sábado, 02 agosto, 2014. 06:30 UTC

Notícias

Amnistia Internacional: Direitos humanos deterioram-se em Angola

A Amnistia Internacional afirma que o governo angolano não tem vontade política de proteger as liberdades individuais.

António Capalandanda

Direitos humanos deterioram-se em Angola

A Amnistia Internacional afirmou que o governo angolano não tem vontade política de proteger o direito à liberdade de expressão e de reunião em Angola.

Aquela organização de defesa dos direitos humanos recomendou também a abertura de um inquérito para a responsabilização criminal dos autores da repressão violenta de manifestantes antigovernamentais pacíficos.

Muluka-Anne Miti, pesquisadora para os países de língua portuguesa da África, esteve recentemente em Angola para investigar a violação do direito às liberdades de expressão e de reunião. Disse ela à Voz da América que, a sua organização constatou que as instituiçoes dos direitos humanos em Angola não funcionam, e que as leis e aconstituição não são aplicadas por falta de vontade politica.

“ Há uma grande necessidade de que haja vontade politica para aplicar as leis e usar as instituiçoes que existem no país,” disse Muluka-Anne.

Muluka-Anne referiu ainda que, a crescente violência contra manifestantes, politicos, jornalista e activista civicos indicam a deterioração dos direitos humanos antes das eleições gerais em Angola.

“ É muito preocupante porque estamos no ano das eleições. E durante as eleições a liberdade de expressão e a liberdade de reunião é muito importante” afirmou Muluka-Anne, acrescentando que “ estamos a chamar as autoridades para promover e proteger estes direitos.”

Desde Março de 2011, a polícia nacional angolana tem recorrido  ao uso da força contra manifestantes antigovernamentais , defensores dos direitos humanos, jornalistas e políticos da oposição, resultando em ferimentos graves e detenções.



O forúm foi encerrado
Comentário
Comentários
     
por: M. F
13.05.2012 14:25
Essa Angola que quer dar lições a Guiné-Bissau...


por: sofridor
13.05.2012 11:04
Ainda bem que vieste constatar sozinho. Mas averdade dos Angolanos e Cabindas é este.Obrigado pelmenos voce que foi realísta .Não aqueles que só vee buscar o dinheiro do povo sofridor.


por: Solidão
12.05.2012 16:09
Emitir ordem de captura ao Presidente interino de Angola Jose Eduardo dos Santos, por crimes contra a humanidade. matanças, nao insersão de ex-militares das FAPLA que foram para o exercito do MPLA com 15 anos de idade hoje ao abandono, nepotismo, abuso do poder e eliminação fisica de jornalistas, politicos e guerrilheiro da FLEC em territorio alheio "RDC"

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 1 Agosto 2014i
X
01.08.2014 20:33
Os títulos que marcaram o início do mês de Agosto
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 1 Agosto 2014

Os títulos que marcaram o início do mês de Agosto
Vídeo

Vídeo Ivan Collinson - Participante Yali

Ivan Collinson - Participante Yali. Veio de Moçambique e é director adjunto do registo académico da Universidade Eduardo Mondlane. Ivan sente-se mais africano depois de participar na Iniciativa Jovens Líderes Africanos nos EUA
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 31 Julho 2014

Câmara dos Representantes indicia processo contra Presidente Barack Obama
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 31Julho 2014

Da propagação do vírus do ébola, aos ataques do Boko Haram. Os títulos que marcam a actualidade de África
Vídeo

Vídeo Cadija Mané - Participante Yali

Cadija Mané - Participante Yali. Veio da Guiné-Bissau, onde trabalha como coordenadora da Casa dos Direitos. Regressa para a Guiné com mais determinação e força de vontade para mudar as coisas
Vídeo

Vídeo Vilma Nhambi - Participante Yali

Vilma Nhambi - Participante Yali. Veio de Moçambique e tem um projecto com mulheres e adolescentes nas zonas rurais.
Vídeo

Vídeo Selma Neves - Participante Yali

Selma Neves - Participante Yali, veio de Cabo Verde. É Presidente da Incubadora, uma cooperativa de empoderamento de mulheres e fica por mais dois meses para um estágio em Nova Iorque
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 29 Julho 2014

Os principais assuntos que fazem a actualidade dos Estados Unidos da América, com Bruna Ladeira
Vídeo

Vídeo Majo Joseph - Participante Yali

Majo Joseph - Participante Yali veio de Moçambique e a sua área de acção é a sociedade civil e seu empoderamento
Vídeo

Vídeo Akiules Neto - Participante Yali

Akiules Neto - Participante Yali. Veio de Angola e a sua vida são os números
Mais Vídeos