sábado, 01 novembro, 2014. 00:13 UTC

Notícias

"Savimbi é figura incontornável da história", diz João Soares.

João Soares realçou a “valia notável de Jonas Savimbi na história de Angola e na história africana”.

Savimbi com Nelson Mandela e Abel Chivukuvuku ao fundo (foto de arquivo)
Savimbi com Nelson Mandela e Abel Chivukuvuku ao fundo (foto de arquivo)

Multimédia

Áudio
Venâncio Rodrigues

"Savimbi é figura incontornável", diz João Soares

O deputado português João Soares disse em Luanda  que  o líder fundador da UNITA, Jonas Savimbi,  morto em combate há dez anos,  tem um papel   incontornável  na história de Angola e da África.

Conhecido pela sua longa amizade  com a UNITA, o deputado socialista foi  um dos convidados a participar na conferência sobre a vida  e a obra de Jonas Savimbi organizada por ocasião do décimo aniversário da morte do ex-líder rebelde.

João Soares disse reconhecer os erros cometidos por Savimbi, enquanto líder  militar,  mas defendeu que não   aceitava que  se renegasse  o papel histórico desempenhado pelo nacionalista angolano.

“ Isso, disse Soares, é o que os adversários dele não querem reconhecer e que é a todos os títulos justo reconhecer”.

“Todos temos a consciência, acrescentou o deputado português, que durante uma vida tão grande e tão recheada houve momentos menos bons e momentos sombrios durante os quais se cometeram erros graves mas que foram sempre reconhecidos pelo próprio Savimbi”.

João Soares realçou a “valia notável de Jonas Savimbi na história de Angola e na história africana”.

Segundo ele o simples facto da existência da UNITA e da persistência do seu líder “em usar da palavra em todas as circunstâncias obrigaram a que a questão do pluralismo político e da democracia plural se pusessem em Angola muito antes da queda do muro de Berlim”.

Ouça a reportagem do Venâncio Rodrigues.  


O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Levando a vida no cemitério: Reportagem sobre pobreza persistente em Moçambiquei
X
31.10.2014 18:08
Com as suas ricas reservas de gás natural por explorar, Moçambique poderá tornar-se num dos maiores abastecedores de energia – facto central nas recentes eleições nacionais. Mas nem todos usufruem das riquezas acumuladas. Há uma pobreza persistente, veja como alguns residentes de Maputo sobrevivem
Vídeo

Vídeo Levando a vida no cemitério: Reportagem sobre pobreza persistente em Moçambique

Com as suas ricas reservas de gás natural por explorar, Moçambique poderá tornar-se num dos maiores abastecedores de energia – facto central nas recentes eleições nacionais. Mas nem todos usufruem das riquezas acumuladas. Há uma pobreza persistente, veja como alguns residentes de Maputo sobrevivem
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 31 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 30 Outubro 2014

As principais notícias que marcam a última semana do mês de Outubro, nos Estados Unidos
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 30 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 29 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 28 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 24 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Levados pelo Boko Haram

O mundo espera para ver se a Nigéria consegue negociar a libertação das 219 raparigas da escola de Chibok, raptadas pelo grupo islâmico Boko Haram em Abril. Activistas dizem que o Boko Haram já raptou centenas de jovens rapazes, mulheres e crianças, desde 2009.
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 23 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Mãe Trabalhadora - trailler do filme

O filme explora a dupla responsabilidade das mulheres moçambicanas, como mães e trabalhadoras. Gentilmente cedido pelo Organização Internacional do Trabalho
Mais Vídeos