quinta-feira, 17 abril, 2014. 12:38 UTC

Notícias / Angola

Polícia usa cães para forçar o fim da greve na Angola Telecom

Grevistas dizem que as autoridades estão confundir um movimento social com a manifestação política

Estátua de Agostinho Neto, Praça da Independência, em Luanda (VOA / Alexandre Neto)
Estátua de Agostinho Neto, Praça da Independência, em Luanda (VOA / Alexandre Neto)

Multimédia

Áudio
  • Luanda: Polícia recorre a cães para dispersar grevistas

Tamanho das letras - +
Venâncio Rodrigues
— A Polícia angolana usou cães e outros meios de intimidação para tentar dispersar os trabalhadores da empresa pública, Angola Telecom, que entraram em greve na manhã desta quinta-feira.

A denúncia foi feita, por um dos grevistas, em declarações à Voz da América.

“Eu nunca vi o que está a acontecer aqui. Estão a confundir uma greve com manifestação política. Nós só estamos aqui a reivindicar os nossos direitos e é estranho que tragam para aqui cães para nos intimidar”, disse.

No epicentro da greve está uma velha reivindicação de aumento dos ordenados da maioria dos trabalhadores.

Os grevistas dizem-se agastados com a disparidades entre os salários que auferem os membros da administração e dos trabalhadores de base.

A direcção da empresa já disse que a greve é ilegal por não ter sido precedida da apresentação de um caderno reivindicativo, argumento que os grevistas desmentem.

A fonte explicou que a comissão sindical criou um serviço de piquete permanente para garantir o funcionamento mínimo das redes de telefonia móvel e fixa assim como da Internet.
O forúm foi encerrado
Comentário
Comentários
     
por: Jose Justo de: lobito-benguela
04.12.2012 08:39
Apoliçia tem muito trabalho,enves de ajudar a prejudicar a soçiedade devia é manter a ordem e trancuilidade,terminar com a violençia a tonto crime nesta angola para se resolver,ate hoje o salario minimo est a baixo de 20 mil kwanzas não se aseita, isto não corresponde com o lema do governo ´´produzir mas e distribuir melhor´´ cad?


por: Xin Han de: Sumbe
13.11.2012 09:29
Nao acredito que este acto mereca repressao. So estamos a reivindicar o que nos tem sido roubado ha muito tempo.Salarios baixos para aqueles que dao o seu maximo para esta empresa estar firme, e super altos para os dirigentes. No ano passado cortaram os subsidios de natal e ninguem se pronunciou sobre a sua possivel retribuicao neste ano em dobro. Taosomente se esta a falar de aumento e outras regalias que ate ja deviam estar em vigor desde a ultima greve em que sobraram promessas de que ate abril deste ano estariam em condicoes de arrancar com a nova restruturacao da AT, o que ate agora nao passa de FAKE. Estamos no final do ano e ainda nada esta resolvido. PORQUE NAO APOIAM A GREVE DE QUEM DA TUDO E NAO RECEBE NADA????Isto nao e assunto de policia nem politica, e uma questao de direitos violados...


por: Emenegildo Zua de: Luanda- Palanca
08.11.2012 21:08
é vergonhoso o que a policia fez. isto é uma greve social de pessoas honestas e pecificas que reclamam do que falta em suas cozinhas. e estes Idiotas que se dizem policia, deviam no minimo protejer os grevistas e não intimida-nos. porque quem ganha quase 20000usd, até tem proteção policias. esta não é a angola que eu fui votar no dia 31 de agotso do 2012. Produzir mais e destribuir melhor... foi o lema do governo actual.

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 16 de Abrili
|| 0:00:00
...
 
🔇
X
16.04.2014
Vídeo

Vídeo "Temos muitos problemas na Guiné-Bissau", Abel Incada, candidato presidencial

Os guineenses foram às urnas a 13 de Abril e estão expectantes num novo Governo de paz e estável
Vídeo

Vídeo África do Sul vai a votos a 7 de Maio

Na África do Sul, o ANC está em campanha difícil para segurar o seu domínio no Limpopo, onde ganhou 85 por cento dos votos em 2009.
Vídeo

Vídeo Pistorius está no banco dos réus e a acusação tem sido dura

Os acusadores tentaram descrever o atleta sul-africano Oscar Pistorius como egoísta e abusivo durante o segundo dia de interrogatório no seu julgamento por homicídio.
Vídeo

Vídeo A luta dos medicamentos baratos

O Governo da África do Sul vai aprovar reformas sobre propriedade intelectual – incluindo patentes de medicamentos – que para activistas de saúde poderão permitir que mais sul-africanos possam ter acesso a medicamentos genéricos,
Mais Vídeos