sábado, 25 outubro, 2014. 06:14 UTC

Notícias / Angola

MPLA pede "paciência" com falta de água e electricidade em Luanda

Governo pede paciência para resolver um problema que a oposição considera de simples e repetitivo

Luanda não padece apenas da falta de água e de eletricidade como também de saneamento e redes de drenagem, com ficou demonstrado com as chuvas durante o mês de Novembro
Luanda não padece apenas da falta de água e de eletricidade como também de saneamento e redes de drenagem, com ficou demonstrado com as chuvas durante o mês de Novembro

Multimédia

Áudio
Manuel José
A falta de energia eléctrica e água potável continua a ser um problema para Angola sobretudo a sua capital, Luanda. Muito já se falou sobre os motivos da ausência destes bens.

Hoje o secretário-geral do MPLA, Julião Mateus Paulo "Dino Matross" veio a publico pedir um pouco de paciência e compreensão aos cidadãos, pelas falhas tanto de luz como água potável em Luanda.

“É preciso também irmos por etapas, o dinheiro não chega pra tudo, temos que entender também esta situação.”

Dino Matross considera que o estado angolano foi apanhado de surpresa, pelo crescimento demográfico, sobretudo nas grandes cidades.

“Em relação a energia, é preciso saber que a cidade cresceu muito, o estado não contava com o surgimento destes bairros.”

O responsável pelo partido que governa Angola voltou a apontar a falta de chuva, como um dos motivos, para a ausência de energia eléctrica em Luanda.

“Este ano não choveu muito, se não houver chuva não há água as albufeiras baixam a sua capacidade de armazenamento de água e os geradores não funcionam.”

Julião Mateus Paulo "Dino Matross" apelando a compreensão dos cidadãos, pelas constantes falhas de energia eléctrica e água potável.

Justificações que não convenceram os dois maiores partidos na oposição em Angola. Tanto que o presidente da UNITA, Isaias Samakuva apelou aos cidadãos a reclamarem sempre pelos seus direitos, como a água e energia eléctrica.

“O povo deve reivindicar sempre o seu direito a água potável e a luz sem falhas.”

Samakuva convidou a demissão do executivo caso não proporcione água e luz ao povo.

“Se o executivo não for capaz de garantir a concretização desses direitos o povo deve demiti-lo, elegendo um outro governo.”

Já o presidente da CASA-CE Abel Chivukuvuku quer perceber melhor os motivos das oscilações constantes de energia eléctrica e água potável, indo a fonte de produção destes bens, só que...

“Tanto a EDEL como a EPAL recusam-se a receber  e conversar com a CASA-CE, Cambambe e Kapanda só o mutismo, ninguém respondeu.”

Ninguém quer receber e falar com a CASA-CE, Chivukuvuku deixou algumas inquietações no ar.

“Porque não conseguem fornecer energia a todos cidadãos, porque não conseguem fornecer água, países sem rio conseguem, porque nós não conseguimos? Porque que o governo é tão incompetente e incapaz?”

As inquietações pela falta de energia eléctrica e água potável sobretudo em Luanda.
O forúm foi encerrado
Comentário
Comentários
     
por: Lacey de: Luanda
12.12.2012 11:50
Mentiras atrás de mentiras e acabamos de perceber que é incompetência. não para de chover no país todo o inamed sei lá como se chama aquilo esta sempre anunciando previsões de chuvas em muitas províncias de Angola e vêm me dizer que a chuva esta na base da péssima distribuição de luz eléctrica e água? Antes das eleições também não havia chuvas mas tínhamos energia eléctrica nas nossas comunidades. Esta também aqui a falta de vontade... gostaria de aproveitar informar que, eu sou morador do município de Cacuaco comuna do Kicolo Bairro Mulemba, a população da aquela ária depende de energias de biscate de uns certos senhores e da agência Electo Jenifer, há três semanas que um poste de alta tenção foi derrubado por um camião (conduzido por alguém que nem sequer foi responsabilizado), ninguém tem tido coragem e vontade de resolver este problema nem a representante da Volvo (Auto Sueco) que depende do mesmo poste de alta tenção para o abastecimento de energia eléctrica da referida empresa. isto também é falta de chuva? Convido o Club-k e VOA a fazer uma visita a este bairro verão como o saneamento básico é uma palavra desconhecida pelos responsáveis da ária, verão a falta de policiamento, abastecimento de água, o mais grave não é isto o mais grave é que o bairro existe a 40 anos e os problemas são sempre os mesmos. Vamos acabar com estas mentiras Mato Grosso...


por: Pantera-Negra de: Luanda-Angola
11.12.2012 12:56
É melhor que esse Dino Matross mantenha-se calado do que abrir a boca e andar por aí a falar asneiras.

Qual paciência se o povo já chegou ao seu limite???

No passado passado para encobrirem as vossas incompetências culpavam a Unita pela falta de luz e água potável e agora culpam a natureza, por falta de chuvas. Uma semana depois de o ministro da energia e águas ter dito que a falta desses dois bens públicos era resultado da falta de chuvas, dias depois começou a chover abundantemente em todo o território, cadê a luz e água??? Pelo contrário, só aumentou ainda mais as nossas desgraças e como sempre dizem que luanda não está preparado para grandes enchurradas se mesmo um pequeno chuvisco causa danos e embaraços aos pacatos cidadãos.

Não adianta, assim não dá, isso já está muito chato ESTAMOS SATURADOS.


por: Anónimo
10.12.2012 21:41
O DINO MATROSS E UM AUTOMATA , Q NAO SABE O Q FALA , ELE PENSA Q O POVO VAI ENTENDE-LO . ELES SAO MILIONARIOS , JA ROUBARAM E ACREDITA Q O POVO DEVE TER PACIENCIA ENQUANTO ELES ENCHEM OS BOLSOS .


por: Gil Gonçalves de: Luanda
10.12.2012 20:41
"paciência"
Mais quarenta anos?


por: Alberto Manuel Segunda de: Angola Luanda[Rangel]
10.12.2012 18:58
Boa noite povo de Angola, o governo de Angola não olha para o povo,estradas cem esgotos falta de água nas casas das pessoas.o governo angolano fica só no escritorio não sai para ver o prolemas do povo .eles dizem trabahlar mais para resolver o broblemas do povo .Eles robam mais do que resolver problemas do povo ,Angola um país rico mais o povo sofre demais não tem energia electrica estradas buracadas sem esgotos ,a energia da Namibia vem de Angola do rio cunene mas o país cem elecricidade isto so deve ser só em Angola,que nem falar dos ospitais puplicos não tem medicamentos é pena dos angolanos

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 24 Outubro 2014i
|| 0:00:00
...
 
🔇
X
24.10.2014 18:05
As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 24 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Levados pelo Boko Haram

O mundo espera para ver se a Nigéria consegue negociar a libertação das 219 raparigas da escola de Chibok, raptadas pelo grupo islâmico Boko Haram em Abril. Activistas dizem que o Boko Haram já raptou centenas de jovens rapazes, mulheres e crianças, desde 2009.
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 23 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Mãe Trabalhadora - trailler do filme

O filme explora a dupla responsabilidade das mulheres moçambicanas, como mães e trabalhadoras. Gentilmente cedido pelo Organização Internacional do Trabalho
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 22 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Ébola e os órfãos da Serra Leoa

Centenas de crianças ficaram órfãos na Serra Leoa devido ao surto do vírus do Ébola, são vítimas do estigma e da rejeição. Os familiares não querem saber deles. A Serra Leoa abriu o primeiro orfanato de vítimas do Ébola no distrito de Kailahun.
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 21 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Ébola: Um Poema para os Vivos

O filme da Chocolate Moose é uma animação desmistificando o Ébola, explicando a doença através do caso de um menino infectado. A VOA fez a dobragem do vídeo original na voz de Mayra de Lassalette. Saiba mais no link http://tinyurl.com/l7vgtjv
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 17 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Mais Vídeos