quinta-feira, 26 março, 2015. 22:26 UTC

Notícias

Angola: Ex-trabalhadores na RDA fazem acordo com o governo

Este é o quarto acordo que os ex-trabalhadores angolanos na antiga Alemanha do Leste assinam com o governo de Luanda

Estrada da Cuca-Sambizanga, Luanda
Estrada da Cuca-Sambizanga, Luanda
Agostinho Gayeta

Escute a reportagem do Agostinho Gayeta

Vinte anos depois, finalmente, os antigos trabalhadores da extinta RDA veem uma luz no fundo túnel com a promessa de poderem reaver os ordenados que lhes eram descontados enquanto trabalhadores angolanos na Antiga Alemanha Socialista, a RDA.
Na terça-feira, os ex-trabalhadores da antiga RDA formalizaram o acordo
com o Ministério da Administração Pública Emprego e Segurança Social.
Nos próximos dias os dois mil e quinhentos antigos trabalhadores na ex-
Alemanha do leste vão receber aproximadamente um milhões e quinhentos
mil kwanzas, o equivalente a cerca de quinze mil dólares norte americanos,
de acordo com o seu advogado.
Segundo o acordo firmado entre ambas as partes os ex-trabalhadores da
extinta RDA vão beneficiar também de alguns valores correspondentes a
formação profissional, alguns kits, além dos valores do micro crédito, à
título de fundo perdido, e das repercussões pós-morte. De acordo com o
advogado da Comissão dos Trabalhadores, os valores todos contabilizados
estão próximos ao inicialmente difenido pelos funcionários a quando das
negociações.
Este é o quarto acordo que os ex-trabalhadores angolanos na antiga
Alemanha do leste assinam com o governo angolano, depois de cerca de
dois anos de intensas discussões, manifestações públicas fracassadas e que
resultando na sua maioria em detenções. O representante do Ministério da
Administração Pública Emprego e Segurança Social, Venceslau de Matos
assegura que desta vez é definitivo.
Os ex-trabalhadores da antiga RDA têm até cento e oitenta dias para
apresentarem os documentos legais ao MAPESS e verem nas suas contas
bancárias os seus respectivos valores monetários.
Embora não concordem com os valores os ex-trabalhadores da RDA
mostram-se satisfeitos pelo consenso a que ambas as partes chegaram.
Os antigos trabalhadores partiram para a ex-RDA em resultado de um
acordo de cooperação entre os Governos de Angola e da extinta República
Democrática da Alemanha. Fruto deste acordo, cerca de dois mil e
quinhentos angolanos deslocaram-se na década de 80 para aquele país com
o objectivo de receber formação profissional em diversas áreas. Durante
a sua estadia naquele país europeu, enquanto trabalhavam parte dos seus
ordenados eram canalizados para Angola, para garantir a sua reforma.

O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Qui 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sexta-feira 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Americanas 26 Março 2015i
X
26.03.2015 19:01
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 24 Março 2015

As imagens de noticias da actualidade dos Estados Unidos
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 24 Março 2015

As imagens das noticias africanas
Vídeo

Vídeo Cabelo natural ou desfrizado - Tendências a mudar?

A reportagem foi na Costa do Marfim, mas podia ter sido em qualquer canto de África. Hoje, os desfrizantes estão a ser postos de lado e os cabelos naturais estão cada vez mais na moda.
Vídeo

Vídeo A vida dos taxistas de Nova Iorque - contaram tudo à VOA

Nova Iorque é conhecida pelos seus táxis amarelos, uma parte importante e muito presente da cidade. Os carros rodam a todas as horas e correm a cidade inteira. Hoje alguns dos motoristas contam como é mover essa força pelas ruas.
Mais Vídeos