores da Saúde que até hoje se vêm a braços com subsídios de horas extras, os hospitais sem as condições de alimentação aceitáveis, salas de internamentos deficientes e muito mais.

O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 29 Agosto 2014i
|| 0:00:00
...
 
🔇
X
29.08.2014 18:11
As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 29 Agosto 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Ferguson olha para o Futuro

Um grande júri no estado de Missouri continua a ouvir testemunhos do caso que envolve a morte a tiro de um jovem africano-americano por um agente policial branco. O caso ocorreu no dia 9 de Agosto na cidade de Ferguson.
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 28 Agosto 2014

Noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 28 Agosto 2014

As principais notícias que encerram a última semana do mês de Agosto, nos Estados Unidos
Vídeo

Vídeo Lei Russa Contra a Profanação

A Rússia promulgou em Julho uma lei que ameaça multar actos de profanação nos media, filmes, literatura, na música e no teatro. A restrição foi bem recebida por quem diz que a blasfémia está fora do controlo, outros rejeitam a decisão por considerarem tratar-se de paternalização e censura
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 27 Agosto 2014

Noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 26 Agosto 2014

Noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 26 Agosto 2014

Os principais títulos americanos na última semana de Agosto
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 25 Agosto 2014

As noticias de Africa em video
Mais Vídeos