quinta-feira, 31 julho, 2014. 21:36 UTC

Notícias

Namibe: CASA-CE promete quebrar hegemonia eleitoral dos partidos tradicionais.

O secretário executivo provincial do Namibe, da CASA-Coligação Eleitoral, Dr. Daniel Joaquim Matias, eleito democraticamente na semana passada, pelo Conselho Provincial que elegeu igualmente cinco candidatos efectivos a deputados e cinco suplentes, disse à Voz de América que o objectivo daquela nova formação política é alcançar no mínimo quatro deputados, contra cinco possíveis, no círculo provincial neste pleito, marcado para 31 de Agosto.

Abel Chivukuvuku, lidere da CASA-CE
Abel Chivukuvuku, lidere da CASA-CE

Multimédia

Áudio
Armando Chicoca

Namibe: CASA-CE promete quebrar hegemonia eleitoral dos partidos tradicionais

O secretário executivo provincial do Namibe, da CASA-Coligação Eleitoral, Dr. Daniel Joaquim Matias, eleito democraticamente na semana passada, pelo Conselho Provincial que elegeu igualmente cinco candidatos efectivos a deputados e cinco suplentes, disse à Voz de América que o objectivo daquela nova formação política é alcançar no mínimo quatro deputados, contra cinco possíveis, no círculo provincial neste pleito, marcado para 31 de Agosto.

De 30 anos de idade, natural do Município de Kaluquembe, o homem forte da CASA-CE, no Namibe, Daniel Joaquim Matias, nunca pertenceu a nenhuma formação político-partidária em Angola. Formado em Filosofia, no passado recente, Daniel Joaquim Matias foi seminarista dos Missionários Redentoristas e a sua aderência à CASA-CE, segundo ele, tem a ver com a pátria.

«Companheiras e companheiros, a causa principal da CASA-CE é salvar o angolano do regime déspota, que estando nas vestes da democracia ainda viola os direitos fundamentais dos cidadãos», referiu-se o político da CASA-CE, no Namibe.

Disse que a sonolência não paga imposto, é urgente  que todos como um só homem, trabalhemos para uma governação equilibrada e assente nos princípios da ética e respeito humano em Angola.

«Não percam de vista a história de Angola! Na verdade estamos cansados de assistir o teatro de governação e estamos cônscios de tudo que se passa, temos que nos unir para derrubar esta governação sobada, que prima tudo para si e muito pouco para os cidadãos. Chegou a hora para mudar, é o momento de pôr a mão na consciência e dizer: chega! Chega, vamos mudar», reiterou, o político do executivo da CASA-CE.

Referiu-se também das estratégias eleitorais que segundo Daniel Joaquim Matias, da CASA-CE, estão a ser bem delineadas no gabinete de estudo e análises do secretariado executivo que dirige, visado a corresponder a expectativa.

A Voz de América soube que a CASA-CE, nesta urbe,  está estruturada  em todas as comunas e bairros do Município do Namibe, ao passo que nos Municípios do Tombwa, Bibala, Virei e Camucuio a representação é de um grupo reduzido de pessoas, com maior aderência de estudantes, professores, enfermeiros e funcionários públicos e religiosos.

Consciência, liberdade e voluntariedade são os pilares porque trilha esta nova formação política, que na província do Namibe ameaça quebrar a hegemonia dos tradicionais partidos políticos, nas urnas de Agosto de  2012.

O forúm foi encerrado
Comentário
Comentários
     
por: otchinli tchofeca
24.06.2012 18:04
37 anos de viuvez dos nossos herois que se oporam contra os portugueses em angola por uma causa justa, foram bastantes, em 2012 os angolanos devem tirar o que é vermelho e preto porque só indiciam mais perca de sangue e mais óbitos esses sinais são bem claros pela vida cara que o povo de angola está passando. As bandeiras de vermelho e preto concentrado ja não sáo para os angolanos hoje, o povo de angola deve se vestir do amarelo concentrado da CASA CE


por: otchinli tchofeca
24.06.2012 18:01
37 anos de viuvez dos nossos herois que se oporam contra os portugueses em angola por uma causa justa, foram bastantes, em 2012 os angolanos devem tirar o que é vermelho e preto porque só indiciam mais perca de sangue e mais óbitos esses sinais são bem claros pela vida cara que o povo de angola está passando. As bandeiras de vermelho e preto concentrado ja não sáo para os angolanos hoje, o povo de angola deve se vestir do amarelo concentrado da CASA CE


por: Nganga
20.06.2012 07:08
VIVA A CASA-CE, VIVA ANGOLA E VIVA ABEL CHIVUKUVUKU


por: Mechedor Atrevido
14.06.2012 10:36
Viva a CASA-CE, Viva ao Abel Chivukuvuku, força e coragem desejo a ti meu mano eu eos meus estamos contigo nessa luta, para acabar com a corrupção, enfim para devolver Angola aos Angolanos...


por: Akuavundo
12.06.2012 18:02
FORÇA CASA. NÃO SE ESQUEÇAM DO CAMARADA MUSICO NO BRASA - DOG MURA. HENDENO KU POLO AKUANDONDO.


por: JOSE ANTONIO
12.06.2012 10:40
A DEMOCRACIA DISPENSA ÓDIO. ANGOLANOS SAIBAM QUE A CASA NÃO SURGIU PARA INCOMODAR NINGUEM. QUE SE INCOMODA COM A CASA É INIMIGO DA DEMOCRACIA. VIVA A CASA VIVA ANGOLA


por: Bacalhau.fodas@gmail.com
12.06.2012 03:10
Estamos com a Casa-ce. Daremos todo nosso apoio. Defacto, estamos cansados, olhem so o que se passou connosco no concurso publico para professores, os lugares foram entregues a JMPLA. Aberração!

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Ivan Collinson - Participante Yalii
X
31.07.2014 20:06
Ivan Collinson - Participante Yali. Veio de Moçambique e é director adjunto do registo académico da Universidade Eduardo Mondlane. Ivan sente-se mais africano depois de participar na Iniciativa Jovens Líderes Africanos nos EUA
Vídeo

Vídeo Ivan Collinson - Participante Yali

Ivan Collinson - Participante Yali. Veio de Moçambique e é director adjunto do registo académico da Universidade Eduardo Mondlane. Ivan sente-se mais africano depois de participar na Iniciativa Jovens Líderes Africanos nos EUA
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 31 Julho 2014

Câmara dos Representantes indicia processo contra Presidente Barack Obama
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 31Julho 2014

Da propagação do vírus do ébola, aos ataques do Boko Haram. Os títulos que marcam a actualidade de África
Vídeo

Vídeo Cadija Mané - Participante Yali

Cadija Mané - Participante Yali. Veio da Guiné-Bissau, onde trabalha como coordenadora da Casa dos Direitos. Regressa para a Guiné com mais determinação e força de vontade para mudar as coisas
Vídeo

Vídeo Vilma Nhambi - Participante Yali

Vilma Nhambi - Participante Yali. Veio de Moçambique e tem um projecto com mulheres e adolescentes nas zonas rurais.
Vídeo

Vídeo Selma Neves - Participante Yali

Selma Neves - Participante Yali, veio de Cabo Verde. É Presidente da Incubadora, uma cooperativa de empoderamento de mulheres e fica por mais dois meses para um estágio em Nova Iorque
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 29 Julho 2014

Os principais assuntos que fazem a actualidade dos Estados Unidos da América, com Bruna Ladeira
Vídeo

Vídeo Majo Joseph - Participante Yali

Majo Joseph - Participante Yali veio de Moçambique e a sua área de acção é a sociedade civil e seu empoderamento
Vídeo

Vídeo Akiules Neto - Participante Yali

Akiules Neto - Participante Yali. Veio de Angola e a sua vida são os números
Mais Vídeos