quinta-feira, 03 setembro, 2015. 17:10 UTC

Notícias

Angola: Ex-trabalhadores na RDA fazem acordo com o governo

Este é o quarto acordo que os ex-trabalhadores angolanos na antiga Alemanha do Leste assinam com o governo de Luanda

Estrada da Cuca-Sambizanga, Luanda
Estrada da Cuca-Sambizanga, Luanda
Agostinho Gayeta

Escute a reportagem do Agostinho Gayeta

Vinte anos depois, finalmente, os antigos trabalhadores da extinta RDA veem uma luz no fundo túnel com a promessa de poderem reaver os ordenados que lhes eram descontados enquanto trabalhadores angolanos na Antiga Alemanha Socialista, a RDA.
Na terça-feira, os ex-trabalhadores da antiga RDA formalizaram o acordo
com o Ministério da Administração Pública Emprego e Segurança Social.
Nos próximos dias os dois mil e quinhentos antigos trabalhadores na ex-
Alemanha do leste vão receber aproximadamente um milhões e quinhentos
mil kwanzas, o equivalente a cerca de quinze mil dólares norte americanos,
de acordo com o seu advogado.
Segundo o acordo firmado entre ambas as partes os ex-trabalhadores da
extinta RDA vão beneficiar também de alguns valores correspondentes a
formação profissional, alguns kits, além dos valores do micro crédito, à
título de fundo perdido, e das repercussões pós-morte. De acordo com o
advogado da Comissão dos Trabalhadores, os valores todos contabilizados
estão próximos ao inicialmente difenido pelos funcionários a quando das
negociações.
Este é o quarto acordo que os ex-trabalhadores angolanos na antiga
Alemanha do leste assinam com o governo angolano, depois de cerca de
dois anos de intensas discussões, manifestações públicas fracassadas e que
resultando na sua maioria em detenções. O representante do Ministério da
Administração Pública Emprego e Segurança Social, Venceslau de Matos
assegura que desta vez é definitivo.
Os ex-trabalhadores da antiga RDA têm até cento e oitenta dias para
apresentarem os documentos legais ao MAPESS e verem nas suas contas
bancárias os seus respectivos valores monetários.
Embora não concordem com os valores os ex-trabalhadores da RDA
mostram-se satisfeitos pelo consenso a que ambas as partes chegaram.
Os antigos trabalhadores partiram para a ex-RDA em resultado de um
acordo de cooperação entre os Governos de Angola e da extinta República
Democrática da Alemanha. Fruto deste acordo, cerca de dois mil e
quinhentos angolanos deslocaram-se na década de 80 para aquele país com
o objectivo de receber formação profissional em diversas áreas. Durante
a sua estadia naquele país europeu, enquanto trabalhavam parte dos seus
ordenados eram canalizados para Angola, para garantir a sua reforma.

O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Qui 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sexta-feira 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Mundo 3 Setembro 2015i
X
03.09.2015 15:18
Vídeo

Vídeo Diário de um YALI (III): Joel Almeida perdido em Nova Iorque

Desafiámos o Joel a contar-nos os seus dias e cada dia que passa é uma aventura. Perder-se em Nova Iorque tem sido uma constante. O Joel está na cidade da grande maçã para um estágio de 2 meses dentro do programa Young African Leaders Initiave, criado por Barack Obama
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 1 Setembro 2015

Milahres dançam no festival tradicional suazi
Vídeo

Vídeo Manchetes americanas 1 Setembro 2015

Ben Carson, um novo Obama?
Vídeo

Vídeo Diário de um YALI (II): Joel Almeida e a visita à Estátua da Liberdade

Esta é a 2ª partilha de Joel e como seria de esperar Nova Iorque não é um lugar fácil. A ida à estátua da Liberdade provou ao Joel que um GPS pode ser tudo na vida.
Mais Vídeos