sábado, 02 agosto, 2014. 08:35 UTC

Notícias / Angola

Angola: Governo anuncia investigação às mortes no Estádio da Cidadela

O incidente na noite de 31 de Dezembro saldou-se pela morte de 16 pessoas e ferimentos em centenas de outras.

Poster da Igreja Universal do Reino de Deus
Poster da Igreja Universal do Reino de Deus
Venâncio Rodrigues
— O Ministério do Interior diz ter dado ordens à Investigação Criminal (DINIC) para a abertura de uma sindicância visando o apuramento dos factos e imputar responsabilidades sobre o incidente que, na noite do dia 31 de dezembro, resultou na morte, até ontem, de 16 pessoas e no ferimento de mais de cem fiéis de Igreja Universal do Reino de Deus.


O órgão do governo angolano, citado hoje pela rádio estatal angolana, promete remeter o assunto ao ministério público.

A nota do ministério do interior confirma que os servicos de apoio da polícia nacional, dos bombeiros e emergências médicas tinham sido notificados para assegurar o evento apenas no exterior do recinto.

A Igreja Universal terá recrutado 300 elementos de auto protecção para garantir a seguranca no interior do Estádio da Cidadela que conheceu uma enchente superior   à sua capacidade.

O Ministério do Interior afirma ter constatado que o local escolhido era insuficiente para acolher tal número de fiéis, o que causou  execessiva lotação na parte interior por altura da exibição do momento músico- cultural o que provocou um movimento frenético de pessoas de fora para dentro forçando a sua entrada para o estádio.

Entretanto a Igreja Universal do Reino de Deus anunciou em Luanda que assume todas as despesas relacionadas com as vítimas do incidente do “Dia do Fim”, no passado dia 31.
O forúm foi encerrado
Comentário
Comentários
     
por: Ines de: Italia
25.01.2013 13:10
A IURD é considerada uma seita brasileira e,nao entendo o motivo das autoridades brasileiras continuarem a proteger estes falsos profetas,os quais usam as pessoas mais frageis a acreditar que o mal é causado por Deus e que Deus pune! Nao existe!!!
Deveria existir uma campanha a favor da populaçao de nao acreditar em tais mentiras pois absurdas!!E,sequestrar todos os bens destes corruptos profétas falsos e colocà-los no carcere e jogar a chave fora.Prisao perpétua a todos eles!!Nestes momentos tenho vergonha de ser brasileira!!E vergonha ao governo brasileiro que nao faz nada!!!!


por: Marcelo de: São Paulo, Brasil
07.01.2013 05:58
Eu sou brasileiro e há muitos anos acompanho o noticiário de Angola. É impressionante como as mãos nefastas de Edir Macedo, conhecido ladrão que há anos vem fugindo da justiça brasileira, tenha deitado suas garras sobre Angola, se aproveitando de um país pobre e em reconstrução para arrancar o dinheiro deste povo sofrido. No Brasil, este animal, aceita cartão de crédito, cheque e até parcela dízimos, além de roubar terrenos de pessoas pobres. O que esse cara entende mesmo é fazer de otário o povo para arrancar dinheiro. Angola deveria ficar atenta com esses movimentos neopentecostais que são grandes fábricas de dinheiro ilícito.


por: Mahumane de: Maputo
04.01.2013 07:52
É bom que se faça essa investigação. Esta Igreja actua da mesma forma em vários países.
Em Maputo não tivemos nenhum incidente por sorte, mas também houve recurso do Estádio Nacional de Zimpeto para ritual religioso idêntico ao de Luanda.
As pessoas no lugar de festejar a passagem do fim do ano, são juntadas num local sem segurança e terminam em tragédia...Há que banir estas práticas pelos governos...Essa investigação não vai trazer nada de novo como culpados e a consequente responsabilização. A IURD não deve parar no assumir das despesas fúnebres das vítimas, como também deve indemnizar as famílias das mesmas.
Barbaridade!


por: Anónimo
03.01.2013 23:53
IURD is the Devil's CHurch... Just the Blind people don't see it...
.l. .l. .l.

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
José Lopes - Participante Yalii
X
02.08.2014 08:00
José Lopes - Participante Yali. Veio de Cabo Verde e considera o programa uma oportunidade extraordinária para os jovens africanos
Vídeo

Vídeo José Lopes - Participante Yali

José Lopes - Participante Yali. Veio de Cabo Verde e considera o programa uma oportunidade extraordinária para os jovens africanos
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 1 Agosto 2014

Os títulos que marcaram o início do mês de Agosto
Vídeo

Vídeo Ivan Collinson - Participante Yali

Ivan Collinson - Participante Yali. Veio de Moçambique e é director adjunto do registo académico da Universidade Eduardo Mondlane. Ivan sente-se mais africano depois de participar na Iniciativa Jovens Líderes Africanos nos EUA
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 31 Julho 2014

Câmara dos Representantes indicia processo contra Presidente Barack Obama
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 31Julho 2014

Da propagação do vírus do ébola, aos ataques do Boko Haram. Os títulos que marcam a actualidade de África
Vídeo

Vídeo Cadija Mané - Participante Yali

Cadija Mané - Participante Yali. Veio da Guiné-Bissau, onde trabalha como coordenadora da Casa dos Direitos. Regressa para a Guiné com mais determinação e força de vontade para mudar as coisas
Vídeo

Vídeo Vilma Nhambi - Participante Yali

Vilma Nhambi - Participante Yali. Veio de Moçambique e tem um projecto com mulheres e adolescentes nas zonas rurais.
Vídeo

Vídeo Selma Neves - Participante Yali

Selma Neves - Participante Yali, veio de Cabo Verde. É Presidente da Incubadora, uma cooperativa de empoderamento de mulheres e fica por mais dois meses para um estágio em Nova Iorque
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 29 Julho 2014

Os principais assuntos que fazem a actualidade dos Estados Unidos da América, com Bruna Ladeira
Vídeo

Vídeo Majo Joseph - Participante Yali

Majo Joseph - Participante Yali veio de Moçambique e a sua área de acção é a sociedade civil e seu empoderamento
Mais Vídeos