quarta-feira, 16 abril, 2014. 22:02 UTC

Notícias

Moçambique: Igreja Católica alvo de assaltos violentos

A Igreja Católica está apavorada com a onda de assaltos a residências e locais de culto, em particular, na cidade do Maputo. A situação ganhou mais relevo após a morte do padre Valentim Camala, que pertencia à paróquia de Santa Teresinha do Menino Jesus.

Multimédia

Áudio
Tamanho das letras - +
William Mapote

Moçambique: Igreja Católica alvo de assaltos violentos

A Igreja Católica está apavorada com a onda de assaltos a residências e locais de culto, em particular, na cidade do Maputo. A situação ganhou mais relevo após a morte do padre Valentim Camala, que pertencia à paróquia de Santa Teresinha do Menino Jesus.

O padre morreu em resultado das agressões sofridas na noite da passada quinta-feira, na sequência de um assalto à paróquia onde servia, localizada no Bairro da Liberdade, a poucos quilómetros da cidade da Matola. Com este facto, a Conferência dos Institutos Religiosos quebrou o silêncio e convocou nesta segunda-feira, uma conferência de imprensa para mostrar a sua indignação, com toda a criminalidade que reina no país.

“Tornamos pública a nossa indignação e o nosso protesto quanto à violência que assola o país de diversas formas, vitimando pessoas inocentes e ceifando vidas. O tráfico de órgãos humanos e de pessoas, a violência sexual, os recentes casos de sequestros, os homicídios, os latrocínios, são das várias faces de violência que tornam o cidadão de bem refém na sua própria terra...”, disse o padre Paulo Nadolny, presidente da Conferência dos Institutos Religiosos em Moçambique.

Segundo dados da própria Igreja Católica em Moçambique, de Janeiro a esta parte, pelo menos dois assaltos a igrejas ou casas de padres ou freiras ocorre, pelo menos duas vezes ao mês.

Rosalia Palickza é uma das irmãs salesianas em Maputo e conta o episódio da última acção dos assaltantes na sua residência.

“Eu e uma outra irmã também fomos assaltadas, há um tempo atrás, por volta as 11 e as 11 e meia da noite, roubaram-nos tudo, deixaram-nos só com uma roupa no corpo e nada mais.”

Sociólogos e teólogos moçambicanos dizem que os assaltos a centros e instituições da Igreja, revela a falta de limites morais que afectam a sociedade nacional.

“ E uma tendência também à dessacralização da vida, quer dizer das entidades, as pessoas passam a não considerar mais sagrados aqueles símbolos, aqueles ícones que outrora eram considerados sagrados. E isso e um fenómeno que também e resultado da própria sociedade e assaltar a casa de um sacerdote ou assaltar a igreja, assaltar a residência de alguém que nos acreditamos que representa Deus por ser porta-voz de Deus, isso mostra realmente que estamos a atingir níveis tão difíceis de crime ou da moralidade.”

A Igreja Católica acusa a Polícia de pouco fazer para a segurança e tranquilidade dos cidadãos. “Queremos chamar atenção ao poder político que tem o dever constitucional de promover e garantir a eficácia de segurança pública ao seu povo e não apenas de forma paliativa, depois dos factos terem ocorridos, mas sim de forma preventiva e investigativa.”

Em conferência de imprensa nesta terça-feira, o porta-voz do Comando Geral da Polícia, Pedro Cossa, disse que a sua corporação está a trabalhar para esclarecer a onda de assaltos que desta vez começa a fazer da Igreja Católica a sua cliente habitual.

O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 16 de Abrili
|| 0:00:00
...
 
🔇
X
16.04.2014
Vídeo

Vídeo "Temos muitos problemas na Guiné-Bissau", Abel Incada, candidato presidencial

Os guineenses foram às urnas a 13 de Abril e estão expectantes num novo Governo de paz e estável
Vídeo

Vídeo África do Sul vai a votos a 7 de Maio

Na África do Sul, o ANC está em campanha difícil para segurar o seu domínio no Limpopo, onde ganhou 85 por cento dos votos em 2009.
Vídeo

Vídeo Pistorius está no banco dos réus e a acusação tem sido dura

Os acusadores tentaram descrever o atleta sul-africano Oscar Pistorius como egoísta e abusivo durante o segundo dia de interrogatório no seu julgamento por homicídio.
Vídeo

Vídeo A luta dos medicamentos baratos

O Governo da África do Sul vai aprovar reformas sobre propriedade intelectual – incluindo patentes de medicamentos – que para activistas de saúde poderão permitir que mais sul-africanos possam ter acesso a medicamentos genéricos,
Mais Vídeos